Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1859
Tipo do documento: Dissertação
Título: Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM)
Autor: Molinaro, Lianna da Castro
Primeiro orientador: Vieira, Gil
Resumo: Foi estudada a regeneração natural em clareiras artificiais, durante um período de 11 meses, sob indivíduos plantados de Inga edulis, Inga sp. e Vismia guianensis na Província Petrolífera de Ucuru, município de Coari-Amazonas, Brasil (04o53’S e 65o11’W). A distribuição das espécies de plântulas foi correlacionada em relação aos fatores ambientais analisados (propriedades físico-químicas do solo e irradiância) procedendo-se à análise de correspondência canônica destendenciosa (DCCA). Ao todo foram amostrados 85 indivíduos (40 de Inga edulis e Inga sp. e 45 de Vismia guianensis), distribuídos em nove clareiras, de três anos, quatro e dez anos, cada uma com três repetições. As famílias mais representativas (número de gêneros) foram: Leg. Mimosoideae (11 gêneros), Melastomatacea e Myrtaceae (cinco gêneros), Leg. Caesalpinioideae e Apocynaceae (quatro gêneros). A riqueza florística sob os indivíduos de Inga edulis, Inga sp. e Vismia guianensis foi maior nas clareiras mais antigas, diminuindo em direção às clareiras mais jovens e durante a época menos chuvosa do ano. Ao redor dos indivíduos de Inga sp. houve um número maior de espécies de plântulas com alta densidade e uma maior riqueza florística, sendo que as clareiras de 4 anos foram as que apresentaram o maior adensamento. O número de espécies de plântulas que sobreviveram até o final do experimento foi maior sob os indivíduos de Inga sp. e aumentou de acordo com a idade das clareiras. A regeneração natural nas clareiras mais antigas apresentou uma maior riqueza florística, menor densidade, e uma menor taxa de recrutamento, bem como na regeneração natural ao redor dos indivíduos de Inga sp. há uma maior coexistência das plântulas estabelecidas em relação aos recursos disponíveis. Para a regeneração sob as árvores de Inga edulis e Inga sp. o teste de Monte Carlo não foi significativo, impossibilitando a segregação das espécies colonizadoras ao longo das características edafo-climáticas. Na colonização sob as árvores de Vismia guianensis formaram-se quatro grandes grupos de espécies correlacionados aos eixos abióticos, indicando a coexistência das plântulas pelo compartilhamento de nichos. Os fatores limitantes de maior importância para o desenvolvimento das plântulas foram a alta irradiância e o déficit hídrico. Os indivíduos de Inga edulis e Inga sp. proporcionaram melhores condições (aumento da matéria orgânica do solo, maiores sombreamento e teor de nitrogênio) para regeneração natural sob suas árvores.
Abstract: It was studied the dynamics of natural regeneration beneath the following tree species planted in artificial gaps opened by oil prospecting activities at Urucu’s Base Coari-Amazonas, Brazil (04o53’S and 65o11’W): Inga edulis, Inga sp., Vismia guianensis. The sample plots were set up beneath individual tree canopy (40 for Inga edulis and Inga sp. and 45 for Vismia guianensis) in gaps of three different ages (3, 4 and 10 years old gaps) with three replicates. This study lasted 11 months, covering dry and wet seasons. The seedling species’ distribution was correlated to environmental variables by using the Detrended Canonical Correspondence Analysis (DCCA). The most representative families were: Leg. Mimosoideae (11 genera); Melastomataceae and Myrtaceae (5 genera) and Leg. Caesalpinaceae and Apocynaceae (4 genera each). The species richness beneath Inga edulis, Inga sp. and Vismia guianensis’ trees were greater in old gaps than younger ones. It was also observed a decreasing in species richness from rainy to drier season. Inga edulis and Inga sp. showed higher density and species richness of seedling regenerating under its canopy. Four years old gaps showed the highest seedling density. Inga edulis and Inga sp. showed highest seedling survival rates and species number after 11 months-study. These rates increased with ages. Old gaps showed greater species’ richness, however lower density and lower recruitment rates. Thus, Inga edulis and Inga sp. presented greater coexistence of established species sharing the same primary resources available. Monte Carlo test did not show any significance for Inga edulis + Inga sp., therefore it was impossible to separate colonizer species along the environmental traits axes. In the colonization beneath Vismia guianensis trees, four large groups were visualized (species correlating to environmental factor axes). This indicated the coexistence of seedling species, thus niche partitioning. The highest irradiance and water deficit were the most important limiting factor for seedling establishment and development. Inga edulis and Inga sp. trees presented the best condition for natural regeneration (increased soil organic matter, shadiest canopy, and greater nitrogen content).
Palavras-chave: clareiras artificiais
Regeneração natural
Ingá
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: MOLINARO, Lianna da Castro. Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM). 2005. 80 f. Dissertação( Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1859
Data de defesa: 14-Abr-2005
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lianna da Castro Molinaro - dissertação_final.pdf689,01 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons