Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2054
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo etnofarmacognóstico de plantas medicinais popularmente indicadas para tratamento de doenças tropicais em nove comunidades ribeirinhas do rio Solimões no trecho Coari-Manaus-AM
Autor: Prata-Alonso, Ressiliane Ribeiro 
Primeiro orientador: Mendonça, Maria Sílvia de
Resumo: A Amazônia é um bioma que possui significativa diversidade cultural e biológica. O conhecimento local de populações ribeirinhas a respeito das plantas medicinais pode servir de base para a descoberta de novos fármacos para cuidados com doenças tropicais que acometem essas populações. O presente trabalho analisa informações a respeito de plantas medicinais utilizadas para o tratamento de doenças tropicais por comunidades ribeirinhas e identifica substâncias quimicamente ativas em células e/ou tecidos em espécies selecionadas a partir do cálculo de concordância de uso principal de uma espécie (CUP). A pesquisa foi realizada em nove comunidades ribeirinhas ao longo do trecho Coari-Manaus/AM. As entrevistas foram realizadas de março de 2007 a março de 2008, utilizando formulário semiestruturado com perguntas abertas e fechadas, relativas ao uso de plantas para o tratamento de doenças tropicais. Os entrevistados foram escolhidos por amostragem não probabilística e intencional de informantes que conhecem e usam plantas medicinais, através do método “bola de neve”. Para análise dos dados, foi aplicado cálculo da porcentagem de concordância quanto ao uso principal de uma espécie (CUP). Análises anatômicas, histoquímicas e fitoquímicas foram feitas segundo metodologias usuais. Foram entrevistados 150 moradores nas comunidades. A malária apresentou-se como a única doença, dentre as tropicais, para a qual os entrevistados conhecem plantas para seu tratamento. Das 17 espécies citadas, destacam-se duas que apresentaram maior CUP. Essas espécies foram coletadas e identificadas como Senna occidentalis (manjerioba) e Senna reticulata (mata-pasto). S. occidentalis é usada para profilaxia da malária, indicada para “conservar o fígado” pelo uso do chá preparado por infusão das folhas e raízes, uma vez ao dia, ao longo do ano. S. reticulata é empregado o chá por infusão da raiz, flor, gema, ou folha, que pode ser tomado 8 vezes ao dia, por 3 dias. A indicação de uso dessas plantas é, de acordo com os usuários, eficaz na recuperação da malária e deve ser concomitante com os cuidados médico hospitalares. A alta CUP de S. occidentalis refere-se à importância do seu uso somente para o tratamento de malária, diferente das outras espécies que possuem diferentes indicações de uso. S. reticulata obteve alta CUP por ser a espécie mais indicada pelos ribeirinhos. A análise anatômica revelou que as folhas de S. occidentalis e S. reticulata são semelhantes em relação à estrutura anatômica, diferenciando-se na presença de tricomas glandulares em S. occidentalis, papilas na epiderme de S. reticulata e na composição histoquímica. As raízes das duas espécies analisadas também se assemelham, destacando-se a presença de fibras gelatinosas e cristais prismásticos e drusas. A prospecção fitoquímica revelou cumarinas, flavanonas, catequinas, esteroides livres, saponinas e bases quaternárias. Os ribeirinhos conhecem e usam plantas para o tratamento e profilaxia da malária, sendo que S. occidentalis e S. reticulata possuem diversos metabólitos que podem estar relacionadas à atividade terapêutica das mesmas.
Abstract: The Amazon is a biome that has a significant cultural and biological diversity. The local knowledge of coastal communities regarding medicinal plants can serve as a basis for discovery of new drugs for tropical diseases care that affect these populations. This work focuses on the analysis of information about medicinal plants used for tropical diseases for coastal communities and identify chemically active substances in cells and/or tissue in selected species from the calculation of the concurrence of primary use of a species (CPU). The survey was conducted in nine coastal communities along the stretch Coari-Manaus/AM. The interviews were conducted from March 2007 to March 2008 using a semistructured with open and closed questions concerning the use of plants to treat tropical diseases. The informants were chosen for sampling non probabilistic intentional informants who know and use medicinal plants, through the method of "snowball". For data analysis was applied to calculate the percentage of agreement as to the principal use of a species (CPU). Anatomical analysis, histochemical and phytochemical methods were done following usual. We interviewed 150 residents in the communities. Malaria was the only disease, tropical diseases for which respondents know for its treatment plants. Of the 17 species cited two stand out with higher CPU. These species were collected and identified as Senna occidentalis (manjerioba) and Senna reticulata (mata-pasto). S. occidentalis is used for malaria prophylaxis, given to "keep the liver" for the use of tea prepared by infusion of the leaves and roots, once a day, throughout the year. S. reticulata is employed by the tea infusion, root, flower, bud, or leaf, which can be taken eight times a day for 3 days. The indication for using these plants is to users, effective in recovering from malaria and should be concomitant to hospital medical care. High CPU S. occidentalis refers to the importance of its use only for treatment of malaria, unlike other species that have different instructions for use. CPU S. reticulata was discharged for being the most suitable species for the riparian countries. The anatomical analysis revealed that the leaves of S. occidentalis and S. reticulata are similar in anatomical structure, differing in the presence of glandular trichomes in S. occidentalis, papillae on the epidermis of S. reticulata, histochemistry and composition. The roots of the two species examined are also similar, highlighting the presence of fibers gelatinous and crystals prismatcs and druse. The phytochemical screening revealed coumarins, flavanones, catechins, free steroids, saponins and quaternary compounds. The riverine know and use plants for treatment and prophylaxis of malaria, and S. occidentalis and S. reticulata have several metabolites that may be related to the same therapeutic activity.
Palavras-chave: Etnofarmacologia
Plantas Medicinais
Anatomia vegetal
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: PRATA-ALONSO, Ressiliane Ribeiro. Estudo etnofarmacognóstico de plantas medicinais popularmente indicadas para tratamento de doenças tropicais em nove comunidades ribeirinhas do rio Solimões no trecho Coari-Manaus-AM. Manaus: [s.n.], 2011. xi, 100 f.. Tese (Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2054
Data de defesa: 13-Dez-2011
Aparece nas coleções:Doutorado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Ressiliane Ribeiro Prata Alonso.pdf3,87 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons