Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2083
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de biomassa e óleo de rebrotas de galhos e folhas de pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke) em plantios comerciais submetidos à poda e adubação
Autor: Takeda, Patricia Sayuri 
Primeiro orientador: Sampaio, Paulo de Tarso Barbosa
Primeiro coorientador: Pohlit, Adrian Martin
Resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar a produção de biomassa e a produtividade do óleo de galhos e folhas de árvores de pau-rosa (Aniba rosaeodora) em plantios comerciais com idades de 3 e 5 anos, submetidos à poda e adubação, localizados no município de Maués, estado do Amazonas, Brasil. O plantio de 3 anos possui 1.240 árvores com espaçamento de 1,5 m x 2,0 m, e o plantio de 5 anos possui 335 árvores e espaçamento de 3 m x 4 m. Foi utilizado um delineamento experimental inteiramente ao acaso, com esquema fatorial de 2 x 2 (intensidade de poda e adubação), composto por 4 tratamentos. Foram utilizados dez repetições para cada tratamento, por plantio. As copas foram podadas e quantificadas a biomassa dos galhos e folhas, através do método direto. Para a adubação foram utilizados os adubos: calcário dolomítico, uréia (45 % N), superfosfato triplo (40 % P 2 O 5 ), cloreto de potássio (60 % K 2 O). A avaliação da rebrota da copa foi obtida pelo número, comprimento e diâmetro das rebrotas. Após 12 meses, as árvores foram novamente podadas e determinada a biomassa da rebrota produzida e qualificado e quantificado o óleo de galhos e folhas. Para a avaliação da produtividade do óleo essencial foram selecionadas três amostras aleatórias de cada tratamento. A extração do óleo foi feita por hidrodestilação, utilizando o aparelho de Clevenger. A qualidade do óleo foi determinada através de cromatografia gasosa acoplada à espectroscopia de massas (CG-EM), assim como a quantificação do linalol, determinado por cromatografia gasosa com detector de ionização de chamas (CG-DIC). A maior produção de biomassa total da copa de árvores de pau-rosa foi obtida no plantio de 5 anos de idade, com 24 ton/ha, enquanto que no plantio de 3 anos produziu uma quantidade inferior, com cerca de 5 ton/ha. O plantio de 3 anos produziu maior quantidade de biomassa das rebrotas (16 ton/ha), em apenas 12 meses da aplicação da poda, enquanto o plantio de 5 anos produziu quantidade inferior (13 ton/ha). Os tratamentos com poda a 100 % tiveram melhores respostas na produção de biomassa das rebrotas de galhos e folhas, em ambos os plantios. A adubação não foi um fator determinante na produção de biomassa das rebrotas da copa, no intervalo de tempo de 12 meses. O rendimento de óleo, no plantio de 3 anos, foi maior no tratamento com poda a 100% e adubação, tanto de galhos quanto de folhas, com 2,43 % e 4,28 %, respectivamente, enquanto que no plantio de 5 anos, o maior rendimento de óleo dos galhos foi obtido no tratamento com poda a 50 % e adubação. O teor de linalol encontrado nos óleos de galhos foi superior ao dos óleos das folhas, com 64 % de linalol nos galhos e 50 % nas folhas do plantio de 3 anos, e 65 % de linalol nos galhos e 38 % nas folhas do plantio de 5 anos. O conteúdo de óleo essencial e de linalol nas folhas e galhos finos, mostrou que é mais rentável a extração de óleo destas partes vegetais do que os obtidos da madeira. Além de evitar a extinção da espécie, proporciona maior produção, principalmente se for adotado o sistema de podas periódicas.
Abstract: This study aimed to evaluate the production of biomass and productivity of oil branches and leaves of rosewood (Aniba rosaeodora) trees in commercial plantations with ages of 3 and 5 years, subject to pruning and fertilization, located in Maués, states of Amazonas, Brazil. The planting of 3 years has 1,240 trees with spacing of 1.5 m x 2.0 m and the planting of 5 years has 335 trees with spacing of 3 m x 4 m. A completely randomized design was used for the experiment, with factorial of 2 x 2 (intensity of pruning and fertilization), composed of 4 treatments, with ten replicates were used for each treatment, for plantation. The crowns were pruned and quantified the biomass of branches and leaves, through the direct method. For fertilization were used dolomitic limestone, urea (45 % N), triple superphosphate (40 % P 2 O 5 ), potassium chloride (60 % K 2 O). The evaluation of sprout of the crown was made by resulting in the number, length and diameter of sprouts. After 12 months, the trees were pruned again; determining the amount of biomass produced the sprout and quantified and qualified the oil of branches and leaves. To the evaluation of the productivity of essential oil were selected three random samples of each treatment. The extraction of oil was made by hidrodistillation, using apparatus for Clevenger. The quality of the oil was determined by gas chromatography coupled to mass spectrometry (GC-MS), and the quantification of linalool, determined by gas chromatography with flame ionization detector (GC-FID). The highest total biomass production of the crowns of trees, rosewood (Aniba rosaeodora) was obtained from the planting of 5 years old, with 24 ton/ha, whereas in the planting of 3 years produced a smaller quantity, with about 5 ton/ha. The planting of 3 years produced the largest quantity of biomass of sprout (16 ton/ha) in only 12 months of implementation of pruning, while the planting of 5 years produced smaller quantity (13 ton/ha). The treatments with pruning to 100 % of which had better answer with respect to the production of biomass of sprout of branches and leaves, in both plantations. The fertilizer was not a determining factor in the production of biomass of sprout of the crown, in plantations of 3 and 5 years, in the time interval of 12 months. The production of oil in the planting of 3 years was higher in treatment with a 100 % pruning and fertilization, as both branches of leaves, with 2.43 % and 4.28 % respectively, while the planting of 5 years the higher production of branches oil was obtained in treatment with a 50 % pruning and fertilization. The content of linalool found in oils of branches was higher than that of oils from the leaves, with 65 % of linalool in branches and 50 % in the leaves, in the planting of 3 years, and 65 % of linalool in branches and 38 % in the leaves of planting of 5 years. The content of essential oil and linalool in the branches and leaves showed that it is more profitable to extract oil from these parts of the plant that made of wood. In addition to prevent the extinction of species, provides increased production, especially if it is adopted the system of periodic pruning.
Palavras-chave: Pau-rosa
Óleo essencial
Biomassa
Área(s) do CNPq: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::ENERGIA DE BIOMASSA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: TAKEDA, Patricia Sayuri. Avaliação de biomassa e óleo de rebrotas de galhos e folhas de pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke) em plantios comerciais submetidos à poda e adubação. Manaus: [s.n.], 2008. xiv, 73 f.. Dissertação (Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2083
Data de defesa: 16-Out-2008
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Patricia Sayuri Takeda.pdf5,79 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons