Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2309
Tipo do documento: Dissertação
Título: Variabilidade genética de abóboras na região metropolitana de Manaus, Estado do Amazonas
Autor: Silva, Pedro Chaves da 
Primeiro orientador: Silva Filho, Danilo Fernandes da
Primeiro coorientador: Benavente, Cesar Augusto Ticona
Resumo: As abóboras pertencem a gênero Cucurbita e são hortaliças que apresentam ampla variabilidade genética e versatilidade de uso na alimentação humana, devido suas propriedades medicinais e composição nutricional, com destaque aos carotenóides (precursores de vitaminas A), a vitamina C e sais minerais. São cultivadas por agricultores familiares nas áreas de várzea e terra firme em comunidades ribeirinhas do Estado do Amazonas. Estão entre as principais espécies de interesse econômico na região Amazônica. No entanto, na seleção dos frutos para comercialização, muitos são deixados nas propriedades rurais, feiras e centros de comercialização por não atender às características exigidas pelos consumidores que visam maior praticidade e qualidade dos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade genética de populações de abóboras cultivadas na região metropolitana de Manaus, utilizando descritores fenológicos e agronômicos. Foram avaliadas treze populações de abóboras, mantidas na coleção de germoplasma do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA. Os experimentos foram conduzidos, simultaneamente, nas Estações Experimentais de Hortaliças do INPA (EEH INPA), localizada no km 14 da rodovia estadual AM 010, em solo Argissolo Vermelho-Amarelo e na Fazenda Experimental da Universidade Federal do Amazonas – UFAM (Fazenda UFAM), localizada no km 38 da rodovia federal BR 174, em Latossolo Amarelo, município de Manaus-AM. Das 13 populações avaliadas, nove foram identificadas como abóbora de leite (Cucurbita moschata) e quatro populações como abóbora cabocla (C. maxima). Nas avaliações fenológicas das POPs observou-se que a germinação das sementes ocorreu entre três e quatro dias, com maior percentual (95%) em três dias. A fase de floração, frutificação e maturação dos frutos na EEH INPA aconteceu aos 32, 43 e 82 dias após o transplantio entre as mais precoces e 43, 54 e 93 dias entre as mais tardias, respectivamente. Na área da Fazenda da UFAM, a fase de floração, frutificação e maturação dos frutos, aconteceu aos 23, 34 e 71 dias após o transplantio entre as mais precoces e 31, 45 e 84 dias entre as mais tardias. Os dados quantitativos foram submetidos a análises de variância e testes de médias. Foram detectados contrastes significativos em nível de 5% de probabilidade pelo teste de Tukey. Na área da EEH INPA, as POPs de Iranduba (13,17 t ha-1) e Silves (11,69 t ha-1), foram as que tiveram maior produtividade. Na Fazenda da UFAM, as POPs de Iranduba (21,72 t ha-1) e Presidente Figueiredo (19,22 t ha-1) foram as mais produtivas. Quanto ao caráter massa dos frutos e espessura da polpa, as POPs oriundas de Iranduba, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Silves e Manaus apresentaram os melhores resultados entre as 13 POPs avaliadas. Na EEH INPA e Fazenda UFAM, os valores de herdabilidade estiveram acima de 80% para os caracteres massa do fruto (89,62% e 83,80%), comprimento do fruto (88,74% e 86,43%), diâmetro do fruto (90,72% e 90,12%) e largura da cavidade interna do fruto (87,50% e 87,45%), respectivamente. Por meio do agrupamento utilizando as distâncias generalizadas de Mahalanobis (D2), através do método de Ligação Média entre Grupos (UPGMA) pode-se inferir que existe divergência genética entre as treze populações avaliadas nas duas áreas experimentais. Essa constatação pode ser observada pela formação de quatro (EEH INPA) e cinco (Fazenda da UFAM) grupos distintos. A variabilidade fenotípica detectada nas populações (POPs) permite a seleção de vários materiais genéticos, que podem ser imediatamente utilizados em programas de melhoramento genético de abóboras no Estado do Amazonas.
Abstract: The pumpkins belong to the genus Cucurbita and are vegetables that present wide genetic variability and versatility of use in human food due to its medicinal properties and nutritional composition, being highlighted the carotenoids (precursors of vitamins A), the presence of vitamin C and mineral salts. They are cultivated by family farmers in lowland and dry land areas in riparian communities in the State of Amazonas. They are among the main species of economic interest in the Amazon region. However, in the selection of fruits for commercialization, many are left in the rural properties, fairs and marketing centers for not meeting the characteristics demanded by the consumers that aim at greater practicality and quality of the fruits. The objective of this work was to evaluate the genetic diversity of populations of pumpkins cultivated in the metropolitan region of Manaus using phenological and agronomic descriptors. Thirteen populations of pumpkins cultivated in the metropolitan region of Manaus were evaluated and maintained in the germplasm collection of the National Research Institute of the Amazon (INPA). The experiments were carried out simultaneously at Experimental Vegetable Stations (EEH INPA), located at Km 14 of the state highway AM 010, in the Red-Yellow Argisol soil and in the Experimental Farm of the Federal University of Amazonas - UFAM (Fazenda UFAM) , Located at Km 38 of federal highway BR 174, in Latossolo Amarelo, municipality of Manaus-AM. Of the 13 populations evaluated, nine were identified as milk squash (Cucurbita moschata) and four populations such as cabocla squash (C. maxima). In the phenological evaluations of the POPs it was observed that the germination of the seeds occurred between three and four days, with greater percentage (95%) in three days. The flowering, fruiting and maturation phases of the fruits in the EEH INPA occurred at 32, 43 and 82 days after transplanting between the earliest and 43, 54 and 93 days among the later ones, respectively. In the area of the Fazenda UFAM, the flowering, fruiting and maturation phases of the fruit occurred at 23, 34 and 71 days after transplanting between the earliest and 31, 45 and 84 days among the later ones. The quantitative data were submitted to analysis of variance and tests of means. Significant contrasts were detected at a 5% probability level by the Tukey test. In the area of EEH INPA, the POPs of Iranduba (13.17 t ha-1) and Silves (11.69 t ha-1) were the ones that had higher productivity. At the Fazenda UFAM, the POPs of Iranduba (21.72 t ha-1) and Presidente Figueiredo (19.22 t ha-1) were the ones that had the highest productivity. As for fruit mass and pulp thickness, POPs from Iranduba, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Silves and Manaus obtained the highest results among the 13 POPs evaluated. At EEH INPA and Fazenda UFAM, heritability was higher than 80% for fruit mass (89.62% and 83.80%), fruit length (88.74% and 86.43%), diameter of the fruit (90.72% and 90.12%) and internal fruit cavity width (87.50% and 87.45%), respectively. By means of the grouping using the generalized distances of Mahalanobis (D2), through the Medium Link Between Groups method (UPGMA) it can be inferred that there is genetic divergence among the 13 populations evaluated in the two experimental areas. This finding can be observed by the formation of four (EEH INPA) and five (Fazenda da UFAM) distinct groups. The phenotypic variability detected in the populations (POPs) allows the selection of several genetic materials, which can be immediately used in breeding programs for pumpkins in the state of Amazonas.
Palavras-chave: Abóboras
Recursos genéticos
Avaliação de genótipos
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Agricultura no Trópico Úmido (ATU)
Citação: Silva, Pedro Chaves da. Variabilidade genética de abóboras na região metropolitana de Manaus, Estado do Amazonas. 2016. 71f. Dissertação( Agricultura no Trópico Úmido (ATU)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2309
Data de defesa: 16-Dez-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Pedro Chaves PPG ATU Definitiva Pedro Chaves ATU.pdf2,77 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons