Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2286
Tipo do documento: Dissertação
Título: Florística, distribuição e diversidade beta da comunidade arbórea ao longo do gradiente ambiental hídrico em uma floresta de terra firme no interflúvio Purus-Madeira, Amazônia Central
Autor: Souza, Priscila Figueira de 
Primeiro orientador: Costa, Flávia Regina Capellotto
Resumo: Para melhor entendimento acerca de como as variáveis ambientais influenciam a distribuição de espécies se faz necessário um conhecimento apurado da flora das florestas tropicais. Trabalhos recentes têm investigado como as condições ambientais influenciam a distribuição de espécies arbóreas em florestas tropicais. Condições edáficas e topográficas são as variáveis preditoras mais utilizadas e de forma indireta refletem as condições hidrológicas de uma região. Porém trabalhos que relacionam de forma mais direta a disponibilidade de água e a distribuição de espécies de árvores são poucos. Nós inventariamos a comunidade arbórea de uma floresta de terra firme do interflúvio Purus-Madeira em 12 parcelas de 250 x 40 m cada no entorno da BR 319 ao longo de aproximadamente 700 km de extensão na Amazônia Central. O material coletado será depositado no herbário do Instituto Federal do Amazonas (ETAM). Foram identificadas 655 espécies distribuídas em 193 gêneros e 56 famílias botânicas totalizando 3.708 indivíduos. Desse total, 263 espécies (40%) foram consideradas localmente raras, com um indivíduo encontrado entre as 12 parcelas. As famílias mais abundantes e com maior riqueza de espécies foram Lecythidaceae, Fabaceae, Sapotaceae e Chrysobalanaceae. As espécies com maior IVI foram Eschweilera coriacea, Eschweilera truncata e Licania micrantha. A comunidade arbórea foi relacionada com as condições hídricas locais através de duas medidas associadas: a distância vertical à drenagem mais próxima (HAND) e medidas de alagamento. Os dados quantitativos e qualitativos da composição florística foram ordenados usando Escalonamento Multidimensional Não-Métrico (NMDS). As variáveis ambientais de condições hídricas locais, precipitação nos meses mais secos e porcentagem de silte no solo foram relacionadas com os eixos das NMDS através de regressões. As mudanças na composição florística das árvores estiveram mais relacionadas com a porcentagem de silte no solo e com as condições hídricas locais. A variação da flora arbórea local não esteve fortemente relacionada com a precipitaçao no trimestre mais seco, porém esta variável exerce um papel fundamental para compor as condições hídricas locais. Todas as três variáveis preditoras têm um papel importante para a efetiva disponibilidade de água para as árvores.
Abstract: For a better understanding about how environmental variables influence species distribution a thorough knowledge of the flora of tropical forests is needed. Recent studies have investigated how environmental conditions influence the distribuition of tree species in tropical forests. Soil properties and topography are the most frequently used predictor variables and indirectly reflect the hydrological conditions of a region. Nevertheless, the direct relation of water availability and distribution of tree species is poorly explored. We inventoried the tree community (DAP > 10 cm) in an upland forest of the Purus-Madeira interfluvial in 12 plots of 250 x 40 m distributed over approximately 700 km in a North-South gradient in Central Amazonia. The material collected will be deposited in the herbarium of the Instituto Federal do Amazonas (ETAM). We identified 655 species in 193 genera and 56 botanical families totaling 3.708 individuals. From these, 263 species (40%) were considered rare, with only one individual among the 12 plots. The most abundant and richer families were Lecythidaceae, Fabaceae, Sapotaceae and Chrysobalanaceae. The species with higher IVI were Eschweilera coriacea, Eschweilera truncate e Licania micrantha. The tree community was related to local water conditions through two related measures, the vertical distance from the nearest drainage (HAND) and flooding. The quantitative and qualitative compositional data of the floristic composition were sorted using NonMetric Multidimensional Scaling (NMDS). The environmental variables of local water conditions, precipitation in the driest months and soil silt content were related to the axes of the NMDS through regressions. The percentage of silt in the soil and local water conditions were related to the change in the floristic composition of trees. Precipitation in the driest months was weakely related to the composition of local flora, but plays a fundamental role in the composition of the local water conditions. All three predictor variables have an important role for effective availability of water for the trees.
Palavras-chave: Comunidade arbórea
Gradientes hidrológicos
Florestas de Terra firme
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: Souza, Priscila Figueira de. Florística, distribuição e diversidade beta da comunidade arbórea ao longo do gradiente ambiental hídrico em uma floresta de terra firme no interflúvio Purus-Madeira, Amazônia Central. 2012. 108 f. Dissertação( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2012 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2286
Data de defesa: 17-Ago-2012
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_PRISCILA_FIGUEIRA_DE_SOUZA.pdf2,15 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons