Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1953
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ecologia comportamental de Saguinus midas e Saguinus bicolor (Primates: Callitrichidae) em áreas de contato entre distribuições geográficas
Autor: Sobroza, Tainara Venturini 
Primeiro orientador: Sprionello, Wilson Roberto
Primeiro coorientador: Gordo, Marcelo
Segundo coorientador: Boubli, Jean Phillippe
Resumo: O sauim-de-coleira Saguinus bicolor (Primates: Callitrichidae) tem distribuição geográfica restrita (7.500 km²), sendo encontrado apenas nos municípios de Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara, AM. Nas ultimas décadas, tem sido observada uma aparente redução na área de distribuição da espécie que está sendo ocupada pelo sauim-de-mãos-douradas, S.midas. Em decorrência disso, as espécies têm sido consideradas competidoras. No entanto, pouco se sabe sobre como as espécies interagem na área de contato entre suas distribuições geográficas. Como displays de agressividade já foram observados entre as duas espécies, aqui testamos a hipótese de dominância comportamental entre Saguinus midas e S. bicolor. Também avaliamos se os comportamentos de agressividade estavam relacionados a variáveis ambientais. Para tanto, observamos as respostas de uma espécie quando submetida a estímulos vocais da outra nas áreas de contato e não-contato entre suas distribuições geográficas. Os estímulos consistiram na emissão de vocalizações de longo alcance da própria espécie e do congênere. O tipo de habitat, bem como o estrato utilizado pelos animais foi registrado. Dezesseis grupos de S. midas e quatorze grupos de S. bicolor tiveram suas vocalizações agressivas gravadas e contabilizadas após a emissão de playbacks. Os sauins não responderam diferentemente em áreas de contato e não-contato ao ouvir o congênere ou a própria espécie. Ainda, o número de vocalizações agressivas emitidas foi independente do tipo de habitat e altura do estrato arbóreo utilizado. Os animais não diferiram quanto ao tempo de permanencia no local durante a emissão do playback. Tais resultados sugerem que não há uma relação de dominância comportamental entre as espécies. Ainda, registramos que mesmo que os sauins sejam bastante territoriais, eles não foram assimetricamente agressivos mesmo quando os recursos alimentares eram escassos. Assim, se os animais realmente estão competindo, provavelmente não se trata de competição por interferência.
Abstract: The pied tamarinSaguinus bicolor (Primates: Callitrichidae) has a small geographic range (75000 km²) restricted to Central Amazonia, in and around the city of Manaus. In recent decades, a continued reduction in its range has been observed, coinciding with an expansion of a second tamarin species, Saguinusmidas which seems to be slowly encroaching the range of the pied tamarin. As result, these species have been considered to be competing, although, little is known about their interaction throughout the contact areas of their ranges. Aggressive displays have been observed during encounters between the two species. Based on these observations, here we tested the hypothesis that S.midas is dominant over S. bicolor and wins in events of contest competition along territory boundaries in areas where the two species co occur. We tested our hypothesis by means of playback experiments since this is the main form of agonistic interaction in Saguinus. In addition, we assessed whether agonistic displays are more likely to occur in certain parts of the forest (canopy, understory, etc) where contest for important resources could potentially be more important. Therefore, we recorded the responses of one species subjected to recorded vocalizations of the other species in different parts of the forest including areas of contact and non-contact between their geographical distributions. Playbacks consisted of the issuance of long calls. During playback experiments, we recorded habitat type as well as the forest stratum used by the animals. Sixteen groups of S. midas and fourteen of S. bicolor had their aggressive vocalizations recorded and accounted for after the issuance of playbacks. The tamarins did not respond differently in areas of contact and non-contact of their geographic distribution. The number of aggressive vocalizations was independent of the type of habitat and tree layer used. Tamarins did not differ in duration of stay in the experimental area during the playback emission. These results suggest that there is no behavioral dominance relationship between species. Finally, we recorded that even if tamarins are very territorial, they were not asymmetrically aggressive when food resources were scarcer. T
Palavras-chave: Bioacústica
Sauim-de-coleira
Saguui-de-mãos-amarelas
Área(s) do CNPq: ZOOLOGIA::COMPORTAMENTO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: SOBRAZA, Tainara Venturini. Ecologia comportamental de Saguinus midas e Saguinus bicolor (Primates: Callitrichidae) em áreas de contato entre distribuições geográficas. Manaus: [s.n.], 2015. x, 27 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1953
Data de defesa: 21-Jul-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Tainara Venturini Sobraza.pdf491,57 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons