Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2248
Tipo do documento: Tese
Título: Macrofungos Agaricales em áreas de manejo florestal na Amazônia Central
Autor: Komura, Dirce Leimi 
Primeiro orientador: Zartman, Charles Eugene
Primeiro coorientador: Moncalvo, Jean-Marc
Resumo: Esta tese refere-se ao estudo de macrofungos Agaricales em floresta de terra firme na Estação Experimental de Manejo Florestal do INPA (ZF-2). Durante o período de dois anos, 669 basidiomas (corpos de frutificação) foram coletados nos oito transectos (5 × 50 m cada) localizados em áreas de floresta primária e secundária. Um total de 287 espécies/morfotipos foram identificados durante o estudo. A composição de macrofungos foi diferente entre floresta primária e secundária, diferindo também de acordo com a estação e o ano da coleta. A detecção de macrofungos foi muito baixa na estação seca, principalmente na floresta secundária. Observou-se que, em relação aos substratos (troncos, galhos, folhas e solo), a floresta primária apresentou maior índice de riqueza e diversidade para “solo”. Por outro lado, no substrato “folhas”, estes índices foram maiores para floresta secundária. Os fungos marasmioides e gymnopoides apresentaram um número expressivo de espécies/morfotipos. Em virtude disso, a descrição morfológica usando caracteres macro e microscópicos aliada aos dados moleculares com sequenciamento da região ITS (internal trancribed spacer) foi realizada para estas espécies. Esta etapa do trabalho resultou na descrição de seis espécies novas de Tetrapyrgos (nomes provisórios: T. albonigripes, T. brevipileocystidiata, T. brunneilucida, T. cystidiacrassa, T. pileobrunnea, e T. pseudonigripes) e no registro de nova ocorrência para a Amazônia de T. longicystidiata. Marasmius calvocystidiatus (nome provisório) é descrito como nova espécie, cuja espécie irmã, Marasmius horridulus, é recoletada pela primeira vez após sua descrição. Nove espécies de Marasmius que apresentam a formação de rizomorfos foram descritas, dentre estas, M. cupressiformis, M. populiformis e M. microdendron. Além disso, foram também descritos 37 táxons de Marasmius da seção Marasmius, dos quais 21 em nível de espécie. Em relação às espécies compreendidas em Omphalotaceae (Gymnopus, Marasmiellus e Rhodocollybia), restringiu-se à apresentação de dados moleculares e sinopses. De modo geral, o presente trabalho abre veredas que, espera-se que, possam auxiliar novos estudos interessados na compreensão de macrofungos da Amazônia.
Abstract: This thesis is an ecological and taxonomic account of Agaricales macrofungi in a terra firme forest at the Estação Experimental de Manejo Florestal do INPA (ZF-2). Over a two year period 669 basidiomes (fruiting bodies) were collected in eight transects (5 × 50 m each), located in primary and secondary forests. A total of 290 species/ mophospecies were identified during the study. The macrofungal composition was different among primary and secondary forests, and this difference was also observed among seasons and collection year. In the dry season, the secondary forest presented the lowest macrofungal richness and abundance when compared with primary forest. In relation to substrate type (trunk, branches, leaves and soil), basidiome richness of leaf litter guilds was higher in secondary forest plots, whereas, in contrast, soil guild richness was greater in primary forest. Marasmioid and gymnopoid fungi were the most representative group in this study, and taxonomic descriptions using macro and microscopic characters complemented with molecular data, ITS (internal trancribed spacer), were carried out in these groups. The taxonomic stage resulted in description of six new species for Tetrapyrgos (provisional names: T. albonigripes, T. brevipileocystidiata, T. brunneolucida, T. cystidiacrassa, T. pileobrunnea, and T. pseudonigripes) and T. longicystidiata as newly registered new recording to Amazonia. Marasmius calvocystidiatus (provisional name) is described as new species and its sister species M. horridulus, which just its type specimen was known is recollected. Nine species with rhizomorph are described, among them, M. cupressiformis, M. populiformis e M. microdendron. In addition, 37 taxa of Marasmius are presented, from which 21 are describe at the species level. For the species included in Omphalotaceae (Gymnopus, Marasmiellus and Rhodocollybia), we restrict to the presentation of molecular data and synopses about them. Overall, this work intends to open up paths for future studies of macrofungal taxonomy and ecology in the Amazon basin.
Palavras-chave: Macrofungos Agaricales
Macrofungos Agaricales – manejo florestal
Macrofungos Agaricales - taxonomia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: Komura, Dirce Leimi. Macrofungos Agaricales em áreas de manejo florestal na Amazônia Central. 2016. 367 f.. Tese( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2248
Data de defesa: 4-Mar-2016
Aparece nas coleções:Doutorado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_TESE_PPGBOT_INPADLKOMURA.pdf75,11 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons