Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2115
Tipo do documento: Dissertação
Título: GERMINAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E RESPOSTA AO ALAGAMENTO DE Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth. (FABACEAE) DE POPULAÇÕES DE VÁRZEA E IGAPÓ DA AMAZÔNIA CENTRAL
Autor: SANTOS, LUCÉLIA RODRIGUES 
Primeiro orientador: Wittmann, Florian Karl
Resumo: As áreas alagáveis amazônicas representam 16% dos 5.000.000 km² da Amazônia Brasileira. Os principais tipos de áreas inundáveis são as várzeas e os igapós. Ecossistemas estes com características bem distintas quanto à físico-química da água e do solo; enquanto a várzea é inundada por águas brancas ricas em nutrientes, o igapó sofre inundação de águas pretas com uma menor quantidade nutrientes dissolvidos, diferença esta que se reflete no solo dessas áreas. As espécies vegetais que habitam áreas alagáveis lançam mão mecanismos fisiológicos específicos para tolerar o estresse da redução de oxigênio durante a inundação. Entretanto, existem limitações impostas também pela físico-química desses dois ambientes de forma que poucas espécies podem ser encontradas na várzea e no igapó, como é o caso do Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth., espécie escolhida para investigar a influência do solo de várzea e igapó na germinação, crescimento e desenvolvimento de plântulas em casa de vegetação. Foram analisadas as características biométricas das sementes, a evolução da germinação em relação ao tempo, a área foliar específica, a quantidade de nutrientes encontrados nas folhas e a quantidade de biomassa nas plântulas e indivíduos das populações de várzea e igapó em seu solo de origem e em vermiculita. Considerando a origem, as sementes variam apenas no peso e na espessura, tendo as sementes de várzea apresentado maiores médias de peso e as de igapó as maiores médias de espessura. Não houve diferença significativa na porcentagem de germinação, as médias de comprimento e peso da parte aérea foram maiores nas plântulas de igapó do que nas de várzea. Não houve diferença nas médias de peso da raiz, no crescimento e na biomassa. Não houve diferença nas alterações morfológicas externas e nas taxas de sobrevivência com relação ao alagamento. Não houve diferença significativa com relação ao comprimento e peso da parte aérea. A menor média de diâmetro foi observada nos indivíduos de várzea que cresceram em solo de igapó, as médias de área foliar específica não diferiram estatisticamente entre si. A quantidade de macro e micronutrientes nas folhas de M. acaciifolium de várzea e igapó variou nos dois tipos de solo e com relação à procedência, sendo que os indivíduos de igapó em solo de igapó de modo geral exibiram mais nutrientes nas folhas comparados aos indivíduos de várzea. Os resultados sugerem que os indivíduos de M. acaciifolium de igapó apresentam uma maior plasticidade adaptativa às condições do meio do que os indivíduos de M. acaciifolium de várzea.
Abstract: Amazon floodplains represent 16% of all the 5.000.000 km² of the Brazilian Amazon, where the major floodable areas are várzeas and flooded forests (igapós). These two ecosystems feature very different characteristics in terms of physical-chemical water and soil: the várzea is flooded by nutrient-rich white waters, while the igapó is flooded by black waters with fewer nutrients dissolved. This difference is reflected in the soil of these areas, and in order to tolerate the stress caused by the decrease of oxygen during flooding times, plant species in floodplains developed specific physiological mechanisms. However, there are also limitations imposed by the physical and chemical of these two ecosystems, so that few species can be found in várzea and flooded forests, such as Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth., the specie by which we investigated the influence of várzea soil and igapó germination, growth and development of seedlings in greenhouse. It was analyzed the biometric characteristics of the seeds, the evolution of germination over time, the specific leaf area, the amount of nutrients in leaves and the amount of biomass in seedlings and individuals of várzea and igapó populations on its soil of origin and on vermiculite. In what concerns the origin of the seed, there was a difference only in thickness since the igapó seeds presented higher averages, while lowland seeds presented higher averages in weight, but there was no significant difference in the percentage of germination. The average length and weight of the aerial part and in the length of the root were higher in seedlings in the igapó than in várzea. No significant difference in the averages of root weight, growth and biomass was registered, nor in external morphology and survival rate with respect to flooding. There was no significant difference regarding the length and weight of the aerial part. The lowest average diameter was observed in floodplain individuals developed in igapó soil, and the average of the specific leaf area was not statistically different from each other. The amount of macro and micro-nutrients in the leaves of M. acaciifolium in a floodplain or igapó varied in both soil types and with respect to the origin, since the igapó individuals in an igapó soil, in general, presented more nutrients in the leaves compared to floodplain individuals. The results suggest that M. acaciifolium of igapó individuals are more plastic-prone to adapt to environmental conditions than individuals of M. acaciifolium in várzea.
Palavras-chave: Germinação
Biomassa
Alagamento do solo
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: Santos, Lucélia Rodrigues. GERMINAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E RESPOSTA AO ALAGAMENTO DE Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth. (FABACEAE) DE POPULAÇÕES DE VÁRZEA E IGAPÓ DA AMAZÔNIA CENTRAL. 2016. 53 f. Dissertação( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2115
Data de defesa: 28-Mar-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação _Lucélia.pdf971,5 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons