Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2176
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência combinada dos rios como barreira e do gradiente de inundação nos padrões biogeográficos de anfíbios e répteis Squamata no sudeste da Amazônia
Autor: Moraes, Leandro João Carneiro de Lima 
Primeiro orientador: Ribas, Camila Cherem
Resumo: A histórica busca pelo reconhecimento dos padrões e processos evolutivos de organismos amazônicos visando reconstruir a história evolutiva desta paisagem megadiversa levou à diversas hipóteses. Com o avanço nas técnicas de amostragem e análise, é crescente a utilização de locais inexplorados e organismos pouco recorridos como modelo nesta busca, como os anfíbios e répteis Squamata. Neste estudo, buscamos entender a influência integrada de rios como barreira e do gradiente de inundação na geração e manutenção dos padrões atuais de distribuição das assembleias de anfíbios e répteis Squamata na região do Médio Rio Tapajós, na Amazônia Oriental, que é pouco conhecida e atualmente ameaçada pela iminente atividade antrópica. Para isso, detectamos os indivíduos em pontos amostrais localizados em todas as margens dos grandes rios, Tapajós e Jamanxim, através de busca ativa, armadilhas de interceptação e queda e encontros ocasionais nos principais períodos do ciclo hidrológico fluvial. Identificamos os táxons com uma abordagem integrativa morfológica, acústica, ecológica e molecular, detectamos e testamos os padrões de distribuição com ordenações uni e multivariadas, regressões lineares e segmentadas e análise de variância. No total, detectamos 92 anfíbios e 101 répteis, 26 e sete, respectivamente, mostraram efeito dos rios como barreira à sua distribuição, evidenciando o Rio Tapajós como uma possível barreira recente e o Rio Jamanxim como uma barreira fraca. Foram encontradas diferenças na composição das assembleias restritas ou não às florestas ripárias e as mais afetadas pelo rio como barreira foram os anfíbios e répteis não ripários, e os anfíbios ripários de igarapés. Anfíbios pequenos, diurnos e terrestres e répteis pequenos a médios, diurnos e semi-arborícolas também demonstram ser especialmente afetados pelos rios como barreira, e devem ser priorizados em novos estudos com esta temática. A região do Médio Rio Tapajós é evidenciada como uma zona de contato faunística, limitando a distribuição de linhagens típicas das regiões Oeste e Leste da Amazônia. A dinâmica fluvial controla os padrões de distribuição na região e pode mudar com alterações provenientes de ações antrópicas, promovendo ou impedindo a segregação dos táxons e extinguindo ambientes relevantes, reforçando a necessidade da preservação desta dinâmica.
Abstract: The historical search for recognition of evolutionary patterns and processes of Amazonian organisms aiming to reconstruct the evolutionary history of this mega-diverse landscape led to several hypotheses. Advances in sampling and analysis methods allowed the use of unexplored localities and organisms as a model for this search, such as amphibians and squamates. In this study, we seek to understand the integrated influence of riverine barriers and the flooding gradient in current assemblages distribution patterns of amphibians and squamates in the Middle Tapajós River region, eastern Amazonia, which is little known and threatened by imminent anthropogenic activity. For this, we detect individuals at sampling units located in all banks of the main rivers, Tapajós and Jamanxim, through active search, pitfall traps and occasional encounters in all periods of fluvial hydrological cycle. We identify the taxa with a morphological, acoustic, ecological and molecular integrative approach, detect and test the distribution patterns with uni- and multivariate ordinations, linear and piecewise regressions and analysis of variance. In total, we found 92 amphibians and 101 squamates, and 26 and seven, respectively, showed riverine barrier effect in their distribution, evidencing the Tapajós River as a possible recent barrier and the Jamanxim River as a weak barrier. Differences were found in the composition of assemblages restricted or not to riparian forests and the most affected by the riverine barrier were non-riparian amphibians and squamates, and small stream riparian amphibians. Small, diurnal terrestrial amphibians and small- medium, diurnal semi-arboricole squamates prove to be especially affected by riverine barriers, and should be priorized in further studies with this theme. The Middle Tapajós River region is evidenced as a faunistic contact zone, limiting the distribution of typical lineages of West and East Amazonian regions. The fluvial dynamics controls the distribution patterns in the region and may be affected by changes from anthropogenic activities, promoting or preventing the taxa segregation and extinguishing relevant environments, highlighting the importance to preserve this dynamics.
Palavras-chave: Rios como barreira
Tipos florestais
Herpetofauna
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: Moraes, Leandro João Carneiro de Lima. Influência combinada dos rios como barreira e do gradiente de inundação nos padrões biogeográficos de anfíbios e répteis Squamata no sudeste da Amazônia. 2015. Dissertação( Clima e Ambiente (CLIAMB)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2176
Data de defesa: 20-Mai-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_Leandro_Moraes_final.pdf4,69 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons