Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2301
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização física, química e espectroscópica do biocarvão em Latossolo Amarelo distrófico da Amazônia Central
Autor: Padilha, Felipe de Jesus 
Primeiro orientador: Falcão, Newton Paulo de Souza
Primeiro coorientador: Silva, Marcondes Silva e
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi investigar o efeito das diferentes doses de biocarvão como um condicionador de solo. Os latossolos amazônicos são conhecidos pelo baixo nível de fertilidade e altos teores de óxidos e hidróxidos de ferro, alumínio e baixa atividade dos minerais de argila, predominando a caulinita. No entanto, são encontrados solos antropogênicos conhecidos como Terra Preta de Índio (TPI) que apresentam um grande potencial para o desenvolvimento de uma agricultura familiar sustentável. A maioria dos solos de TPI apresenta fragmentos de carbono pirogênico provenientes de alguma atividade antrópica. A presença desses fragmentos conferem melhorias nas características físicas, químicas e biológicas do solo. Visando reproduzir algumas características e propriedades desses solos antrópicos propôs-se adicionar biocarvão em Latossolo nas doses de 0, 40, 80 e 120 t ha-1 (T0, T1, T2 e T3 respectivamente). O uso de ferramentas da Ciência de Materiais como a espectroscopia de FT-IR e Raman podem elucidar sobre a natureza da biomassa pirolisada e como ela pode interferir na fertilidade do solo. Além disso, pode esclarecer como o biocarvão contribui no aumento da capacidade de troca catiônica (CTC Foi possível observar que os espectros de FT-IR foram semelhante entre os tratamentos e que o biocarvão apresenta cristalinidade semelhante aos carbonos de TPI como pôde ser visto pelos espectros Raman com valores na faixa de 2 a 8 nm. O biocarvão proporcionou um incremento nos teores de carbono orgânico e fósforo disponível, que na profundidade de 0-10 cm apresentaram os seguintes valores: no controle 12,29 g kg-1 e 6,58 mg dm-1 e no T3 os valores de 17,35 g kg-1 e 9,41 mg dm-1 com comportamento linear em relação à aplicação de biocarvão, tendo o mesmo comportamento paraos valores de carbono total (CT), nitrogênio total (NT) e CTC.
Abstract: The objective of the present work was to investigate the effect of different doses of biochar as a soil conditioner. The Amazonian latosols are known for the low level of fertility and high levels of oxides and hydroxides of iron, aluminum and low activity of the clay minerals, predominating kaolinite. However, anthropogenic soils known as Terra Preta de Índio (TPI) are found that present great potential for the development of sustainable family agriculture. Most TPI soils contain fragments of pyrogenic carbon from some anthropogenic activity. The presence of these fragments improves the physical, chemical and biological characteristics of the soil. In order to reproduce some characteristics and properties of these anthropic soils, it was proposed to add biocarbon to Latosol at doses of 0, 40, 80 and 120 t ha-1 (T0, T1, T2 and T3 respectively). The use of Materials Science tools such as FT-IR and Raman spectroscopy can elucidate the nature of pyrolysed biomass and how it can interfere with soil fertility. In addition, it can clarify how bio-carbon contributes to the increase of the cation exchange capacity (CEC), elucidation of its chemical characteristics and how it can act in the development of a sustainable agriculture model for the humid tropics. It was possible to observe that the FT-IR spectra were similar between the treatments and that the bio-carbon exhibits similar crystallinity to the carbons of TPI as could be seen by the Raman spectra. Biocarbon provided an increase in the available organic and phosphorus levels, which in the 0-10 cm depth had the following values: in the control 12.29 g kg -1 and 6.58 mg dm -1, and in T3 the values of 17.35 g kg-1 and 9.41 mg dm-1 with linear behavior in relation to the application of biochar, having the same behavior for the values of total carbon (TC), total nitrogen (NT) and CEC.
Palavras-chave: Terra Preta de Índio
Carbono Pirogênico
Fertilidade do Solo
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Agricultura no Trópico Úmido (ATU)
Citação: Padilha, Felipe de Jesus. Caracterização física, química e espectroscópica do biocarvão em Latossolo Amarelo distrófico da Amazônia Central. 2017. 65 f. Dissertação( Agricultura no Trópico Úmido (ATU)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2301
Data de defesa: 5-Mai-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Oficial.pdf2,51 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons