Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2303
Tipo do documento: Dissertação
Título: Resposta da mastofauna às atividades humanas: Avaliação do impacto de atividades de subsistência em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável, Amazônia Central.
Autor: Ilha, Renata 
Primeiro orientador: Baccaro, Fabrício B.
Primeiro coorientador: Ramalho, Emiliano Esterci
Segundo coorientador: Ferraz, Gonçalo
Resumo: A fauna da Amazônia está sendo ameaçada por diversas atividades humanas. Agricultura mecanizada e sobre-caça são duas das principais ameaças nos trópicos. A maior porção de floresta convertida para agricultura mecanizada está no "arco do desmatamento" na região de contato do bioma Amazônia com demais biomas do Brasil e em parte da Amazônia Oriental. Na Amazônia ocidental, no entanto, prevalecem pequenas porções de terras convertidas em plantações de subsistência. Caça de subsistência, por outro lado, é uma das formas mais comuns de extração de recursos não madeireiros nas florestas tropicais, sendo uma ameaça importante para a fauna, especialmente para espécies cinegéticas. As comunidades tradicionais da Amazônia têm a caça de subsistência e a agricultura familiar como principais fontes de alimento, juntamente com a pesca. Neste cenário, as Reservas de Desenvolvimento Sustentável, incorporadas em 2000 no Sistema Nacional de Unidades de Conservação, permite aos seus moradores realizar legalmente atividades de subsistência, como caçar e converter pequenas quantidades de terra para a agricultura familiar. Aqui, nós avaliamos como 16 espécies de mamíferos terrestres respondem aos efeitos de agricultura e caça de subsistência em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável na Amazônia Central. Para isso, nós monitoramos a atividade diária de caça por 13 anos através do Sistema de Monitoramento de Uso da Fauna (SMUF), amostramos mamíferos terrestres com armadilhas fotográficas em 160km ², e mapeamos a atividade de agricultura de subsistência ao longo de 22 anos através de imagens de satélite. Nossos principais resultados mostraram que a maioria das espécies de caça estão negativamente relacionadas com a intensidade da caça, embora três espécies intensamente caçadas não respondam à caça. Embora com estabilidade espacial aparentemente menor do que a caça, a agricultura de subsistência parece ser menos importante para determinar a presença de espécies de mamíferos, sendo positivamente relacionada com a presença de duas espécies, e negativamente à três espécies. Nossos resultados destacam a importância de compreender o efeito das atividades de subsistência praticadas por comunidades tradicionais na Amazônia brasileira e indica a realização de planos de gestão integrados para manter o uso sustentável dos recursos florestais e a segurança alimentar destas populações a longo prazo. No segundo capítulo, nós abordamos a presença rara de uma espécie não cinegética de pequeno felino em áreas de agricultura familiar, e sugerimos seu status de conservação no bioma Amazônia.
Abstract: The Amazon fauna is being threatened by several human activities. Mechanized agriculture and overhunting are two of the main threats in the Tropics. About 20% of the Amazon has been already deforested. However, the Amazon villages depend strongly on agricultural production and subsistence hunting, as their source of food. Here, we assess how 16 terrestrial mammal species responded to the effects of land-use change, induced by subsistence agriculture and to subsistence hunting in a Sustainable Development Reserve, Central Amazonia. For that, we monitored daily hunting activity for 13 years, intensely surveyed terrestrial mammals within 160 km ² with camera-traps and mapped the agriculture activity in a traditional village to investigate the effects of these two anthropogenic pressures. Our main results showed that most game species are negatively related to the intensity of hunting, though three intensely hunted species are not responding to hunting at all. Although in apparent lower spatial stability than hunting, subsistence agriculture seems to be less important to determine the presence of mammal species, being positively related to the presence of two species, and negatively related to only one species. Our results highlight the importance of understanding the effectiveness of sustainable activities by traditional communities in the Brazilian Amazon and indicates the accomplishment of integrated management plans to maintain the use of forest resources in the long term by traditional communities.
Palavras-chave: Fauna cinegética
Agricultura queima - e - corte
Caça de subsistência
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: Ilha, Renata. Resposta da mastofauna às atividades humanas: Avaliação do impacto de atividades de subsistência em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável, Amazônia Central.. 2016. 93 f. Dissertação( Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2303
Data de defesa: 15-Jul-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Mestrado_Renata Ilha_final.pdf8,21 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons