Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2423
Tipo do documento: Tese
Título: Ecologia do acará-disco (Symphysodon aequifasciatus, Pelegrin, 1904) (Perciformes: Cichlidae) em igarapés no lago Amanã, Amazonas, Brasil
Autor: Hercos, Alexandre Pucci 
Primeiro orientador: Ferreira, Efrem Jorge Godim
Primeiro coorientador: Queiroz, Helder Lima de
Resumo: A pesca ornamental é uma importante atividade econômica para o estado do Amazonas, onde o acará-disco Symphysodon aequifasciatus (Pelegrin, 1904) é uma das espécies mais importantes e representa a principal espécie comercializada na região do médio Solimões. Apesar de sua importância econômica, pouco se sabe sobre seus parâmetros biológicos e ecológicos. A autoecologia estuda as relações de uma espécie com seu meio, definindo essencialmente os limites de tolerância e as preferências da espécie em face dos diversos fatores ecológicos e examinando a ação do meio sobre a morfologia, a biologia, a fisiologia e o comportamento. Esses estudos são fundamentais para um maior entendimento das relações entre os peixes e seus ambientes naturais, gerando subsídios para elaboração de planos de manejo sustentáveis para estas espécies. O presente trabalho teve como objetivo analisar aspectos da ecologia do acará-disco S. aequifasciatus na RDS Amanã (Maraã - AM). Foram estudados: a estrutura genética das (sub) populações de S. aequifasciatus em igarapés tributários do lago Amanã, caracterizando as possíveis barreiras geográficas para o fluxo gênico; a dieta da espécie, avaliando os itens consumidos e sua variação temporal a categoria trófica que a espécie ocupa; a taxa de crescimento e a longevidade da espécie; a estrutura da população; o tamanho médio de primeira maturação gonadal; a época de reprodução; e o tipo de desova. Além disso, foi realizada uma revisão das normas de manejo descritas no Plano de manejo de peixes ornamentais vigente na área de estudo. As análises genéticas não conseguiram separar (sub) populações de acarás-disco ao longo do lago Amanã, indicando que a área de estudo uma única grande população panmítica. A espécie apresenta uma dieta diversificada, consumindo itens de origem vegetal e animal, sendo classificada como onívora. A variação temporal na alimentação demonstra que a espécie consegue adaptar sua dieta à disponibilidade temporal dos itens alimentares. A espécie possui um ciclo de vida longo e taxas de crescimento intermediárias típicas de espécies com estratégia de vida “em equilíbrio”. Atingindo a maturidade sexual no primeiro ano de vida, com cerca de onze centímetros de comprimento, possuindo uma longevidade máxima de mais de oito anos. O machos são maiores que as fêmeas. O período de desova ocorre no final da enchente, com a desova ocorrendo provavelmente no igapó. A espécie desova uma única vez ciclo hidrológico, com uma fecundidade em torno de 1000 oócitos. As populações de S. aequifasciatus do lago Amanã, possuem características de seu ciclo de vida que permitem classificá-la com uma espécie K estrategista. Por se tratar de uma única população todos os 10 igarapés estudados podem virar áreas potenciais de coletas do acará-disco. Porém para que isto ocorra será necessário um levantamento prévio para calcular as abundâncias da espécie em cada um destes igarapés. O tempo de cativeiro não causa mortalidade, ou mesmo altera as condições de saúde dos animais, portanto para os acarás-disco recomenda-se que o melhor momento para a retirada e venda dos peixes esteja vinculada a questões comerciais. Foi identificado um pico de reprodução entre abril e junho, sendo recomendados como período de coleta manejada os meses de setembro e outubro. Os tamanhos mínimos de coleta estão relacionados com o ponto de maturação sexual de cada uma delas. Desta maneira fica sugerido que o tamanho mínimo de captura da pesca maneja de S. aequifasciatus no lago Amanã seja 11,50 centímetros. O presente estudo gerou importantes informações sobre as relaçõesentre o acará-disco e o seu ambiente natural, que servirão para o aprimoramento do plano de manejo elaborado para a espécie na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã.
Abstract: Ornamental fishing has become an important economic activity for Amazonas state, withgreen discus Symphysodon aequifasciatus (Pelegrin, 1904) being one of the most important species in the ornamental fish trade in the state, and also the main species traded in the middle Solimões region. Despite its economic importance, little is known about its biological and ecological characteristics. Autoecology studies the relationships of a single species within its environment, essentially defining the limits of tolerance and preference of the species in face of several ecological factors, examining the action of the environment on its morphology, biology, physiology and behavior. Biological and ecological parameters of the main exploited species are poorly known, nevertheless, these studies are fundamental for a better understanding of relationships between fishes and their natural environments, creating subsidies for sustainable management plans for these species. The present study aimed to investigate aspects of the S. aequifasciatus autoecology at Amana Sustainable Development Reserve, in Amazonas state, Brazil. The following aspects were studied: the species diet, evaluating the items consumed and its temporal variation, the trophic category occupied by the species, its growth rate and longevity. The species reproductive biology was also studied by checking its population structure, estimating the average size of first maturation, investigating its breeding season and determining its spawning type. Additionally, the S. aequifasciatus genetic populations structure was analyzed within streams associated with Amana Lake, identifying different populations and characterizing potential geographic barriers to gene flow. In addition, a revision of the management norms described in the ornamental fishes Management Plan for the study area was carried out. Genetic analyzes failed to separate (sub) populations of green discus along Amanã Lake, indicating that the study area is a single large panmictic population. Both animal and plant origin items were identified within the species diet, classified as omnivore. The feeding temporal variation observed to the species shows its ability to adapt its diet under changes on food items availability.The species has a long life cycle and intermediate growth rates typical of species with an "equilibrium" life strategy. It reaches sexual maturity in its first year of life measuring around eleven centimeters long, the maximum longevity recorded was of more than eight years and the males are larger than the females. Spawning occurs at the end of the flooding season and it takes place probably in the flooded forest. The species spawns only once during a single hydrological cycle, when approximately 1000 oocytes are liberated. Characteristics of S. aequifasciatus populations life cycle at Amanã Lake indicate a tendency to classify it as a K-strategist species. Once it is a single population, all streams studied (10) can become potential areas for collection of green discus, nevertheless, a previous survey will be necessary in order to calculate the abundances of the species in each of these igarapés. As captivity does not cause green discus mortality neither changes animals‟ health conditions, it is recommended to choose fish catching and selling period according to commercial issues. Although, a breeding peak was identified between April and June, what makes the months of September and October proper for managed collection period. Observing S. aequifasciatus`s sexual maturation point it is suggested that the minimum catch size for managed fishery at Amanã Lake is 11.50 centimeters. The present study generated important information about S. aequifasciatus ecology which can be very useful to improve the management plan elaborated for the species at the Amanã Sustainable Development Reserve.
Palavras-chave: Acará-disco
Symphysodon aequifasciatus
Pesca ornamental
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: Hercos, Alexandre Pucci. Ecologia do acará-disco (Symphysodon aequifasciatus, Pelegrin, 1904) (Perciformes: Cichlidae) em igarapés no lago Amanã, Amazonas, Brasil. 2014. xiii, 126 f. Tese( Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2423
Data de defesa: 14-Mar-2014
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alexandre Pucci Hercos.pdf3,43 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons