Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2014
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva, Silane Aparecida Ferreira da-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4618435355340098-
dc.contributor.advisor1Absy, Maria Lúcia-
dc.contributor.advisor-co1Jaramillo, Carlos A.-
dc.date.accessioned2016-01-22T17:32:01Z-
dc.date.issued2008-02-13-
dc.identifier.citationSILVA, Silane Aparecida Ferreira da. Palinologia do neógeno da bacia do alto solimões: aspectos sistemáticos, bioestratigráficos e paleoecológicos. Manaus: [s.n.], 2008. viii, 80 f.. Tese (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/2014-
dc.description.resumoA Amazônia apresenta uma grande diversidade biológica distribuída em uma grande e heterogênea área geográfica. Para explicar essa alta riqueza muitas hipóteses têm sido sugeridas. Entretanto, poucos estudos sobre a história geológica e paleontológica têm sido desenvolvidos com o objetivo de se conhecer aspectos paleoecológicos da Amazônia em tempos passados. Devido a essa carência em estudos paleontológicos, encontram-se disponíveis na literatura contraditórias hipóteses que tentam explicar a evolução do ambiente amazônico bem como determinados aspectos biogeográficos. Essa tese foi desenvolvida com o objetivo de levantar aspectos gerais da ecologia e estratigrafia da Amazônia usando-se como ferramenta a palinologia. Entretanto, foi observado que a nomenclatura palinológica empregada na literatura, e amplamente usada em trabalhos especializados, necessitava de uma detalhada revisão. Para esse estudo foram usadas 41 amostras de sedimentos de duas sondagens realizadas na região do Alto Solimões. Sistematicamente, foram descritas 112 espécies, cerca de 51 novas espécies, 7 novas combinações foram propostas. Botanicamente, muitos gêneros foram registrados pela primeira vez na Amazônia, sendo que o uso dessas informações são importantes para calibração de relógios moleculares. Estratigraficamente, um novo zoneamento para o Plioceno foi proposto usando-se o método de Associações unitárias para definir as novas associações. Em relação ao ambiente, pode-se afirmar que predominou o sistema fluvial altamente dinâmico, sem nenhum registro indicando ambiente costeiro ou marinho. Desde o Mioceno/Plioceno muitos gêneros de plantas presentes na Amazônia atualmente já estavam presentes, indicando que a diversidade atual pode ser resultado de uma longa história de estabilidade ambiental.por
dc.description.abstractThe Amazon region harbors high biologic diversity distributed throughout a huge and heterogeneous area. Many hypotheses try to explain this high diversity present in Amazonia, as well as in other tropical rainforests. However, few studies about the geological and paleontological histories have been developed in order to find out paleoecological patterns of the Amazonian history. In reason of the scarcity of paleontological studies, some contradictory hypotheses that try to explain the evolution of the Amazonian environment, as well as some biogeographical aspects, are available in the literature. The present study was conducted in order to find out some general aspects of the ecology and stratigraphy of the Amazonia using Palynology as the main tool. However, it was observed that the palynological nomenclature used presently needed a review. Forty-one samples from 2 cores located in the Upper Solimões Basin were analyzed. One hundred twelve species were systematically described, with 51 being new species, and 7 new combinations were proposed. Many genera were recorded for the first time in Amazonia. This kind of information is useful to calibrate molecular clocks. New stratigraphic zones were proposed for the Pliocene using the Unitary Association method, and the environment was interpreted as a highly dynamic freshwater system, with no evidence of coastal or marine influence. Many plant genera that exist today were present since the Miocene/Pliocene, suggesting that the high modern biodiversity could be the result of a long history of environmental stability.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2016-01-22T17:32:01Z No. of bitstreams: 2 Tese_Silane Aparecida Ferreira da Silva.pdf: 13352157 bytes, checksum: bb785a06ecd444c9dcf312e113159a88 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-01-22T17:32:01Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Tese_Silane Aparecida Ferreira da Silva.pdf: 13352157 bytes, checksum: bb785a06ecd444c9dcf312e113159a88 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Previous issue date: 2008-02-13eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programBiologia (Ecologia)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectPaleopalinologiapor
dc.subjectPaleoecologiapor
dc.subjectBioestratigrafiapor
dc.subject.cnpqECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADApor
dc.titlePalinologia do neógeno da bacia do alto solimões: aspectos sistemáticos, bioestratigráficos e paleoecológicospor
dc.typeTesepor
Aparece nas coleções:Doutorado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Silane Aparecida Ferreira da Silva.pdf13,04 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons