Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1919
Tipo do documento: Dissertação
Título: Dinâmica e estrutura populacional do jacaré-açu (Melanosuchus niger) na Amazônia
Autor: Rangel, Sandra Marcela Hernández 
Primeiro orientador: Farias, Izeni Pires
Primeiro coorientador: Hrbek, Tomas
Resumo: Melanosuchus niger é uma das 23 espécies da ordem Crocodylia. Recebe o nome popular de jacaré-açu devido a seu grande tamanho, atingindo uma média de quatro metros para os machos e 2.8 para as fêmeas. Está distribuído em toda a Amazônia e pode ser encontrado nos rios da bacia do Amazonas e naqueles que drenam para a costa atlântica. M. niger é encontrado nos remansos dos rios e principalmente em lagos e áreas alagáveis. A espécie era muito abundante, mas devido a caça comercial entre os anos 1930-1980, chegou quase a ser extinto. Porem, devido à proteção governamental e estratégias de conservação, as suas populações tem se recuperado consideravelmente. Já foram desenvolvidos alguns trabalhos sobre a estrutura e diversidade genética, entretanto com resultados parciais devido a amostragem restrita. Nesse trabalho tentamos abranger a maior área possível da distribuição da espécie, e mediante o uso do marcador mitocondrial Citocromo b (Cytb) e marcadores SNPs (Single Nucleotide Polymorphisms), analisamos as populações avaliando os padrões de variabilidade genética, a estrutura das populações e testamos o efeito de corredeiras como barreira para a dispersão. Assim, foram analisadas 245 sequências do gene Cytb de 17 localidades, para calcular os índices de diversidades genética (Ĥ e π) e o equilíbrio genético (D de Tajima e Fs de Fu). Para determinar a estrutura genética, foi realizada uma AMOVA, comparações de Fst par a par e análises Bayesianas para estabelecer o número de grupos biológicos. Usando sequenciamento de próxima geração (Next Generation Sequencing), foram desenvolvidos os SNPs com a metodologia de ddRADseq para 81 indivíduos de 10 localidades. Os resultados mostraram que existe uma forte estruturação nas populações de jacaré-açu determinada por dois fatores: isolamento por distância e presença de barreiras geográficas. O isolamento por distância determina um padrão de distribuição da diversidade Oeste-Leste, representado na sua maioria por dois haplótipos mais comuns. As corredeiras dos rios Araguaia, Branco e Madeira/Guaporé são barreiras para a dispersão das populações, por isso as populações que estão a montante delas devem ter colonizado essas áreas antes da sua formação, gerando grupos biológicos estruturados. Testando as corredeiras do rio Madeira como barreira, foi observado que elas restringem o fluxo gênico, que é dado de forma unidirecional (de cima para baixo das corredeiras). Em nível geral, as populações de M. niger estão em expansão, provavelmente após uma redução de tamanho drástica como a que sofreram no século passado. Finalmente, foram propostas sete áreas para conservação: para as áreas Oeste, Leste e Centro deveria existir pelo menos uma unidade operacional para o manejo e conservação da espécie, e para as outras quatro áreas foi possível delimitar unidades de manejo (UMs) para as populações dos rios Araguaia, Guaporé, Uraricoera e Napo.
Abstract: Melanosuchus niger is one of the 23 species of Crocodylia order. Receives the popular name of black caiman due to its predominant color, averaging four meters for males and 2.8 for females. It is distributed in the entire Amazon and can be found in the rivers of the Amazon basin and those that drain to the Atlantic coast. It is found in the backwaters of rivers and especially in lakes and wetlands. The species was abundant, but due to commercial hunting during 1930-1980, came close to being extinct. However, with government protection and conservation strategies, their populations has recovered considerably. Some works on the structure and genetic diversity have been developed, obtaining partial results due to restricted sample. In this study, we try to cover the largest possible area of species distribution, and through the use of a mitochondrial marker cytochrome b (Cytb) and SNPs markers (Single Nucleotide Polymorphisms), we analyzed the populations evaluating the genetic variability patterns, the structure of populations and tested the effect of rapids as a barrier to dispersion. Thus, 245 Cytb sequences from 17 localities were analyzed to calculate the rates of genetic diversity (H and π) and genetic equilibrium (Tajima´s D and Fu´s Fs). To determine the genetic structure, AMOVA was performed; Fst pairwise comparisons and Bayesian analysis were performed to determine the number of biological groups. Using next-generation sequencing (NGS), SNPs were developed with the ddRADseq methodology using 81 individuals from 10 localities. The results showed that there is a strong structure in black caiman populations determined by two factors: isolation by distance and presence of geographical barriers. Isolation by distance determines a pattern of diversity distribution West-East, represented mostly by the two most common haplotypes. The rapids of the rivers Araguaia, Branco and Madeira/Guaporé are barrier to the dispersion of the population, so the upstream populations must have colonized these areas prior to its formation, generating biological groups isolated. Testing the rapids on the Madeira River as a barrier, it was observed that they restrict gene flow, which is unidirectional (upstream to downstream the rapids). At a general level, M. niger populations are expanding, probably after a drastic reduction of size as that suffered in the past century. Finally, we proposed seven areas for conservation: for West, East and Centre areas, should be defined at least one operating unit for the management and conservation of the species; and for the other four areas, it was possible to define management units (MUs) to the population of the Araguaia, Guaporé, Uraricoera and Napo rivers.
Palavras-chave: Diversidade genética
Fluxo gênico
Melanosuchus niger
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: RANGEL, Sandra Marcela Hernández. Dinâmica e estrutura populacional do jacaré-açu (Melanosuchus niger) na Amazônia. Manaus, [s.n.], 2015. xiv, 59 f.. Dissertação (Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1919
Data de defesa: 17-Jun-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Sandra Marcela Hernández Rangel.pdf2,56 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons