Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2271
Tipo do documento: Dissertação
Título: Respostas ecofisiológicas e de crescimento de plântulas de Hevea spruceana (Benth.) Müll Arg. de ecossistemas de Várzea em quatro cenários climáticos
Autor: Cavalcante, Heloide de Lima 
Primeiro orientador: Piedade, Maria Teresa Fernandez
Primeiro coorientador: Liberato, Maria Astrid Rocha
Resumo: O CO 2 e a temperatura são fatores abióticos que afetam o clima terrestre, o crescimento e o desenvolvimento das plantas. O Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) prevê até 2100 aumentos na temperatura de 1,7 oC a 4,8 oC e na concentração de CO 2 de 490 a 1370 ppm. Hevea spruceana é uma espécie abundante nas férteis várzeas amazônicas, onde ocorrem cerca de 1000 espécies arbóreas capazes de sobreviver até 230 dias, parcial ou totalmente submersas. Os cenários de mudanças climáticas prognosticados prevêem que as plantas desses ambientes serão submetidas à interação do aumento do CO 2 , temperatura e alagamento, embora estudos testando essa premissa sejam escassos. Este trabalho objetivou avaliar em microcosmos o efeito da inundação e de diferentes cenários climáticos de aumento de temperatura (T) e CO 2 na morfologia e fisiologia de plântulas de H. spruceana. Plântulas foram coletadas na Costa do Catalão, Amazônia Central, e submetidas durante 115 dias em condições não inundada e inundada, a quatro cenários climáticos baseados nos cenários do IPCC 2007: Controle T e CO 2 (condições atuais); Brando T +1,5 °C/CO 2 +200 ppm; Intermediário T +2,5 °C/CO 2 +400 ppm e Extremo T +4,5 °C/CO 2 +850 ppm. Mediu-se a concentração de clorofilas, fluorescência da clorofila a , altura, diâmetro do colo, número de folhas e biomassa das plântulas. A fisiologia e a morfologia de H. spruceana tanto não inundada como inundada foram influenciadas pelos cenários climáticos. O cenário Extremo limitou o crescimento e a fisiologia das plantas não inundadas, mas favoreceu esses parâmetros nas plântulas inundadas.
Abstract: CO 2 and temperature are abiotic factors affecting the Earth's climate, growth and development of plants. The Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) predicts up to 2100 increases in temperature of 1.7 °C to 4.8 °C and the CO 2 concentration from 490 to 1370 ppm. Hevea spruceana is a species abundant in the fertile Amazonian floodplains, where approximately of 1000 tree species able to survive up to 230 days partially or completely submerged can be found. The anticipated climate change scenarios predict that plants of these environments will be subjected to the interaction of increased CO 2 , temperature and flooding, although studies testing this assumption are scarce. This work aimed to evaluate in microcosms the effect of flood and different climatic scenarios of increased temperature (T) and CO 2 on the morphology and physiology of seedlings of H. spruceana. Seedlings were collected in the Costa do Catalão, Central Amazonia, and subjected for 115 days in flooded not flooded conditions, to the four climatic scenarios based on IPCC 2007: : T and CO 2 Control (present conditions); Mild T +1.5 °C/+200 CO 2 ppm; Intermediary T +2.5 °C/+400 CO 2 ppm and Extreme T +4.5 °C/+850 CO 2 ppm. In all seedlings were measured: concentrations of chlorophylls, fluorescence of a chlorophyll, height, stem base diameter, number of leaves and biomass. The physiology and morphology of H. spruceana both not flooded and flooded were influenced by climatic scenarios. The Extreme scenario has limited the growth and physiology of plants not flooded, but favored these parameters in flooded seedlings.
Palavras-chave: Hevea spruceana
Microcosmos
Mudanças climáticas
Alagamento
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: Cavalcante, Heloide de Lima. Respostas ecofisiológicas e de crescimento de plântulas de Hevea spruceana (Benth.) Müll Arg. de ecossistemas de Várzea em quatro cenários climáticos. 2015. 56 f. Tese( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2271
Data de defesa: 28-Jul-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Heloide de Lima Cavalcante.pdf2,23 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons