Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1783
Tipo do documento: Dissertação
Título: Conhecimento tradicional como instrumento para conservação e manejo do caranguejo uçá ucides cordatus (Linnaeus, 1763) na reserva extrativista marinha de São João Da Ponta - Pará
Autor: Rivera, Danielle Santa Brigida 
Primeiro orientador: Zuanon, Jansen
Primeiro coorientador: Oliveira, Regina
Resumo: O objetivo deste estudo consistiu em conhecer as práticas extrativistas e identificar ações que contribuam para a conservação e o manejo do caranguejo-uçá (Ucides cordatus) na Reserva Extrativista Marinha de São João da Ponta, Pará. Mais especificamente, este estudo buscou: caracterizar a população extrativista que trabalha com a extração do caranguejo naquela unidade de conservação; identificar e mapear de forma participativa as áreas de uso atual e potencial do caranguejo-uçá; e identificar ações e estratégias tradicionais de explotação do caranguejo-uçá naquela área. A REM S.J.P. possui uma área de aproximadamente de 3.203,24 ha, e a pesquisa foi conduzida nas comunidades de Guarajuba, Deolândia, Porto Grande e São Francisco, que constituem os maiores produtores de caranguejo da reserva. Este trabalho foi desenvolvido de acordo com os princípios da pesquisa qualitativa, utilizando questionários semiestruturados a fim de caracterizar o perfil socioambiental, a atividade extrativista, a comercialização e avaliar a percepção local do estado de conservação dos estoques locais do caranguejo-uçá. A fim de complementar as informações obtidas nas entrevistas, utilizamos o método de observação participante para demarcar as rotas de uso do manguezal com auxílio de GPS e cronômetro, e para confecção de mapas de uso dos recursos. A população estudada mostrou predominância masculina nesta atividade, com origem no próprio município, baixa escolaridade e média de idade de 36,5 anos. A maioria dos entrevistados declarou ser caranguejeiro (64,1%), e não compreender o significado de Reserva Extrativista (33,7%). Além disso, os caranguejeiros detêm um profundo conhecimento sobre a distribuição do recurso explorado e sobre o ecossistema manguezal, e podem auxiliar de maneira mais efetiva na gestão daquela Unidade de Conservação de Uso Sustentável. Este estudo torna-se relevante por trazer subsídios para auxiliar na gestão e manejo da extração do caranguejo neste território protegido, bem como para construção do Plano de manejo desta unidade de conservação.
Abstract: This study aims to document the harvest of the uça or mangrove crab (Ucides cordatus) and identify actions of local fisherman that may contribute to the management and conservation of the species in the 3.203,24 ha São João da Ponta Marine Extractive Reserve in Pará state, Brazil. Research was carried out in the communities of Guarajuba, Deolândia, Porto Grande e São Francisco where the largest harvest activity in the reserve is concentrated. Semi-structured interviews and questionnaires were used to evaluate the socio-environmental and economic profile of the population, and to document the extractive activities and conservation status of crab stocks from the perspective of local people. Participatory mapping and participant observation were used to map the mangrove habitat, delineate routes and areas of current crab harvest and to identify local extractive strategies. Population interviewed ages (median 36.5; n=92) and men predominate in the crab harvest, and most are native to the region and have limited formal education. 64.1% of the overall population interviewed declared that they harvested uça crabs and yet most of these 33,7% said they did not understand the significance of the creation of the Extractive Reserve. And yet despite these limitations, research revealed detailed local knowledge about the mangrove habitat and the distribution and ecology of the crabs within it. Local knowledge needs to be leveraged to develop more effective management and conservation strategies for this sustainable development reserve.
Palavras-chave: Manejo do caranguejo
Manguezal
Crustáceos
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia (GAP)
Citação: RIVERA, Danielle Santa Brigida. Conhecimento tradicional como instrumento para conservação e manejo do caranguejo uçá ucides cordatus (Linnaeus, 1763) na reserva extrativista marinha de São João Da Ponta - Pará. Manaus: [s.n.], 2015. xiii, 112f. Dissertação (Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia (GAP)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1783
Data de defesa: 28-Abr-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - GAP

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Danielle Brigida Rivera.pdf4,99 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons