Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2212
Tipo do documento: Dissertação
Título: Filogenia e taxonomia de Dinelytron Gray, 1835, com implicações em Prisopodini (Phasmatodea: Prisopodidae)
Autor: Heleodoro, Raphael Aquino 
Primeiro orientador: Rafael, José Albertino
Resumo: Dinelytron Gray, 1835, possui diversos problemas para identificação das suas espécies, dentre eles espécimes tipos perdidos, descrições sucintas e ausência de ilustrações dos espécimes. Isso dificulta a identificação no nível específico e a determinação dos limites entre os gêneros de Prisopodini, tribo a qual Dinelytron está inserido. Para resolver esses problemas, 72 exemplares de Dinelytron, 28 de Damasippus Stål, 1875, 64 de Prisopus Fargeau & Serville, 1828 e 5 de Melophasma Redtenbacher, 1906, tipos e não-tipos, oriundos de museus nacionais e estrangeiros foram estudados morfologicamente para uma hipótese filogenética. Através de análise conduzida por busca exaustiva no software TNT, foram recuperadas seis árvores mais parcimoniosas e em seguida feito o consenso estrito entre elas. A árvore de consenso estrito contém Dinelytron, Damasippus e Prisopus em um clado monofilético, que também demonstra que os gêneros não são congenéricos. Como resultado taxonômico, são descritas cinco espécies novas do Brasil: Dinelytron betinho sp. n., de Minas Gerais, Viçosa; Dinelytron leukommatos sp. n., de Pernambuco, Recife; Dinelytron olive sp. n., do Espírito Santo, Sooretama; Dinelytron ramusculus sp. n., do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro e Dinelytron trimaculatus sp. n., do Rio de Janeiro, Itatiaia. Os seguintes atos nomeclaturais estão sendo propostos: Dinelytron grylloides Gray, 1835, neótipo prest. desig.; Dinelytron unilineatus (Redtenbacher, 1906) comb. n., lectótipo e paralectótipo pres. desig.; Prisopus villosipes (Redtenbacher, 1906) comb. n.. É apresentada uma chave pictórica para identificação das espécies de Dinelytron. Prisopodini resultou em um clado monofilético, assim como os três gêneros inclusos, com a seguinte topologia: (Prisopus (Damasippus + Dinelytron)).
Abstract: Dinelytron has many problems for identifications of its species, such as types lost, lack of illustration on the original descriptions as well as succinct descriptions. This difficult the species identification as well as the establishment of the boundaries between Prisopodini genera. To solve this, 72 Dinelytron, 28 Damasippus Stål, 1875, 64 Prisopus Fargeau & Serville, 1828 and 5 de Melophasma Redtenbacher, 1906 specimens, types and non-types specimens had their morphology studied to propose a phylogenetic hypothesis. Through an exhaustive search for a maximum parsimony tree, carried out at TNT software, six trees were founded and a strict consensus between them was made. The strict consensus tree contains Dinelytron, Damasippus and Prisopus compounding a monophyletic clad as well as showing that the genera are not congeneric. As taxonomic result five new species were described from Brazil: Dinelytron betinho sp. n., from Minas Gerais, Viçosa; Dinelytron leukommatos sp. n., from Pernambuco, Recife; Dinelytron olive sp. n., from Espírito Santo, Sooretama; Dinelytron ramusculus sp. n., from Rio de Janeiro, Rio de Janeiro and Dinelytron trimaculatus sp. n., from Rio de Janeiro, Itatiaia.The following nomenclatural acts were proposed: Dinelytron grylloides Gray, 1835, neotype pres. desig.; Dinelytron unilineatus (Redtenbacher, 1906) n. comb., lectotype and paralectotype pres. desig. and Prisopus villosipes (Redtenbacher, 1906) n. comb.. A pictorial identification key for Prisopodini genera and Dinelytron species is presented. Prisopodini resulted in a monophyletic clad, as well as the three genera included, with the following topology (Prisopus + (Damasippus + Dinelytron)).
Palavras-chave: Taxonomia de Prisopodini
Dinelytron
Bicho-Pau
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: Heleodoro, Raphael Aquino. Filogenia e taxonomia de Dinelytron Gray, 1835, com implicações em Prisopodini (Phasmatodea: Prisopodidae). 2016. 112 f.. Dissertação( Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2212
Data de defesa: 27-Mai-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Raphael Heleodoro 2016.pdf11,78 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons