Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2451
Tipo do documento: Tese
Título: Sistemática filogenética e evolução cromossômica em espécies amazônicas de Aspredinidae (Ostariophysi, Siluriformes)
Autor: Santos, Milena Ferreira dos
Primeiro orientador: Feldberg, Eliana
Resumo: A família Aspredinidae, ordem Siluriformes, é composta por um grupo de peixes neotropicais, popularmente conhecidos como bagres banjo ou rabeca. Possui distribuição restrita à América do Sul, tendo na bacia amazônica, importantes grupos de espécies endêmicas. No presente trabalho, foram realizadas análises citogenéticas e moleculares em espécies desta família, com objetivo de compreender os processos evolutivos envolvidos na diversificação destes pequenos bagres, a fim de inferir no status taxonômico. Foram disponibilizadas caracterizações cromossômicas inéditas de Amaralia hypsiura, Bunocephalus cf. aloikae, B. amaurus, B. coracoideus, B. aff coracoideus, B. verrucosus e Platystacus cotylephorus. Os dados cromossômicos, com mapeamento de DNAr 5S e distribuição da heterocromatina constitutiva revelaram um sistema de cromossomos sexuais inédito do tipo X 1 X 1 X 2 X 2 /X 1 Y 1 X 2 Y 2 em uma população de B. coracoideus. E caracterização cariotípica de P. cotylephorus revelou um segundo caso em Siluriformes de sistema sexual XX/XO. A análise de um filograma com quatro populações de Bunocephalus coracoideus, com base em uma região do mitogenoma, revelou clados com diversidade genética, que corroboraram os dados de distribuição geográfica e variação cariotípica, sugerindo a existência de Unidades Evolutivas Significativas bem suportadas, formando um complexo de espécies, em processo de especiação alopátrica e simpátrica. Ainda, os dados cromossômicos permitiram a percepção de uma tendência à redução do número diploide na evolução cromossômica da família em relação ao cariótipo ancestral dos Siluriformes, conservando um cariótipo com maioria de cromossomos de dois braços. E, posteriormente, por rearranjos cromossômicos do tipo inversões pericêntricas e fissões, o número diploide de algumas espécies teria aumentado e a morfologia cariotípica se modificado para cromossomos de um braço, sendo este uma sinapomorfia na família. A diversidade cariotípica, tanto no número diploide como na morfologia dos cromossomos em Aspredinidae é muito parecida às encontradas nas famílias do clado asiático Sisoroidea (Amblycipitidae, Akysidae, Sisoridae e Erethistidae), sugerindo que essas famílias sofreram as diferentes pressões seletivas para formação dos cariótipos ou uma história natural em comum. Assim, corroborando com a proposta de Aspredinidae e Sisoroidea serem grupos-irmãos, sugerida por Ferraris (1989), de Pinna (1998), Britto (2002), Diogo et al. (2004) e Cardoso (2010).
Abstract: The Aspredinidae family, order Siluriformes, is a group of Neotropical fishes, popularly known as “banjo catfishes” or “rabeca”. It is strictly distributed in South America, and within the Amazon River basin, there are endemic species groups. In the present study, cytogenetic and molecular analysis were performed with species of this family, aiming at understanding the evolutionary processes involved in the diversification of these small catfishes, in order to infer their taxonomic status. Some inedited chromosomal characterizations were presented, of the species Amaralia hypsiura, Bunocephalus cf. aloikae, B. amaurus, B. coracoideus, B. aff coracoideus, B. verrucosus and Platystacus cotylephorus. The chromosomal data, with the 5S rDNA mapping and the constitutive heterochromatin distribution, revealed a new sex chromosomes system of the X 1 X 1 X 2 X 2 /X 1 Y 1 X 2 Y 2 type in a B. coracoideus population. The karyotype characterization of P. cotylephorus revealed a second event of XX/XO sex system for Siluriformes. The analysis of a phylogram with four Bunocephalus coracoideus populations, based on one mitogenome region, revealed some clades with genetic diversity, suggesting the existence of well supported Evolutionary Significant Units, building a species complex, under allopatric and sympatric speciation processes. Yet, the chromosomal data allowed noticing a trend on the reduction of the diploid number during the chromosomal evolution of the family, in relation to the ancestral karyotype of the Siluriformes, although keeping a karyotype with most of the chromosomes being two-armed ones. Later on, by means of chromosomal rearrangements of the type pericentric inversions and fission, the diploid number of some species increased and the karyotype morphology changed to single-armed chromosomes, a synapomorphy for the family. The karyotype diversity, both on the diploid number and the chromosome morphology in Aspredinidae, it very similar to the ones found in families from the Asiatic clade Sisoroidea (Amblycipitidae, Akysidae, Sisoridae and Erethistidae), suggesting that these families went under the different selective pressures for the karyotype building or a common natural history. Thus, it corroborates the propositions of Aspredinidae and Sisoroidea as sister-groups, suggested by Ferraris (1989), de Pinna (1998), Britto (2002), Diogo et al. (2004) and Cardoso (2000).
Palavras-chave: Peixe-banjo.
Cromossomos
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: Santos, Milena Ferreira dos. Sistemática filogenética e evolução cromossômica em espécies amazônicas de Aspredinidae (Ostariophysi, Siluriformes). 2017. 106 f.. Tese( Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2451
Data de defesa: 28-Set-2017
Aparece nas coleções:Doutorado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese Ferreira, M. 2017 - Final.pdf15,4 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons