Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2279
Tipo do documento: Dissertação
Título: Genes, formas e sons revelam estágio incipiente de especiação alopátrica no anuro amazônico Allobates tapajos (Dendrobatidae)
Autor: Maia, Garbriela Farias 
Primeiro orientador: Kaefer, Igor Luis
Primeiro coorientador: Lima, Albertina Pimentel
Resumo: Na bacia Amazônica, a distribuição de muitas espécies de vertebrados terrestres é delimitada por grandes rios, os quais são frequentemente considerados barreiras biogeográficas fortemente relacionadas à origem e manutenção da alta biodiversidade encontrada na região. No entanto, são poucas as investigações filogeográficas que avaliam o efeito dessas barreiras em múltiplas classes de caracteres genotípicos e fenotípicos. Até o momento, nenhuma investigação multicaráter foi dedicada a um sistema de estudo envolvendo o Rio Tapajós, o qual delimita áreas de endemismo do bioma. Neste estudo testamos a atuação dessa barreira fluvial sobre a variabilidade genética, acústica e morfológica em populações do anuro Allobates tapajos (Dendrobatidae). Para isso, amostramos populações ao longo de toda a área de ocorrência conhecida da espécie em ambas as margens das porções média e baixa do rio. Foram obtidos fragmentos de genes mitocondrial (16S) e nuclear (RAG1), bem como medidas morfométricas externas e parâmetros acústicos do canto de anúncio a partir de 48 indivíduos provenientes de seis localidades. Enquanto o marcador nuclear se mostrou monomórfico ao longo da distribuição de A. tapajos, o fragmento mitocondrial revelou baixas distâncias genéticas acompanhadas de elevada estruturação espacial, com ausência de compartilhamento de haplótipos entre margens opostas do rio. Os eventos cladogenéticos estiveram concentrados no Pleistoceno, época proposta para o estabelecimento da drenagem do rio Tapajós. Houve divergência em parâmetros acústicos entre margens do rio, o que não foi observado em relação aos marcadores morfológicos analisados. Adicionalmente, não houve correlação entre o padrão de variabilidade das diferentes classes de caracteres entre si nem com a distância geográfica linear entre populações. Desse modo, o conjunto de resultados obtidos suporta o atual status específico das populações de ambas as margens do rio Tapajós e revela um estágio incipiente do processo de especiação em alopatria relacionado com a transposição dessa barreira fluvial.
Abstract: In the Amazon basin, the distribution of many vertebrate species is delimited by large rivers, which are frequently considered as biogeographical barriers strongly related to the origin and maintenance of the elevated biodiversity found in the region. However, few are the phylogeographical investigations evaluating the effect of such barriers on multiple classes of genotypic and phenotypic characters. To date, no multicharacter investigation has been dedicated to a study system involving the Tapajos River, which delimit areas of endemism in the biome. In this study we tested the effectiveness of this river barrier in the genetic, acoustic and morphological variability in populations of the frog Allobates tapajos (Dendrobatidae). For this, we sampled populations throughout the known distributional range of the species on both margins of the middle and lower sections of the river. We obtained fragments of mitochondrial (16S) and nuclear (RAG1) genes, as well as external morphometric measurements and advertisement call acoustic parameters of 48 individuals from six localities. While the nuclear marker was monomorphic across the geographic distribution of A. tapajos, the mitochondrial fragment revealed low genetic distances accompanied of high spatial structuring, with no haplotype sharing between opposite river margins. Cladogenetic events were concentrated on Pleistocene, epoch proposed to the establishment of the Tapajós river drainage. Acoustic parameters diverged between river margins, a pattern not observed in relation to the morphological markers analyzed. Additionally, there was no correlation in the variability pattern of the different classes of characters between them or in relation to linear geographic distance among populations. When taken together, the set of obtained results support the current specific status of the populations from both margins of the Tapajós River and reveal an early stage of an allopatric speciation process related to the transposition of this riverine barrier.
Palavras-chave: Amazônia
Anura
bioacústica
filogeografia
microevolução
Rio Tapajós
Idioma: eng
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: Maia, Garbriela Farias. Genes, formas e sons revelam estágio incipiente de especiação alopátrica no anuro amazônico Allobates tapajos (Dendrobatidae). 2016. 54f. Dissertação( Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, [Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2279
Data de defesa: 12-Jul-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DissertaçãoFinal_GabrielaMaia.pdf1,76 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons