Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1982
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSousa, Jessica Motta de-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9797362831519000-
dc.contributor.advisor1Farias, Izeni Pires-
dc.contributor.advisor-co1Gordo, Marcelo-
dc.date.accessioned2016-01-05T19:39:18Z-
dc.date.issued2015-06-18-
dc.identifier.citationSOUSA, Jessica Motta de. Distribuição da diversidade genética em Hypsiboas cinerascens (Anura: Hylidae) na Amazônia. Manaus: [s.n], 2015. xiii, 61 f.. Dissertação (Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/1982-
dc.description.resumoDiversas hipóteses foram formuladas para explicar os padrões de biodiversidade amazônica, cuja diversificação biótica tem sido vista como um produto que envolve cenários historicamente complexos e que abrangem uma ampla gama de escalas temporais e espaciais. A anurofauna possui o potencial de aprimorar o entendimento dos processos biogeográficos nos padrões de especiação e diversificação, já que serve como modelo para inferir eventos históricos. Porém, o desafio para quem busca elucidar o processo de diversificação de anuros amazônicos é que grande parcela de sua diversidade é críptica, que tem por consequência uma imprecisão de limites e distribuições das espécies, o que altera drasticamente a nossa percepção da estrutura da biodiversidade e oculta padrões biogeográficos. Um dos componentes da anurofauna amazônica é a espécie Hypsiboas cinerascens, que foi utilizada como modelo para investigar e contribuir com o conhecimento sobre os padrões de distribuição genética da anurofauna na Amazônia. Considerando sua ampla distribuição geográfica, alguns autores indicam a existência de um complexo de espécies e os dados moleculares (sequências de genes mitocondriais e dados genômicos) são importantes ferramentas para a delimitação de linhagens evolutivas e seus limites de distribuição, de forma a clarificar a taxonomia vigente, bem como para a identificação de espécies crípticas, e consequentemente a mostrar padrões biogeográficos. Conforme o exposto, utilizamos o sequenciamento dos genes mitocondriais 16S rRNA e Citocromo b juntamente com o sequenciamento de nova geração (ddRAD-tags), para estudar os padrões de distribuição da diversidade genética de H. cinerascens na Amazônia e assim testar a presença de linhagens crípticas, inferindo padrões biogeográficos sobre as linhagens encontradas. Por meio de análises de distâncias genéticas e formação de grupos biológicos com o 16S rRNA, filogenia concatenada dos genes mitocondriais 16S rRNA e Citocromo B, filogenômica dos ddrad-tags, e estimação do tempo de divergência de ambos genomas, definimos a possível existência de 9 linhagens evolutivas em H.. cinerascens que se originaram do Mioceno ao Plioceno: Japurá- Peru, Manaus-Juruti-Guiana, Matupiri-Purus, Santarém-Alta Floresta, Tefé-Jutaí, Morrinho- Rondônia, Uacari, Guiana Francesa e Negro-Trombetas. As análises filogenômicas confirmaram as linhagens encontradas com o mtDNA, porém com algumas discordâncias entre as topologias. Devido a maior robustez da datação do gDNA, a utilizamos para inferir a história biogegráfica do grupo. Sugerimos que a formação transcontinental do Rio Amazonas nos últimos 10 Ma pode ter sido o evento precursor da diversificação de linhagens, porém devido a complexidade das relações entre os grupos e a falta de amostragem da completa distribuição da espécie, possivelmente diferentes eventos históricos e fatores ecológicos influenciaram as suas distribuições, nos quais não podem ser definidos com exatidão com os nossos dados. A linhagem Negro-Trombetas possui uma história biogeográfica distinta das outras linhagens do complexo, que pode estar associada a ambientes florestais mais abertos na região das Guianas. Futuramente deve ser realizada a revisão taxonômica do grupo para verificar a existência de novas espécies.por
dc.description.abstractSeveral hypotheses have been formulated to explain Amazonian biodiversity patterns, whose biotic diversification has been seen as a result of historically complex scenarios covering a wide range of temporal and spatial scales. Anurofauna has the potential to enhance our understanding of the biogeographic patterns of diversification and processes of speciation, since it serves as a model for inferring historical events. However, the challenge for those seeking to elucidate the processes of diversification of Amazonian frogs is that large portion of its diversity is cryptic, which result in an inaccuracy of limits and distributions of species, which drastically alters our perception of structuring of biodiversity and obscures biogeographic patterns. One of the components of the Amazon anurofauna is the species Hypsiboas cinerascens, which was used as a model to investigate and contribute to the knowledge of the patterns of genetic distribution of anurofauna in the Amazon. Given its wide geographic distribution, some authors have indicated the existence of a species complex with molecular data (mitochondrial gene sequences and genomic data) providing of important tools for the delimitation of evolutionary lineages and their distributional limits, thus clarifying current taxonomy, and for the identification of cryptic species, and thus biogeographic patterns. Given the above, we used sequences of mitochondrial genes 16S RNA and cytochrome b together with the new8 generation sequences (ddRAD-tags) to study the distribution patterns of genetic diversity of H. cinerascens in the Amazon and so testing for cryptic lineages, and inferring biogeographic patterns of the lineages found. Through genetic distance analyses and formation of biological groups with 16S rRNA, concatenated phylogeny of the mitochondrial 16S rRNA and Cytochrome B genes, phylogenomic analyses of the ddRAD-tags, and estimating the time of divergence of both genomes, we identified the possible existence of nine evolutionary lineages in H. cinerascens that originated in the Miocene to the Pliocene: Japurá-Peru, Manaus-Juruti-Guyana, Matupiri-Purus, Santarém-Alta Floresta, Tefé-Jutaí, Morrinho-Rondônia, Uacari, French Guiana and Negro-Trombetas. The filogenomic analyzes confirmed the lineages found in the mtDNA, but with some discrepancies between the topologies. Due to the robustness of the dating of gDNA, we use it to infer the biogeographical history of the group. We suggested that the transcontinental formation of the Amazon River in the last 10 Ma may have been the precursor event for the diversification of the lineages, but due to the complexity of the relationships between groups and the lack of sampling throughout the complete distribution of the H. cinerascens species complex, possibly different historical and ecological factors events influenced their distributions, which can not be identified accurately with our data. The Negro-Trombetas lineage has a distinct biogeographic history of the other lineages of the complex, which may be associated with open forest environments in the region of Guyana. In the future a taxonomic revision of the group should be carried out to verify the existence of new species.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2016-01-05T19:39:18Z No. of bitstreams: 2 Dissertação_Jessica Motta de Sousa.pdf: 16274582 bytes, checksum: 070535e90da95d5052fdada5bc749d48 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-01-05T19:39:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação_Jessica Motta de Sousa.pdf: 16274582 bytes, checksum: 070535e90da95d5052fdada5bc749d48 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Previous issue date: 2015-06-18eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programGenética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectAnurofaunapor
dc.subjectMarcadores Mitocondriaispor
dc.subjectNGSpor
dc.subject.cnpqGENETICA::GENETICA ANIMALpor
dc.titleDistribuição da diversidade genética em Hypsiboas cinerascens (Anura: Hylidae) na Amazôniapor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Jessica Motta de Sousa.pdf15,89 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons