Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2257
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sistema Agroflorestal como alternativa de uso da terra: um estudo de caso na unidade denonstrativa de permacultura (UDP), Manaus-Am.
Autor: Scarazatti, Bruno 
Primeiro orientador: Alfaia, Sonia Sena
Primeiro coorientador: Coral, Sandra C. Tapia
Resumo: A conversão das florestas em outros sistemas de uso da terra na Amazônia, geralmente resulta no abandono de extensas áreas após o esgotamento dos nutrientes do solo. A regeneração natural tem um importante papel para a recuperação da qualidade do ambiente, entretanto, a escolha de modelos de sistemas de produção e técnicas de manejo adequadas possibilita o fornecimento de condições necessárias para o uso agrícola contínuo das áreas já desmatadas. Em 1998, um sistema agroflorestal multiestratificado foi implantado em uma área com histórico de uso agrícola intensivo, por meio de um projeto demonstrativo realizado pelo Instituto de Permacultura da Amazônia (IPA), em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM, 59°56'00.22" W; 3°04'47.94" S). O presente estudo teve por objetivo, analisar as possíveis contribuições para a qualidade do ambiente, proporcionadas pelas intervenções feitas no sistema agroflorestal (SAF-10), em comparação aos resultados observados em uma área de regeneração natural adjacente com a mesma idade (CAP-10), e outra área com vegetação secundária de 55 anos de idade (FS-55), localizada no Centro de Projetos e Estudos Ambientais do Amazonas – CEPEAM (59°54'23.65" W; 3°06'51.68"S). Os tratamentos foram comparados quanto às variáveis de vegetação (composição e estrutura), solo (macro e micronutrientes e textura), liteira (massa e macronutrientes) e macrofauna edáfica (densidade, biomassa, distribuição e grupos funcionais). O experimento foi inteiramente casualizado, com três parcelas de 40x40m em cada sistema, subdivididas a cada 10m. As coletas de solo, liteira e macrofauna foram realizadas de acordo com o método TSBF – Biologia e Fertilidade dos Solos Tropicais, entre o início de abril e final de junho de 2008. As análises da liteira, e as análises químicas do solo e da liteira, seguiram, respectivamente, as recomendações descritas por Sarruge & Haag (1974) e EMBRAPA (1997). A riqueza de espécies, famílias e gêneros, foi duas vezes maior na vegetação do SAF-10 em relação à CAP-10; a distribuição dos componentes foi mais uniforme, e o crescimento diamétrico foi três vezes superior. Uma análise de componentes principais (ACP) mostrou diferenças significativas quanto aos teores de nutrientes nos sistemas (p < 0,001), associando maiores valores de pH, Ca 2+ , Mg 2+ , P, Zn e Mn ao SAF-10 e maiores teores de K + e Al 3+ na CAP-10 e FS-55. Diferenças significativas (p < 0,001) para a massa e teores de macronutrientes da liteira também foram confirmadas (ACP) entre os sistemas, sendo a massa da fração de resíduos e os teores de Ca 2+ , Mg 2+ , K + e P relacionados viiao SAF-10. A densidade e a riqueza dos grupos da macrofauna edáfica foram menores no SAF-10. A predominância significativa (ACP, p < 0,001) dos grupos de macrofauna decompositoras (isopoda, diplopoda, oligochaeta) foi associada ao SAF-10, enquanto os grupos sociais (isoptera e formicidae) se destacaram na CAP-10 e FS-55. O histórico de uso da FS-55 provavelmente favoreceu o retorno de características qualitativamente superiores no sistema e serviria de justificativa para a conservação desta área, enquanto as contribuições proporcionadas pelas intervenções no SAF-10, frente à baixa capacidade para o retorno da qualidade na CAP-10 sugerem a vantagem deste modelo para o aproveitamento produtivo da área.
Abstract: The forests conversion into other land use systems in the Amazon, often results in large areas abandonment after the soil nutrients depletion. Natural regeneration has an important role to restore environmental quality, however, the choice for appropriate production systems and management techniques models enables necessary conditions to assign a permanent agricultural use in the deforested areas. In 1998, a multi-strata agroforestry system was introducted over an intensive land use history site, as a demonstrative project, realized in partnership between the Instituto de Permacultura da Amazônia (IPA), and the Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM, 59 ° 56'00 .22 "W, 3 ° 04'47 .94" S). This study aimed to analyze the possible environmental quality contributions, provided by the agroforestry (AFS-10) interventions practices, in comparison to the natural regeneration results observed in an adjacent secondary forest area with same age (SF-10), and another secondary forest area with 55 years old (SF-55), located at the Centro de Projetos e Estudos Ambientais do Amazonas - CEPEAM (59 ° 54'23 .65 "W, 3 ° 06'51 .68" S). The treatments were compared by vegetation parameters (composition and structure), soil (macro and micronutrients, and texture), litter (mass and nutrients) and macrofauna (density, biomass, distribution and functional groups). The experiment delineation was completely randomized design, with three plots of 40x40m in each system, divided into 10m sections. The soil, litter and macrofauna samples were performed according to the Tropical Soil Biology and Fertility method (TSBF), from April beginning and June ending in 2008. The litter fisics analysis, and soil and litter chemical analysis, followed, respectively, the recommendations described by Sarruge & Haag (1974) and EMBRAPA (1997). The species, genera and families richness was two times higher in the AFS-10 vegetation in relation to SF-10; the components distribution was more uniform, and the tree diameter growth was three times higher. A principal component analysis (PCA) showed significant differences to the systems’ nutrients levels (p <0.001), where higher values of pH, Ca 2+ , Mg 2+ , P, Zn and Mn were associated to the AFS-10 soil, while higher contents of K + and Al 3+ were related to SF-10 and SF-55 soil. Significant differences (p <0.001) for litter mass and macronutrient content were also confirmed (PCA) to the systems, associating the residual mass fraction and the levels of Ca 2 + , Mg 2+ , K + and P to AFS-10. The macrofauna groups density and richness were lower in the AFS-10. The significant predominance (ACP, p <0.001) of decomposer macrofauna groups ix(Isopoda, Diplopoda, Oligochaeta) was associated with AFS-10, while social groups (Isoptera and Formicidae) stood out in the SF-10 and SF-55. The SF-55 land use history probably favored a superior qualitatively return to the system and can justify the conservation use of this area, while the contributions provided by the AFS-10 interventions, compared to the low capacity for quality feedback from the SF -10 suggest advantage to this model for the productive utilization of the area.
Palavras-chave: Sistema agroflorestal
Composição e estrutura florística
Nutrientes do solo e liteira
Macrofauna e dáfica
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: Scarazatti, Bruno. Sistema Agroflorestal como alternativa de uso da terra: um estudo de caso na unidade denonstrativa de permacultura (UDP), Manaus-Am.. 2009. 148 f. Dissertação( Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2257
Data de defesa: 1-Nov-2009
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Bruno Scarazatti.pdf3,43 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons