Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2104
Tipo do documento: Dissertação
Título: O efeito da hipóxia sobre o metabolismo e a expressão dos genes HIF-1α e VEGF do ciclídeo amazônico Astronotus ocellatus (Agassiz, 1831)
Autor: Baptista, Ramon Barros
Primeiro orientador: Almeida-Val, Vera Maria Fonseca de
Primeiro coorientador: Nozawa, Sérgio Ricardo
Resumo: Os peixes amazônicos apresentam inúmeras estratégias ligadas à captação de oxigênio em resposta aos períodos de escassez deste gás no meio aquático, as quais estão relacionadas à sua evolução e estilo de vida. O Astronotus ocellatus é uma espécie de extrema tolerância à hipóxia e algumas de suas respostas fisiológicas, bioquímicas e moleculares puderam ser avaliadas neste trabalho. Em condições de hipóxia severa (0,5 mgO 2 /L) os parâmetros hematológicos são respostas primárias que se ajustaram para aumentar e tornar mais eficiente o carreamento de oxigênio aos tecidos, observado através do aumento do hematócrito, do número de eritrócitos circulantes e da concentração de hemoglobina. Além disso, o aumento da glicose demonstrou sua importância no abastecimento do metabolismo de carboidratos, principalmente da glicólise anaeróbica, em períodos de escassez de oxigênio. Outra estratégia, e talvez a mais importante no aumento da tolerância desta espécie à hipóxia, é a supressão generalizada do metabolismo, evidenciada por meio da redução na atividade das enzimas MDH e CS em tecidos como fígado, coração e cérebro, além da redução da enzima glicolítica LDH no cérebro. O aumento da expressão dos genes HIF-1α e VEGF em condições de hipóxia severa revelou a importância destes genes, respectivamente, na transcrição de genes alvo específicos relacionados à hipóxia e no aumento da vascularização dos tecidos, facilitando o transporte de oxigênio através do sangue. Como o acará-açu vivencia situações de flutuação diária nos níveis de oxigênio em seu habitat natural, uma importante estratégia diante destes eventos periódicos é sua recuperação rápida e adequada após o estresse hipóxico, observada neste trabalho através da reorganização dos parâmetros hematológicos, da maquinaria enzimática e da transcrição de genes essenciais durante a retomada de oxigênio.
Abstract: Amazonian fishes exhibit a variety of strategies related to oxygen uptake in response to shortages of gas into water, related to their lifestyle and evolution. The Astronotus ocellatus is a species of extreme tolerance to hypoxia and some of their physiological, biochemical and molecular techniques could be evaluated in this study. Under conditions of severe hypoxia (0.5 mgO2 / L) the hematological parameters are primary responses and were adjusted to increase and make more efficient the carrying of oxygen to tissues, observed by the increase of hematocrit, the number of circulating erythrocytes and hemoglobin concentration. Furthermore, increased glucose demonstrated its importance in the supply of carbohydrate metabolism, especially in anaerobic glycolysis, in times of shortage of oxygen. Another strategy, and perhaps most important in increasing tolerance to hypoxia of the species was widespread suppression of metabolism evidenced by the reduction in activity of enzymes MDH and CS in tissues such as liver, heart and brain, as well as reducing glycolytic enzyme LDH in the brain. Increased expression of HIF-1α and VEGF genes in conditions of severe hypoxia revealed the importance of these, respectively, in the transcription of specific target genes related to hypoxia and increased vascularity of tissues, facilitating the transport of oxygen through the blood. As the oscar experiencing situations of daily fluctuation in oxygen levels in their natural habitat, an important strategy in the face of these periodic events is rapid and adequate recovery after hypoxic stress, observed in this work through the reorganization of hematological parameters, the enzymatic machinery and transcription of essential genes for the resumption of oxygen.
Palavras-chave: Astronotus ocellatus
Expressão genética
Metabolismo
Área(s) do CNPq: GENETICA::GENETICA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: BAPTISTA, Ramon Barros. O efeito da hipóxia sobre o metabolismo e a expressão dos genes HIF-1α e VEGF do ciclídeo amazônico Astronotus ocellatus (Agassiz, 1831). Mnaus: [s.n.], 2011. ix, 57 f.. Dissertação (Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2104
Data de defesa: 17-Fev-2011
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Ramon Barros Baptista.pdf675,56 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons