Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1881
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSimões, Pedro Ivo-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5292314762059126por
dc.contributor.advisor1Lima, Albertina Pimentel-
dc.contributor.advisor-co1Farias, Izeni Pires-
dc.date.accessioned2015-08-11T20:03:40Z-
dc.date.issued2010-07-14-
dc.identifier.citationSIMÕES, Pedro Ivo. Diversificação do complexo Allobates femoralis (Anura, Dendrobatidae) em florestas da Amazônia brasileira: desvendando padrões atuais e históricos.. Manaus: [s.n.], 2010. xiv, 208 f.. Tese (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/1881-
dc.description.resumoNeste estudo, analiso aspectos da diversidade e evolução de um grupo de espécies de anuros filogeneticamente relacionados, amplamente distribuídos na bacia Amazônica e historicamente reconhecidos como um único táxon: Allobates femoralis. O primeiro capítulo aborda as relações sistemáticas entre diversas populações alopátricas deste grupo e formaliza o reconhecimento e descrição de uma nova espécie: Allobates hodli. Também é apontada a ocorrência de outras linhagens monofiléticas, possuidoras de fenótipos acústicos e morfológicos característicos, indicadas como potenciais espécies crípticas. No segundo capítulo, avalio o efeito do rio Madeira sobre a diferenciação genética, morfológica e acústica de populações de A. femoralis distribuídas ao longo de seus interflúvios, além de aplicar análises filogeográficas para verificar a congruência entre os padrões de diferenciação observados e os padrões esperados caso o rio Madeira tenha funcionado como uma barreira vicariante desde sua formação. Análises filogenéticas e populacionais baseadas em marcadores moleculares mitocondriais apontam padrões condizentes com a hipótese de que o leito do rio Madeira represente uma barreira histórica proporcionando o isolamento entre populações de margens opostas. Porém, a eficácia do rio como barreira vicariante é variável ao longo de seu curso, sendo reportados prováveis eventos de dispersão entre margens em pontos entre o médio e o alto curso do rio. Populações amostradas em um mesmo interflúvio não possuem morfologia ou vocalizações mais similares entre si do que quando comparadas a populações amostradas na margem oposta, indicando que a diferenciação de caracteres fenotípicos é influenciada por outros mecanismos evolutivos. No terceiro capítulo, apresento a caracterização genética de uma zona de contato entre A. femoralis e A. hodli, localizada no alto rio Madeira. A análise de marcadores moleculares mitocondriais e microssatélites sugerem que hibridização natural entre as duas espécies é mais freqüente na linha central geográfica da zona de contato, decaindo abruptamente em um raio inferior a dois quilômetros à jusante e à montante desta área. Estimativas de diversidade genética obtidos em áreas adjacentes à zona de contato suportam a existência de seleção contra híbridos oriundos do cruzamento direto entre indivíduos parentais pertencentes às duas espécies.por
dc.description.abstractIn this study, I analyze aspects of the diversity and evolution of a group of phylogenetically related anuran species, which are widely distributed along the Amazon basin, and which have been historically recognized as belonging to a single taxon: Allobates femoralis. The first chapter addresses the systematic relationships between several allopatric populations of this group and formalizes the recognition and description of a new species: Allobates hodli. It also highlights the occurrence of additional monophyletic lineages, which present particular acoustic and morphological phenotypes, and are indicated as potential cryptic species. In the second chapter, I evaluate the effect of the Madeira River on the genetic, morphological, and acoustic differentiation between A. femoralis populations distributed along both interfluves, applying phylogeographic analyses in order to verify the congruence between observed differentiation patterns and those expected if the Madeira River has functioned as a vicariant barrier since its origin. Phylogenetic and population analyses based on mitochondrial molecular markers suggests patterns that are coincident with the hypothesis that the Madeira River channel represents a historical barrier causing the isolation between populations from opposite riverbanks. However, the effectiveness of the river as a vicariant barrier is variable along its course, and possible events of dispersal between riverbanks are reported for localities between its middle and upper course. Morphology and calls of populations sampled on the same interfluve are not more similar to each other in when compared to populations sampled on the opposite riverbank, suggesting that differentiation of phenotypic characters is influenced by additional evolutionary mechanisms. In the third chapter, I present the genetic characterization of a contact zone between A. femoralis and A. hodli, located on the upper Madeira River. Analyses of mitochondrial and microsatellite molecular markers suggest that natural hybridization between the two species is more frequent along the geographic central line of the contact zone, decaying abruptly less than two kilometers downstream and upstream of this area. Genetic diversity estimates measured at sites adjacent to the contact zone support the existence of selection against hybrids originating from direct crosses between parental individuals belonging to the two species.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2015-08-11T20:03:40Z No. of bitstreams: 3 Tese_Pedro Ivo Simoes.pdf: 18866829 bytes, checksum: e249e32822772bf4b0c4809b9c159d67 (MD5) Tese_Pedro Ivo Simoes.pdf: 18866829 bytes, checksum: e249e32822772bf4b0c4809b9c159d67 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-08-11T20:03:40Z (GMT). No. of bitstreams: 3 Tese_Pedro Ivo Simoes.pdf: 18866829 bytes, checksum: e249e32822772bf4b0c4809b9c159d67 (MD5) Tese_Pedro Ivo Simoes.pdf: 18866829 bytes, checksum: e249e32822772bf4b0c4809b9c159d67 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Previous issue date: 2010-07-14eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programBiologia (Ecologia)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectAnfíbiospor
dc.subjectDendrobatidaepor
dc.subjectGenética de populaçõespor
dc.subject.cnpqECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADApor
dc.titleDiversificação do complexo Allobates femoralis (Anura, Dendrobatidae) em florestas da Amazônia brasileira: desvendando padrões atuais e históricos.por
dc.typeTesepor
Aparece nas coleções:Doutorado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Pedro Ivo Simoes.pdf18,42 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar
Tese_Pedro Ivo Simoes.pdf18,42 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons