Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2008
Tipo do documento: Dissertação
Título: Distribuição das frações do carbono orgânico nos solos de florestas maduras na bacia Amazônica: o papel das propriedades do solo, da qualidade da liteira e do clima
Autor: Paz, Claudia Pandolfo 
Primeiro orientador: Luizão, Regina C. C.
Primeiro coorientador: Quesada, Carlos Alberto
Resumo: A estabilidade do carbono orgânico no solo (SOC) é dependente das condições do ambiente, como o clima, fatores edáficos e qualidade da matéria orgânica. Assim, considerando-se que existe uma ampla variação destas condições na Bacia Amazônica, espera-se que a concentração de SOC em frações lábeis e estáveis varie também. Investigar esses processos em sistemas florestais naturais é importante para compreender os mecanismos de funcionamento do ecossistema e produzir modelos ecológicos de dinâmica do carbono com um grau maior de precisão. Neste estudo foram respondidas as seguintes questões: (i) como estão distribuídas as frações do SOC em diferentes tipos de solos e profundidades? (ii) como as frações do SOC estão inter-relacionadas? (iii) qual é o papel das propriedades do solo, da qualidade das folhas da liteira e das variáveis climáticas sobre a distribuição das frações do SOC ao longo da Bacia Amazônica? O estudo foi realizado em 30 parcelas de 1h de florestas maduras no Brasil, Peru, Colômbia e Guiana Francesa. Foram utilizadas técnicas de fracionamento da matéria orgânica do solo e análises químicas e físicas padronizadas do solo e liteira. Os resultados mostraram uma variação na concentração de SOC nas frações ao longo do gradiente de intemperismo do solo. Os solos mais jovens e férteis tenderam a apresentar maiores concentrações de SOC associada às frações minerais estáveis (silte+argila), enquanto os solos altamente intemperizados como Ferralsols e Acrisols apresentaram maiores concentrações de SOC nos agregados do solo. Os solos arenosos e altamente inférteis tenderam a apresentar maiores concentrações de SOC nas frações leve, entretanto a labilidade dessa fração da MOS pode variar dependendo da qualidade da matéria orgânica. A concentração de SOC nas frações do solo demonstrou ser principalmente controlada pelos fatores edáficos, com exceção da fração leve que apresentou relação forte com a qualidade da liteira. Nós encontramos poucas evidências do efeito direto do clima sobre as frações de SOC.
Abstract: Soil organic carbon (SOC) stability is a function of environmental and biological conditions such as edaphic factors, climate and organic matter quality. Considering that a wide variation occurs in all these parameters across Amazonia, one could expect that there should be systematic variations in SOC fractions across the area. Understand the processes involved in carbon stabilization in tropical pristine forests is very important to improve our understanding of ecosystem function and to allow the preparation of better and more accurate models of soil carbon dynamics. We used soil carbon fractionation techniques to answer the following questions: (i) How the different soil carbon fractions are distributed among the different soil types, at varying depths (ii) How they are inter-related and (iii) What is the role of soil properties, climate and litter quality in modulating SOC fractions across the Amazon Basin. This study was carried out on 30 1 hectare pristine rainforest plots located at Brazil, Peru, Colombia and French Guyana. Our results show that SOC concentration in the different fractions vary following a soil weathering gradient, where soil carbon on young, more fertile soils is predominantly associated to relatively stable pools (silt+clay fraction) while highly weathered soils such as Ferralsols and Acrisols have large proportion of their soil carbon associated with stable aggregates. Very sandy and infertile soils have organic matter mainly associated with the maintenance of particulate organic matter on soil surface, which is clearly associated to poor organic matter quality and low decomposability. Concentration of SOC on most fractions was found to be mainly associated to edaphic properties, with the exception of the light fraction which is related to litter quality. We have found little evidence of climate influence on SOC fractions.
Palavras-chave: Solos tropicais
Carbono orgânico
Fracionamento da matéria orgânica
Área(s) do CNPq: CIENCIA DO SOLO::QUIMICA DO SOLO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: PAZ, Claudia Pandolfo. Distribuição das frações do carbono orgânico nos solos de florestas maduras na bacia Amazônica: o papel das propriedades do solo, da qualidade da liteira e do clima. Manaus: [s.n.], 2011. viii, 69 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2008
Data de defesa: 21-Set-2011
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Claudia Pandolfo Paz.PDF2,57 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons