Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1972
Tipo do documento: Dissertação
Título: Evolução da variação intraespecífica em cantos de anúncio de Allobates sp.
Autor: Faria, Eveline Salvático 
Primeiro orientador: Lima, Albertina Pimentel
Primeiro coorientador: Simões, Pedro Ivo
Resumo: Os sinais acústicos são essenciais para a comunicação em muitos grupos animais e carregam informações sobre identidade, tamanho, localização e status sexual do emissor mesmo a distâncias relativamente longas. Se algumas propriedades do sinal acústico são degradadas durante o caminho de propagação, os sinais perdem a eficiência e podem não cumprir sua função. As características do sinal acústico podem ser modificadas devido efeitos ambientais variados, relacionados principalmente a variações na estrutura do habitat circundante e ao ruído ambiental constituído por sinais acústicos emitidos por organismos simpátricos co- ou heteroespecíficos. A hipótese de adaptação acústica (HAA) sugere que a comunicação acústica é adaptada a cada tipo de habitat, de forma a maximizar a distância de transmissão do sinal, minimizando sua atenuação e a degradação causada por reverberações. Neste trabalho avaliou-se as existência de relações entre a diferenciação em sinais acústicos de uma espécie de anuro amazônico (Allobates sp.) e variações clinais na estrutura da vegetação florestal ao longo de aproximadamente 600 km, no interflúvio entre dois grandes afluentes do Rio Amazonas. Adicionalmente, testamos se a presença de espécies sintópicas cujos cantos se sobrepõem espectralmente aos da espécie-alvo, associa-se a padrões de divergência nos limites e amplitude espectrais de seus sinais. Foi observado que os sinais acústicos de Allobates sp. são mais curtos e emitidos em freqüências mais baixas em áreas de florestas com maior densidade árvores e com maiores valores de área basal, como previsto pela HAA. No entanto, a modulação do sinal não foi afetada pelos parâmetros ambientais. A presença de espécies sintópicas emitindo sinais com frequencia coincidente a da espécie alvo também não foi associada com a variação de qualquer característica acústica de Allobates sp. Além disso, nosso trabalho destaca a importância de representar a estrutura da vegetação sobre vários parâmetros para relacionar à padrões sutis de variações dos sinais acústicos.
Abstract: The acoustic signals are primordial for communication in a variety of animal groups and they may contain information about the informer’s identity, body size, physical location, species and sexual status even at relatively long distances. If some properties of the acoustic signal is degraded during of their propagation path, the signal lose their effectiveness and cannot fulfill its function. The characteristics of the acoustic signal can be modified due to various environmental effects, mainly related to changes in the structure of the surrounding habitat and background noise consisting of acoustic signals emitted by sympatric organisms conspecific or heterospecific. The Acoustic Adaptation Hypothesis (AAH) suggests that the acoustic communication is adapted to each habitat type, to maximize the transmission distance by minimizing the call attenuation and degradation caused by reverberations. In this paper we evaluate the existence of relations between differentiation into acoustic signals of a species of an Amazonian anuran species (Allobates sp.). The work was conducted in forests along a 600 km, of the interfluve between two large southern tributaries of the Amazon River. Additionally, we searched the acoustic environment across for species that emitted signals that overlapped in bandwidth with those of the focal species. We observed that the acoustic signals of Allobates sp. are shorter and emitted at lower frequencies in forests with higher tree densities and larger tree basal areas, as predicted by AAH. However, signal modulation was not affected by environmental parameters. The presence of a syntopics species that emitted signals with overlapping frequency was not associated with the variation of any acoustic trait of the focal species. Furthermore, our study highlights the importance of representing the structure of the vegetation on several parameters relate to the subtle patterns of variation of acoustic signals.
Palavras-chave: Bioacústica
Anura
Rã-de-folhiço
Área(s) do CNPq: ZOOLOGIA::COMPORTAMENTO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: FARIA, Eveline Salvático. Evolução da variação intraespecífica em cantos de anúncio de Allobates sp.. Manaus: [s.n.], 2014. viii, 53 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1972
Data de defesa: 13-Jun-2014
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Eveline Salvático de Faria.pdf3,66 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons