Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2261
Tipo do documento: Dissertação
Título: Métodos de amostragens de sedimentos em suspensão no Rio Solimões: Estudo de caso na estação de Manacapuru
Autor: Sampaio, Francisca Pauliane Ribeiro 
Primeiro orientador: Filizola Jr., Naziano Pantoja
Primeiro coorientador: Armijos, Elisa Natalia
Resumo: A bacia hidrográfica Amazônica é uma importante fonte de sedimentos para o Oceano Atlântico, sendo produzidos em sua maioria pela cordilheira dos Andes, e pelos processos locais de erosão e ressuspensão, cumprindo um importante papel na riqueza e biodiversidade aquática da região. Nesse sentindo, a quantificação da Concentração dos Sedimentos em Suspensão (CSS) é o ponto de partida para qualquer análise que envolva a temática. Na Amazônia, as metodologias de medição utilizados atualmente são o Pontual e o Integrado, no entanto, observou-se que dados divulgados por instituições de pesquisa da região se mostraram incoerentes, apresentando diferenças significativas em amostragens realizadas na mesma estação, motivando-nos a compreender qual das duas metodologias é mais viável para a obtenção da CSS. Objetivou-se, portanto, comparar tais metodologias através das análises de incertezas, enfocando-se nas principais fontes de contribuição, a citar: amostragem, filtração e laboratório. As amostragens foram realizadas na estação de Manacapuru (rio Solimões), resultando em uma incerteza padrão combinada de 15% para o método Pontual, e 9% para o método Integrado, sendo a Amostragem a principal fonte de contribuição em ambos os métodos. A concentração média da seção obtida com o Pontual foi 29% maior em relação ao Integrador, porém, observando-se as concentrações por verticais essa diferença é ainda maior, chegando à 51%. Observou-se ainda, que o método Integrado apresentou um erro de 64%, que é consequência da não ingestão de areias durante a amostragem, sendo reafirmado pela ausência de partículas de areias durante os testes granulométricos. Conclui-se, que o método Pontual é o mais adaptado para a Amazônia, levando-se em consideração todas as condições ambientais, de logística operacional, e de qualidade amostral, o qual induz à uma amostragem mais fidedigna de rios de grande porte como o Solimões-Amazonas
Abstract: The Amazon basin is an important source of sediments to the Atlantic Ocean, most of this are produced by the Andes mountains, as well as by the local processes of erosion and resuspension. Sediments play an important role in the aquatic richness and biodiversity of the region. In this regard, the starting point for analysis that involves the theme, require the quantification of the Suspended Sediment Concentration (SSC, dry weight of sediment from a known volume of water-sediment mixture, mg l-1). In the Amazon, the Point and Integrated methods are methodologies currently used, however, the data published are inconsistent, presenting significant differences in sampling at the same station. We asked: Which of twice methodologies is more feasible to obtain SCC. We compared these methodologies through the analysis of uncertainties, we focused on the main sources of contribution: sampling, filtration and laboratory. Samples were achieved at the Manacapuru station (Solimões River), resulting in a combined standard uncertainty of 15% for the Point method and 9% for the Integrated method, with sampling being the main source of contribution in both methods. The average concentration of the section obtained with Point method was 29% higher in relation to the Integrated method, nevertheless, observing the concentrations by verticals this difference is greater, reaching 51%. We observed that the Integrated method presented a 64% error, consequence of no sampling sand during the take the samples, being reaffirmed by the absence of sand particles during the granulometric tests. Considering all environmental conditions, operational logistics, and sample quality, we concluded that the Point method is the most adapted to quantification of sediments in larges rivers in the Amazonas region such as Solimões and Amazonas rivers.
Palavras-chave: Sedimentos
Amostragens
Amazônia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Clima e Ambiente (CLIAMB)
Citação: Sampaio, Francisca Pauliane Ribeiro. Métodos de amostragens de sedimentos em suspensão no Rio Solimões: Estudo de caso na estação de Manacapuru. 2016. 53 f. Dissertação( Clima e Ambiente (CLIAMB)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2261
Data de defesa: 11-Nov-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - CLIAMB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_FPRS_Correções_0603.pdf1,85 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons