Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2089
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorDurgante, Flávia Machado-
dc.contributor.advisor1Higuchi, Niro-
dc.contributor.advisor-co1Vicentini, Alberto-
dc.date.accessioned2016-02-05T18:56:03Z-
dc.date.issued2011-03-14-
dc.identifier.citationDURGANTE, Flávia Machado. Discriminação de espécies florestais com a utilizaçao da razão isotópica 13 C e 15 N e espectroscopia no infra-vermelho próximo (FT-NIRs)). Manaus: [s.n.], 2011. xii, 77 f.. Dissertação (Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/2089-
dc.description.resumoCombinar alta tecnologia e técnicas apropriadas para discriminar espécies florestais é necessário para aprimorar o sistema de inventário da biodiversidade em países tropicais. Este estudo foi realizado para verificar o desempenho da razão isotópica 13C e 1 5 N, os valores de concentração totais de N e C (%) e a espectroscopia no infravermelho próximo (NIRs) nas folhas como indicadores para discriminar 8 espécies de Eschweilera e duas de Corythophorada Amazônia. Pôde-se observar que as análises isotópicas e a concentração de N e C foliar não são suficientes para distinguir espécies do mesmo gênero. A espectroscopia no infravermelho próximo (FT-NIRS), no entanto, apresentou excelente desempenho, destacando-se como uma ferramenta promissora para aprimorar o sistema de discriminação de espécies. Ao utilizar a média de 36 leituras espectrais para representar um indivíduo, obteve-se 99,4% de discriminação das espécies. Com apenas uma leitura espectral por indivíduo, foi encontrado uma taxa de discriminação de 97,1%. Num futuro próximo, um FT-NIRS portátil, por exemplo, poderá ser utilizado na floresta para coletar os dados de inventários. A única exigência é a alimentação da memória, que deve ser realizada com a identificação mais confiável e consistente dos botânicos, com as mais abundantes espécies arbóreas amazônicas. Este processo deve ser aperfeiçoado ao longo do tempo em novos inventários. De qualquer modo, o uso do NIRS demonstrou ser mais confiável do que a prática duvidosa de identificação utilizada em muitos inventários na Amazônia Brasileira.por
dc.description.abstractThe combined use of high technology instruments and appropriate techniques for discriminating tree species isnecessary to improve the biodiversity inventory system in tropical countries. This study was carried out to verify the performance of C and N isotopes ratios, the total leaf concentration values of C and N (%) and near-infrared spectroscopy readings as indicators to discriminate eight species of Eschweilera and two of Corythophora of the Brazilian Amazon. It was observed that the isotopes analysis and the leaf N and C concentrationswere not reliable enough to discriminate the studied species. However, the near infrared spectroscopy (FT-NIRS) presented an outstanding performance; therefore, it seems to be a promising tool to improve tree species discrimination system. Utilizing thirty-six spectral readings to represent an individual, we obtained 99.4% of correct species discrimination. When only one spectral reading from any part of the leaf was used, the correct discrimination reached 97.1 %.In the near future, a portable FT-NIRS, for instance, could be used in forest inventory data collection. The only requirement is the memory feeding, which should be done using the most reliable and consistent botanical identification of the most abundant Amazonian tree species. This process should be refined over time with the feedback from new inventories. By any means, the use of FT-NIRS has demonstrated that it is much more reliable than the rule of thumb highly practiced for tree identification during forest inventory carried out in the Brazilian Amazon.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2016-02-05T18:56:03Z No. of bitstreams: 2 Dissertação_Flávia Machado Durgante.pdf: 1850407 bytes, checksum: eaf46de345b31daa697ee3bcfbccbf12 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-02-05T18:56:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação_Flávia Machado Durgante.pdf: 1850407 bytes, checksum: eaf46de345b31daa697ee3bcfbccbf12 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Previous issue date: 2011-03-14eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas - FAPEAMpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programCiências de Florestas Tropicais (CFT)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectAmazonianapor
dc.subjectEspectroscopia no infra vermelhopor
dc.subjectLecythidaceaepor
dc.subject.cnpqENGENHARIA NUCLEAR::APLICACOES DE RADIOISOTOPOSpor
dc.titleDiscriminação de espécies florestais com a utilizaçao da razão isotópica 13 C e 15 N e espectroscopia no infra-vermelho próximo (FT-NIRs))por
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Flávia Machado Durgante.pdf1,81 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons