Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2139
Tipo do documento: Dissertação
Título: Degradação ambiental e presença de espécies de peixes não nativas em pequenos igarapés de terra firme de Manaus, Amazonas
Autor: Guarido , Paula Carolina Paes 
Primeiro orientador: Deus , Cláudia Pereira de
Primeiro coorientador: Zuanon , Jansen Alfredo Sampaio
Resumo: Vários fatores determinam a distribuição das espécies na natureza, e a importância de cada um depende da escala de análise. Em escala regional, os principais fatores que influenciam a distribuição das espécies são as interações com o meio onde vivem e com a biota local. O presente estudo investigou o processo de ocupação de igarapés de pequena ordem da área urbana de Manaus, Estado do Amazonas, por espécies de peixes não nativas. Para isso, foi testada a influência da degradação ambiental e das características de história de vida das espécies nativas como mecanismos facilitadores ou restritivos à invasão pelas espécies não nativas. Foram amostrados 28 igarapés, onde foram mensuradas diversas características ambientais (estruturais e limnológicas) e obtidas amostras da ictiofauna. As coletas de peixes foram realizadas em trechos de 50 m de comprimento, utilizando peneiras, puçás, malhadeiras e redes de cerco por aproximadamente duas horas em cada local. Foram registradas 49 espécies, sendo 33 nativas e 16 não nativas. As espécies não nativas foram pouco frequentes e pouco abundantes e habitaram locais com alterações ambientais moderadas a severas, mas não foram registradas nos igarapés íntegros. A perda de qualidade ambiental nos igarapés decorrente dos impactos antrópicos foi acompanhada pela substituição da maioria das espécies nativas por um pequeno número de espécies não nativas, restando somente aquelas que possuem estratégias de vida que as permitem sobreviver nesses locais degradados (por exemplo, capacidade de respiração aérea, ovoviviparidade e dieta baseada no consumo de detritos). Uma análise de regressão logística múltipla indicou que a perda de qualidade ambiental nos igarapés foi o principal fator influenciando a ocupação por espécies não nativas. O conhecimento acerca das estratégias de vida das espécies nos permite prever quais espécies nativas poderão suportar alterações ambientais severas nos igarapés e quais serão localmente extirpadas. Da mesma forma, essas informações nos permitem prever quais espécies não nativas têm potencial para ocupar ambientes fortemente descaracterizados e poluídos. A perda da maioria das espécies nativas observada na maior parte dos igarapés urbanos de Manaus, seguida pela substituição por poucas espécies não nativas, constitui um fenômeno de homogeneização biótica que resulta em uma evidente perda de biodiversidade. Medidas que reduzam ou mitiguem os impactos antrópicos sobre os igarapés de Manaus são necessárias, tanto para que se evite uma maior dispersão de espécies não nativas nesses ambientes, quanto para o bem-estar da própria população humana que vive às margens desses igarapés em Manaus.
Abstract: Several factors determine the species distribution in the environment, and the significance of each depends on the scale analysis. In local scale, the main factors that influence the species distribution are the interactions with the environment they live in and with the local biota. The present study investigated the process of occupation of streams of the urban area of Manaus by non-native fish species. For this, the influence of environmental degradation and the life-history characteristics of the native species as facilitating or restrictive mechanisms to the invasion by non-native species were tested. Samples were obtained in 28 streams, where various environmental characteristics were measured (structural and limnological) and samples of the ichthyofauna were obtained. Fish samplings were performed in 50-m long stretches, using sieves, dip nets, gill nets and seines for about two hours in each site. Overall, 49 species were collected, being 33 natives and 16 non-natives. The non-native species were relatively uncommon, and most of them showed low abundances, inhabiting sites with moderate to severe environmental alterations; they were not recorded in intact streams. The loss of environmental quality on the streams resulting from the anthropic impacts was followed by the replacement of the majority of the native species by a small number of non-native species, remaining only those which have life strategies that allow their survival in these degraded sites (e.g., aerial breathing capacity). A multivariate logistic regression analysis indicated that the loss of environmental quality in the streams was the main factor influencing its occupation by non-native species. The knowledge about the species life history strategies enables us to predict which native species will be able to support severe environmental alterations in the streams and which will be locally extirpated. Similarly, this information allows us to predict which non-native species have the potential to occupy polluted and strongly modified environments. The loss of the majority of the native species observed in most of the urban streams of Manaus, followed by the replacement by few non-native species, represents a phenomenon of biotic homogenization that results in an evident loss of biodiversity. Measures that reduce or mitigate the anthropic impacts in the urban streams are necessary, both to avoid a greater dispersion of non-native species in these environments, and for the welfare of the human population itself which lives in the margins of these watercourses streams in Manaus.
Palavras-chave: Peixes de riachos
Degradação ambiental
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: Guarido , Paula Carolina Paes. Degradação ambiental e presença de espécies de peixes não nativas em pequenos igarapés de terra firme de Manaus, Amazonas. 2014. 48f.. Dissertação( Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2014 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2139
Data de defesa: 26-Mai-2014
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Guarido,P.C.P_FINAL.pdf2,23 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons