Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2185
Tipo do documento: Dissertação
Título: Senescência atuarial em Pithys albifrons (Linnaeus, 1766)
Autor: Martins, Pedro Vítor Ribeiro
Primeiro orientador: Ferraz, Gonçalo
Resumo: Dentre as áreas de estudos que melhor se utilizam desta máxima estão os estudos sobre senescência. Aves são de especial interesse nestes estudos por serem mais longevas do que seu tamanho e taxas metabólicas prediriam. Apesar de inicialmente terem sido consideradas imunes à senescência atuarial, a partir da segunda metade do século XX, o acúmulo de informação sobre a variação das taxas de sobrevivência com a idade em aves mudou este paradigma. Os estudos sobre senescência em aves, no entanto, são limitadao, especialmente pela dificuldade em coletar dados sobre idade em aves. Este trabalho usa novos métodos de aferir idade em aves e de calcular taxas de senescência em Pithys albifrons, um passeriforme neotropical especializado em forragear seguindo formigas de correição. Os resultados demonstram que a senescência atuarial em P. albifrons é inexistente ou negligenciável. Os parâmetros demográficos estimados para P. albifrons demonstram que a baixa taxa de senescência não garante a essa espécie uma alta longevidade. A longevidade desta espécie é similar a espécies do mesmo peso. A baixa longevidade desta espécie está mais relacionada com o pequeno porte e com a baixa taxa de sobrevivência anual. Este trabalho apresenta evidências de ausência de sinais de senescência atuarial e de que a longevidade das espécies em passeriformes neotropicais. está mais relacionada com suas taxas de sobrevivência do que com as taxas de senescência. Estudos comparativos mais abrangentes similares ao desenvolvido para P. albifrons são necessários para um entendimento da senescência em aves neotropicais
Abstract: The best way to understand biological processes that occur in humans is to use other species as comparative models. One of the areas that best uses model species are studies on senescence. Birds are of special interest in these studies since they are longer lived than its size and metabolic rates would predict. Although initially birds were considered immune to actuarial senescence, the accumulation of information in the second half of twentieth century on the variation in survival rates with age in birds changed this paradigm. The senescence studies , however, are limited, especially due the difficulty in collecting data on age of death in birds. This work use new methods of measuring age in birds and calculate senescence rates in Pithys albifrons, a neotropical passerine. The results demonstrate that actuarial senescence in P. albifrons is non-existent or negligible. The estimated demographic parameters for P. albifrons demonstrate that low senescence rate does not guarantee this species a high longevity. The longevity of this species is similar to the species of the same weight from temperate region. The low longevity of this species is more related to the small size and the low annual survival rate. This article presents evidence of a species of neotropical bird that shows no signs of actuarial senescence and that the longevity of the species is more related to their survival rates than it is with senescence rates.
Palavras-chave: Senescência - metabolismo
Aves - Senescência atuarial
Populações de aves
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: Martins, Pedro Vítor Ribeiro. Senescência atuarial em Pithys albifrons (Linnaeus, 1766). 2016. 30f.. Dissertação( Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2185
Data de defesa: 7-Abr-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TesePedroMartinsFinal.pdf935,73 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons