Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2015
Tipo do documento: Tese
Título: Estoques de biomassa em diferentes cenários de uso da terra ao norte de Manaus, Amazônia Central brasileira
Autor: Wandelli, Elisa Vieira 
Primeiro orientador: Fearnside, Philip Martin
Resumo: A alta produtividade primária e a ampla distribuição da vegetação secundária (capoeira) na paisagem agrícola da Amazônia indicam o potencial desta cobertura vegetal de absorver quantidades significantes de carbono da atmosfera. Para poder calcular estes fluxos e estoques de carbono e remunerar os serviços ambientais da vegetação secundária deve-se usar modelos indiretos de estimativa de biomassa ajustados às amplitudes de condições sucessionais de cada região. Foram investigados os efeitos de diferentes formas de uso da terra nos estoques e nas taxas de acúmulo de biomassa das capoeiras originadas de agricultura e pastagens abandonadas de propriedades rurais do Assentamento Tarumã Mirim e em áreas de pastagens degradadas abandonadas da Estação Experimental da Embrapa (AM), na Amazônia Central. Foram desenvolvidos modelos matemáticos a partir da altura total, diâmetro à altura do peito (DAP) e histórico de uso da terra em 24 capoeiras para estimar a biomassa de árvores e o estoque de biomassa de áreas de vegetações secundárias. Dados de biomassa foram obtidos por metodologia destrutiva através da pesagem de todas as plantas com DAP superior a 1 cm em capoeiras com idades de 1 a 15 anos originadas de áreas de agricultura e pastagens abandonadas. Com estes dados foram desenvolvidas equações alométricas monoespecíficas para 13 espécies e equações multiespecíficas para um conjunto de: 121 espécies arbóreas; 12 espécies arbustivas; e plantas mortas que permanecem em pé. A taxa e o acúmulo de biomassa do 3o ao 21o ano de idade de vegetações secundárias estabelecidas em pastagens degradadas foram avaliados indiretamente com as equações alométricas desenvolvidas. Medições contínuas das pastagens degradadas foram realizadas anualmente em parcelas permanentes de capoeiras com três diferentes intensidades de uso. A biomassa acumulada e a riqueza florística em pastagens abandonadas são maiores quanto menor o tempo em que a área foi submetida ao pastejo. O estoque de biomassa foi determinado mais em função da intensidade de uso do que da idade da capoeira. Ao longo da sucessão as taxas de acúmulo de biomassa não são lineares, tendo grandes variações interanuais. Nos anos em que a seca é crítica há estagnação e até perda de biomassa nas parcelas de vegetação secundária. Variações nas práticas de manejo de capoeira entre agricultores também afetam o acúmulo de biomassa. A maioria dos agricultores assentados que não têm origem agrícola não associam a prática de pousio à recuperação da fertilidade do solo através da regeneração natural. Considerando o valor irrisório por tonelada de carbono pago pelo mercado internacional e a média da extensão da área de vegetação secundária por propriedade de 0,91 ha e a duração media de pousio de 1,9 anos no Assentamento Tarumã Mirim, o que uma família rural lucraria pelo carbono acumulado pela capoeira não representaria compensação financeira suficientemente atrativa. Se o mercado passar a ter um valor diferenciado para o carbono fixado pela agricultura familiar, e considerar os plantios agroflorestais e, principalmente, o desmatamento evitado, a comercialização do carbono agregaria valor às atividades produtivas sustentáveis. Este trabalho contribui com o entendimento dos fatores ecológicos e sociais determinantes dos processos sucessionais na paisagem agrícola da Amazônia Central.
Abstract: The high primary productivity of secondary vegetation (capoeira) and the large extent and continued presence of this land cover in the agricultural landscape of Amazonia indicate the capacity of this vegetation to absorb substantial amounts of carbon from the atmosphere. In order to calculate these flows and stocks of carbon and to remunerate the environmental services of secondary vegetation, indirect models of biomass estimation are needed that are adapted to the range of sucessional conditions in each region. We investigated the effects of different forms of land use among rural settlers on aboveground biomass estimates and the chronological progression of biomass accumulation in abandoned pastures in small rural properties in the Tarumã Mirim settlement near the city of Manaus in Central Amazonia. We developed mathematical models using total height and diameter at breast height of all plants and indices related to the use history of the land to estimate plant biomass in 24 plots used by rural settlers. Biomass data were obtained using destructive sampling of all plants with diameter at breast height > 1 cm in secondary vegetation ranging from 1 to 15 years of age that had been used as pasture and agriculture. With these data we developed monospecífic allometric equations for 13 species and multispecífic equations for a group of 121 species of trees, for a group of 12 species of bushes and for dead plants that remain standing. We also developed indirect methodologies of estimate biomass stocks in capoeiras through less-difficult nondestructive methods. The rate and the accumulation of biomass from the 3rd to the 21st year of age of secondary vegetation established in degraded pastures were indirectly appraised using the allometric equations we developed. A continuous inventory of the degraded pastures was carried out annually in permanent plots in capoeiras with three different use intensities. Both the amount of accumulated biomass and the florístic richness in abandoned pastures are higher when the areas had been subjected to less time under grazing. The biomass stock is determined more by the intensity of previous use than by the age of the capoeira. Along course of succession the rates of biomass accumulation are not linear, there being a high degree of interannual variation, with stagnation and even biomass loss in the secondary vegetation plots during years with severe droughts. Variation of capoeira management practices by settlers with different profiles also affected the biomass accumulation. Settlers who were living in cities prior to moving to the rural area showed poor knowledge of capoeira management practices and burned the capoeira too early (< 2 years of fallow time). At this age the capoeira has not produced enough biomass to increase soil fertility and to maintain it over the long term. These urban-originated settlers do not associate the practice of fallowing with the recovery of soil fertility through natural regeneration. This study contributes to the understanding of biological and social factors that determine sucessional processes in the agricultural landscape of central Amazonia.
Palavras-chave: Vegetação secundária
Biomassa
Uso da terra
Área(s) do CNPq: ECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: WANDELLI, Elisa Vieira. Estoques de biomassa em diferentes cenários de uso da terra ao norte de Manaus, Amazônia Central brasileira. Manaus: [s.n.], 2008. xxiv, 75 f.. Tese (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2015
Data de defesa: 10-Dez-2008
Aparece nas coleções:Doutorado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Elisa Vieira Wandelli.pdf1,69 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons