Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2334
Tipo do documento: Tese
Título: Crescimento e incremento de espécies arbóreas dominantes na Amazônia Central
Autor: Durgante, Flávia Machado 
Primeiro orientador: Higuchi, Niro
Primeiro coorientador: Trumbore, Susan
Resumo: O manejo florestal na Amazônia precisa abastecer o mercado madeireiro mantendo a floresta em pé. Estudos de crescimento e incremento das árvores são essenciais para determinar o ciclo de corte na floresta. Com o intuito de incentivar o manejo florestal da espécie hiperdominante na Amazônia Central a presente tese focou em três objetivos gerais: i. comparação de métodos para determinar incremento; ii. descrever a variação temporal do incremento; iii. determinar o incremento periódico anual (IPA) do matamatá amarelo no Amazonas. A comparação de métodos utilizou o IPA determinado com métodos isotópicos (δ18Owc e 14C) comparados com o de parcelas permanentes de 23 anos medições anuais com fitas dendrométricas e 14 anos de medições mensais com bandas dendrométricas. Para selecionadas espécies de matamatá amarelo e ucuuba puna os anéis isotópicos de 18O apresentaram forte evidência (p=0.0001) para rejeitar a hipótese de similitude na estimativa do incremento quando comparado com as de parcelas permanentes; ii. o IPA determinado por 14C ao comparar com o estimado em parcelas permanentes não apresenta evidências para rejeitar a semelha entre os métodos, ou seja, a datação de 14C estima o incremento das árvores com elevada semelhança ao estimado em 23 anos de monitoramento em parcelas testemunha do Bionte (p=0.997) e 14 anos de monitoramento mensal com bandas dendrométricas (p= 0.83). A variação temporal do incremento corrente anual (ICA) foi descrita com base no desvio padrão do incremento ao longo do tempo e com a detecção e análise da frequencia de anos com incremento nulo ou negativos em dois tipos de parcelas permanentes. A variação do ICA ao longo do tempo comprova a ocorrência de anos de incremento nulo nas árvores na Amazônia Central. 60% das árvores monitoradas entre 10 e 14 anos com bandas dendrométricas apresentaram ao menos um ano de incremento nulo. Em média 20% do tempo monitorado dessas árvores foi de incremento nulo. Há uma forte correlação positiva (r= 0,87 e p= 0,002) entre % de árvores com incremento nulo e o número de dias sem chuva no respectivo ano. Períodos de dois anos ou mais de incremento nulo consecutivos podem ocorrer em árvores amazônicas, que não são justificados apenas pela intensidade do período seco. As lacunas entre os métodos de datação por 14C e δ18O podem ser explicadas por períodos de anéis ausentes que impedem reconhecer a passagem do tempo em ferramentas que necessitam um crescimento contínuo no tronco. A investigação do IPA da morfoespécie matamatá amarelo na Amazônia Central contemplou dois objetivos específicos: i. determinar o IPA utilizando datação por 14C em 6 localidades do Amazonas; ii. investigar quais fatores ambientais e morfométricos estão relacionados com o IPA do matamatá amarelo. O IPA médio do matamatá amarelo no Amazonas foi de 2,04±0.53 mm/ano. Há fortes evidências de variação do incremento desta espécie nos diferentes sítios (p=0,0005). As localidades com solos com baixos teores de nutrientes como Maués e São Gabriel da Cachoeira apresentaram os menores valores de incrementos. As árvores sitiadas em solos oriundos dos Andes no local com maior sazonalidade do períodos seco apresentaram um maior taxa incremento (município de Manicoré). A variação do incremento de acordo com as variações ambientais no Amazonas apontam que o matamatá amarelo é uma espécie elástica. Espécies elásticas se detacam no manejo florestal por serem potencialmente manejáveis ao responder a intervenções silviculturais, como abertura de clareiras. A elevada variação do incremento nos diferentes sítios aponta a necessidade de determinar um ciclo de corte para cada sítio.
Abstract: Forest management in the Amazon needs to supply the timber market by keeping the forest live. Studies of tree growth and increment are essential to determine the cutting cycle of the forest. In order to encourage forest management of the hyperdominant species in Central Amazon, this thesis focused on three general objectives: i. Comparison of methods to determine growth rates; Ii. Describe the temporal variation of the increment; Iii. Determine the periodic annual increment (PAI) of the matamatá amarelo in Amazonas state. The comparison of methods used the PAI determined with isotopic methods (δ18Owc and 14C) compared to that of permanent plots of 23 years with annual measurements with dendrometric tapes and 14 years of monthly measurements with dendrometric bands. For selected species of matamatá amarelo and ucuuba puna the 18O isotopic rings presented strong evidence (p = 0.0001) to reject the hypothesis of similarity in the estimation of the growth rates when compared to those of permanent plots; Ii. The PAI determined by 14C when compared to the estimate in permanent plots does not present evidence to reject the similarity between the methods. In this case, the increment of trees estimated by 14C dating have high similarity when compare the growth rates estimated in 23 years of monitoring the permanent plots Bionte (p = 0.997) and 14 years of monthly monitoring with dendrometric bands (p = 0.83). The temporal variation of the current annual increment (CAI) was described based on the standard deviation of the increment over time and with the detection and analysis of the frequency of years with null increment or negative in two types of permanent plots. The variation of CAI over time proves the occurrence of years of null increment in the trees in the Central Amazon. 60% of the trees monitored between 10 and 14 years with dendrometric bands presented at least one year of null increment. On average, 20% of the monitored time of these trees was zero increment. There was a strong positive correlation (r = 0.87 and p = 0.002) between % of trees with null increment and the number of days without rain in the respective year. Periods of two or more years of consecutive null increment can occur in Amazonian trees, which are not justified only by the intensity of the dry period. The gaps between the dating methods by 14C and δ18O can be explained by periods of missing rings that prevent recognizing the passage of time in tools that require continuous growth in the trunk. The PAI research of the matamatá amarelo morphospecies in Central Amazon contemplated two specific objectives: i. Determine the PAI using 14C dating in 6 locations in the Amazon; Ii. To investigate which environmental and morphometric factors are related to the yellow matamatá PAI. The mean PAI of the matamatá amarelo in Amazonas was 2.04 ± 0.53 mm / year. There is strong evidence of variation of the growth rates of this species in the different sites (p = 0.0005). The sites with low levels of nutrients soils such as Maués and São Gabriel da Cachoeira presented the smallest growth rates. The trees was grow in soils from the Andes origens in the place with greater seasonality of the dry periods presented a higher growth rates (Manicoré). The variation of the increment according to the environmental variations in Amazonas indicates that the matamatá amarelo is an elastic species. Elastic species are interesting to forest management because they are potentially manageable when responding to silvicultural interventions, such as opening of clearings. The high variation of the increment in the different sites indicates that is necessary determine a cut cycle for each site.
Palavras-chave: Matamatá amarelo
Espécies arbóreas
Manejo Florestal
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: Durgante, Flávia Machado. Crescimento e incremento de espécies arbóreas dominantes na Amazônia Central. 2016. 197 f.. Tese( Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2334
Data de defesa: 7-Out-2016
Aparece nas coleções:Doutorado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_DR_Flavia Durgante.pdf41,29 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons