Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2366
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comportamento reprodutivo do anuro amazônico Allobates paleovarzensis (Aromobatidae) e o papel dos parentais na sobrevivência da prole
Autor: ROCHA, Sulamita Marques Correia da 
Primeiro orientador: KAEFER, Igor Luiz
Primeiro coorientador: LIMA, Albertina Pimentel
Resumo: O estudo da biologia reprodutiva dos anfíbios permite delinear padrões entre os diferentes grupos taxonômicos e testar diversas hipóteses evolutivas e comportamentais. Nesse estudo utilizamos a espécie Allobates paleovarzensis (Anura: Aromobatidae) como modelo, uma vez que esta exibe cuidado paternal e territorialidade masculina. Realizamos observações comportamentais e experimentos em campo nos períodos de atividade reprodutiva em duas localidades, onde descrevemos o comportamento de corte, acasalamento, cuidado parental e territorialidade (Capítulo 1); testamos o papel de características intrínsecas e extrínsecas do macho sobre o sucesso de acasalamento (Capítulo 2); e testamos o efeito da remoção de machos parentais na sobrevivência da prole e no comportamento parental da fêmea (Capítulo 3). A maior parte dos estudos sobre esses tópicos em anuros foram conduzidos em cativeiro, e experimentos de campo são importantes para testar as relações comportamentais e a sobrevivência sob condições bióticas e abióticas naturais. Nossas observações indicam que A. paleovarzensis é uma espécie poligâmica de cuidado uniparental realizado pelo macho, territorialidade relacionada à competição masculina por espaço e por fêmeas, alto investimento em número de ovos e com evidência de transporte simultâneo do maior número de girinos no gênero. O tamanho do território foi o principal determinante do sucesso de acasalamento dos machos e este fator não teve relação com os demais atributos testados. As fêmeas parecem acessar o tamanho do território do macho por meio do processo de corte que antecede a oviposição, momento em que o macho conduz a fêmea pelo território. O cuidado parental em Allobates paleovarzensis é realizado exclusivamente pelo pai, sem nenhuma evidência de participação materna. O macho cuida da prole durante todo o período de desenvolvimento em que esta se encontra associada ao seu território, de ovo até a fase de girino transportado para um corpo d’água. Na ausência do pai, a mortalidade da prole é elevada em todas as fases de desenvolvimento.
Abstract: The study of amphibians’ reproductive biology allows to outline patterns among different taxonomical groups and to test many evolutionary and behavioural hypotheses. In this study, we used the species Allobates paleovarzensis (Anura: Aromobatidae) as a model due to its parental care and male territoriality. We conducted behavioural observations and field experiments during reproductive seasons in two localities, where we described courtship behaviour, mating, parental care and territoriality (Chapter I); tested the role of intrinsic and extrinsic characteristics of the males in mating success (Chapter 2); and tested the effect of males’ removal in the survival rate of the offspring and in the parental behaviour of females (Chapter 3). Most of the studies concerning these topics in anurans were conducted in captivity, and field experiments are important for testing behavioural relations and survival rates under natural biotic and abiotic conditions. Our observations show that A. paleovarzensis is a polygamical species with uniparental care by the males, territoriality related to male competition for space and females, high investment on the number of eggs with evidence of the simultaneous transport of the highest number of tadpoles for the genus. Territory size is the main driver for males’ mating success, and this determinant was uncorrelated with other tested attributes. Females appear to access males’ territorial size during courtship, before mating, when males conduct females around the territory. Parental care in A. paleovarzensis is exclusive to males, with no evidence for maternal care. Males nurse the offspring throughout the whole developmental process that occur inside their territories. Without a male providing parental care, offspring mortality is very high in every developmental stage.
Palavras-chave: Corte
Sucesso de acasalamento
Cuidado paternal.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: ROCHA, Sulamita Marques Correia da. COMPORTAMENTO REPRODUTIVO DO ANURO AMAZÔNICO Allobates paleovarzensis (AROMOBATIDAE) E O PAPEL DOS PARENTAIS NA SOBREVIVÊNCIA DA PROLE. 2017. 85f. Dissertação( Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2366
Data de defesa: 21-Jul-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Comportamento Reprodutivo Allobates paleovarzensis - SulamitaRocha.pdf1,74 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons