Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2165
Tipo do documento: Tese
Título: Decomposição foliar em riachos Amazônicos: ênfase na comunidade de invertebrados aquáticos e na biomassa de fungos
Autor: Boldrini , Bianca Maíra de Paiva Ottoni 
Primeiro orientador: Hamada, Neusa
Primeiro coorientador: Couceiro, Sheyla Regina Marques
Resumo: A decomposição foliar em sistemas aquáticos é um processo que envolve tanto os aspectos físicos e químicos do ambiente quanto às relações ecológicas entre as comunidades aquáticas. Em pequenos riachos sombreados, esse processo torna-se o elo entre diferentes compartimentos ecológicos, fornecendo a energia e a matéria inorgânica para as espécies que habitam esses sistemas aquáticos. Dessa forma, esse processo ecológico é fundamental para a manutenção desses ecossistemas e, consequentemente, para a sobrevivência de suas espécies. Esse estudo teve como objetivo avaliar o processo de decomposição foliar em riachos amazônicos, dando ênfase à comunidade de invertebrados aquáticos e à biomassa fúngica. O primeiro capítulo aborda os padrões de biomassa de fungos e colonização dos invertebrados aquáticos ao longo do processo de decomposição foliar em oito riachos amazônicos. As espécies vegetais Pourouma minor e Protium sp. foram utilizadas no experimento de decomposição por apresentarem diferenças em suas características físicas e químicas. Os resultados demonstraram que o processo de decomposição é influenciado pela espécie vegetal, pelo riacho em que se desenvolve, pelo tempo e pela interação entre tempo e espécie vegetal. No entanto, a influência desses fatores será diferente em cada compartimento ecológico. Por exemplo, a percentagem de massa remanescente é influenciada pela espécie vegetal, porém isso não foi observado para a biomassa de fungos, densidade e composição de invertebrados aquáticos. Os resultados também permitiram observar que tempo de decomposição e o riacho influenciam o processo de decomposição (taxas de decomposição, invertebrados e fungos aquáticos). O segundo capítulo avaliou a influência da densidade de invertebrados aquáticos em relação a velocidade de decomposição foliar em riachos amazônicos. Durante três meses (novembro 2012 a janeiro de 2013) a decomposição foliar de 30 espécies vegetais foi acompanhada visando obter os coeficientes de decomposição foliar e a densidade de invertebrados aquáticos associados ao processo. O experimento foi realizado em três riachos de pequena ordem da Reserva Florestal Ducke (Manaus/AM) e as espécies vegetais utilizadas são encontradas na zona ripária desses riachos. Os dados permitem concluir que há uma forte influência da densidade de invertebrados aquáticos sobre as taxas de decomposição foliar, independente do grupo trófico de alimentação desses invertebrados. Esses resultados não corroboram com os anteriores que discutem a pouca influência dos invertebrados no processo de decomposição foliar em regiões tropicais. Nesse capítulo, visando colaborar com estudos futuros de decomposição foliar, foi proposta uma classificação de velocidades de decomposição foliar com base nos valores obtidos para as espécies vegetais estudadas. O último capítulo da tese teve como objetivo analisar as diferenças no processo de decomposição de folhas verdes e senescentes em riachos amazônicos. Para alcançarmos esse objetivo, foi realizado um experimento de decomposição foliar com 14 espécies vegetais, onde 18 pacotes de folhas verdes e 18 de folhas senescentes de cada espécie vegetal foram submersos em três riachos de pequena ordem localizados na Reserva Florestal Ducke (Manaus/AM). O experimento foi realizado entre novembro de 2012 e janeiro de 2013, sendo 6 pacotes de folhas verdes e 6 de senescentes retirados após 15, 30 e 60 dias de incubação. Os resultados demonstraram que a velocidade de decomposição foliar é mais rápida em pacotes de folhas verdes quando comparado com folhas senescentes. No entanto, somente a biomassa de fungos aquáticos e a densidade de invertebrados aquáticos foram influenciadas pelo estado foliar.
Abstract: The leaf decomposition in aquatic systems is a process that involves both physical and chemical aspects of the environments and riparian vegetation as ecological relationships between aquatic communities. In small shaded streams, this process becomes the link between different ecological compartments, providing energy and matter for the survival of species that inhabit these aquatic systems. Thus, this ecological process is critical to maintaining these ecosystems and hence for the survival of their species. This thesis aimed to evaluate the leaf decomposition process in Amazonian streams, emphasizing the community of aquatic invertebrates and fungal biomass. The first chapter has the fungal biomass and colonization patterns of aquatic invertebrates along the leaf decomposition process in eight Amazonian streams. Two plant species with differences in their physical and chemical characteristics were used in these experiment of decomposition. The results showed that the decomposition process is influenced by plant species, the stream in which it develops, by time and interaction between time and plant species. However, the influence of these factors is different in each ecological compartment. For example, fungal biomass, density and composition of aquatic invertebrates are not influenced by plant species. The results allowed the observation that decomposition time and the stream influencing the decomposition process (decomposition rates, invertebrates and aquatic fungi). The second chapter of this thesis evaluated the influence of the density of aquatic invertebrates in relation to leaf decomposition rate in Amazonian streams. For three months (November 2012 to January 2013) the leaf decomposition of 30 plant species was followed to obtain the leaf decomposition rates and the density of aquatic invertebrates associated with the process. The experiment was conducted in three streams of small order of the Ducke Reserve (Manaus / AM) and leaves of the plant species used in the experiment are found in riparian area of these streams. The data shows that there is a strong influence of the density of aquatic invertebrates on leaf decomposition rates, independent of the trophic group of these invertebrates. These results do not corroborate previous discussing the little influence of invertbrates on the leaf decomposition process in tropical regions. In this chapter, aiming to cooperate with future studies of leaf decomposition, was proposed a leaf decompisiton speeds classification based on the values obtained for the plant species studied. The last chapter of the thesis was to analyze the differences in the decomposition process of green and senescent leaves in Amazonian streams. To achieve this goal, we performed a leaf decomposition experiment with 14 plant species, where 18 packages of green leaves and 18 senescent leaves of each plant species were submerged in three streams of small order located in the Ducke Forest Reserve (Manaus / AM). The experiment was conducted between November 2012 and January 2013, with 6 packs of green leaves and 6 senescent removed after 15, 30 and 60 days of incubation. The results demonstrated that foliar decomposition speed is faster in green leaves compared to packages with senescent leaves. However, only fungi and aquatic biomass density of aquatic invertebrates have been influenced by the leaf state.
Palavras-chave: Insetos aquáticos
Matéria orgânica
Região tropical
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: Boldrini , Bianca Maíra de Paiva Ottoni. Decomposição foliar em riachos Amazônicos: ênfase na comunidade de invertebrados aquáticos e na biomassa de fungos. 2015. 124 f.. Tese( Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2015 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2165
Data de defesa: 28-Ago-2015
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese final_bianca maíra de paiva ottoni boldrini.pdf1,97 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons