Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2402
Tipo do documento: Tese
Título: Efeito de combustíveis derivados do petróleo na descarga do órgão elétrico de Parapterontus Hasemani(ELLIS 1913) (Ostariophysi, Gymnotiformes)
Autor: Ferreira, Diana José dos Santos 
Primeiro orientador: Gomes, José Antônio Alves
Resumo: Este estudo determinou o ritmo circadiano durante o período de 24 horas e o efeito dos combustíveis automotivos (gasolina e óleo diesel) sobre a taxa de repetição, coeficiente de variação, amplitude e a forma da onda da Descarga do Órgão Elétrico (DOE) de Parapteronotus hasemani (Ostariophysi, Gymnotiformes), a fim de testar a viabilidade desta espécie como biomonitora na detecção de contaminantes derivados do petróleo. Os indivíduos foram expostos às concentrações de 110, 220 e 440 μl/5L e estas corresponderam a 25, 50 e 100% da concentração permitida para peixes em águas continentais. Cada experimento durou 9 horas, sendo que as duas primeiras horas foram usadas para a aclimatação, a pré-contaminação iniciou na terceira hora e as DOEs desta fase foram comparadas com as gravações feitas após a adição do contaminante, que seguiram por mais quatro horas e da quinta até a nona hora foi usada como período de pós-contaminação. O sinal bioelétrico foi captado por meio de eletrodos colocados nos aquários experimentais, amplificado, monitorado e visualizado por meio de um osciloscópio digital em tempo real. O sinal foi gravado com o auxílio um conversor analógico/digital (resolução de 16 bits) e analisado com o programa MATLAB ® . As gravações das DOEs foram de 2 minutos de duração, em intervalos de 15 minutos. As análises estatísticas do ritmo circadiano foram feitas por meio do Teste t - Student pareado (p ≤ 0,05), para comparação entre os valores normalizados do período noturno e diurno. Nos experimentos com a gasolina e o óleo diesel foram realizados por meio das análises de medidas repetidas no tempo (ANOVA MR), seguida do pós-teste de Bonferroni ou LSD de Fisher. O ritmo circadiano teve diferenças entre o período noturno e diurno na taxa de repetição (p= 0,000), na área 1 (p= 0,017), área 3 (p= 0,000) e na relação da área 1 com a área 3 (p= 0,05). A variação foi maior no período diurno devido apresentar valores maiores dos desvios padrão, determinando regularidade e estabilidade destes parâmetros no período noturno pelo fato de estarem associados à atividade alimentar da espécie. O óleo diesel causou aumento na taxa de repetição (p= 0,000) em 440 μl/5L, distorção da forma da onda na área 3 (p= 0,049) e na relação da área 1 com a área 3 (p= 0,045) e diminuição da taxa de repetição na concentração 110 μl/5L. A gasolina não causou efeito significativo pelo pós-teste de Bonferroni nessas concentrações para a área 1 da DOE. Variações teriam ocorrido devido à tolerância diferencial dos indivíduos aos contaminantes no sistema nervoso central no núcleo marcapasso. Sugere-se que P. hasemani tem um ótimo potencial para ser utilizada como biomonitora de ambientes aquáticos, porque o efeito do diesel determinou as mínimas concentrações detectáveis pela espécie no tempo máximo de três horas dentro de quatro horas de exposição. Esta pesquisa apresentou novas possibilidades para estudos futuros, onde se possam aprofundar as investigações iniciadas aqui, pela utilização de maiores concentrações, principalmente para exposição à gasolina.
Abstract: This study determined the circadian rhythm during for 24 hours period and the effect of automotive fuels (gasoline and diesel) on the discharge rate, coefficient of variation, amplitude and waveform shape oscillations of the Electric Organ Discharge (EOD) in the weakly electric fish Parapteronotus hasemani (Ostariophysis, Gymnotiformes), with the objective of testing the viability of this species as biomonitor to detect contaminants derived from petroleum. The individuals were exposed to concentrations of 110, 220 and 440 μl/5L and those concentrations corresponded to 25, 50 and 100% of concentration allowed for fish in continental waters. Each experiment lasted for 9 hours, as the 1st two hours were used to acclimate the individuals in the experimental tanks, pre- contamination started at the 3rd time, and EODs of this phase were compared with the recordings made after the addition of the contaminant, which followed by 4 more hours and from the 5th until 9th hour was considered as a pos-contamination period. The bioelectric signal was captured through a pair of electrodes placed in the experimental tanks, amplified, monitored, and visualized in real time a digital oscilloscope. The signal was recorded with an analog/digital converter (16-bit resolution) and analyzed with the program MATLAB ® , Mathworks. EODs recordings were 2 minutes duration, in 15 minutes intervals. Statistical analyzes of the circadian rhythm was detected through the paired Student’s t-Test (p≤0.05) was applied comparing the normalized values of the night and day period. Oscillations from gasoline and diesel experiments were detected through the analysis of repeated measures (ANOVA RM) followed by Bonferroni or Fisher's LSD post-hoc tests. The circadian rhythm had differences between the day-night oscillations in the discharge rate (p= 0.000), 1st area (p= 0.017), 3rd area (p= 0.000) and the ratio of the 1st area to 3rd area (p= 0.05) of the waveform shape. The variation was higher during the day, due higher values of standard deviations, determining regularity and stability of these parameters at night because they are synchronized to the feeding activity. The diesel oil caused an increase in discharge rate (p= 0.000) in 440 μl/5L, oscillation of the waveform shape in the 3rd area (p= 0.049) and the ratio of the 1st area to 3rd area (p= 0.045) and decreased the discharge rate in the concentration 110 μl/5L. The gasoline caused no significant oscillations waveform shape in the 1st area by Bonferroni post-hoc test. Variations have occurred due to the individual tolerance to the contaminants in the central nervous system in pacemaker nucleus. It is suggest P. hasemani has a great potential to be utilized as a biomonitor species in aquatic environments, because the effect of diesel determined by the minimum detectable species concentrations in a maximum time of 3 hours within 4 hours of exposure. This research presented new possibilities for future studies, where the investigations started here could be complemented by the utilization of higher concentrations, especially for exposure to gasoline.
Palavras-chave: Combustíveis
Peixes elétricos
Parapteronotus hasemani
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: Ferreira, Diana José dos santos. Efeito de combustíveis derivados do petróleo na descarga do órgão elétrico de Parapterontus Hasemani(ELLIS 1913) (Ostariophysi, Gymnotiformes). 2016. 147 f. Tese( Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Embargado
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2402
Data de defesa: 12-Abr-2016
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese de Doutorado_Diana Jose dos Santos Ferreira (BADPI).pdf2,95 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons