Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2477
Tipo do documento: Tese
Título: Revisão dos gêneros de Tachydromiinae (Diptera: Empidoidea, Hybotidae) baseada na análise cladística dos caracteres morfológicos
Autor: Silva, Rafael Augusto Pinheiro de Freitas 
Primeiro orientador: Ale-Rocha, Rosaly
Primeiro coorientador: Cumming, Jeffrey M.
Resumo: Os Tachydromiinae são moscas cosmopolitas, pequenas a diminutas, exclusivamente predadoras e congregam aproximadamente 1200 espécies. A proliferação de gêneros monotípicos durante os últimos anos, assim como a ausência de uma hipótese formal de relacionamento cladístico entre os gêneros fomentaram o desenvolvimento deste estudo, que visou à ampliação do conhecimento sobre as relações cladísticas entre os gêneros de Tachydromiinae baseado em amostragem mundial de exemplares utilizando-se de caracteres morfológicos dos adultos; consequentemente, objetivou-se testar o monofiletismo das tribos em vigência assim como dos gêneros atualmente aceitos, propor uma classificação genérica logicamente consistente com o padrão dicotômico da análise cladística, e fornecer uma chave dicotômica para a identificação dos gêneros com enfoque mundial como auxílio na prevenção contra a proliferação genérica desnecessária. Foram utilizados 71 caracteres morfológicos dos machos e fêmeas, externos, peças bucais internas, terminálias masculina e feminina, e os exemplares foram selecionados de forma a representar as polimorfias existentes no grupo. A análise cladística de parcimônia utilizando pesagem implícita (4≥k≥ 8) retornou 63 cladogramas mais parcimoniosos e corroborou a classificação tribal em vigência no grupo, sendo Tachydromiini grupo-irmão de Drapetini. Em Tachydromiini foram obtidas as seguintes relações de parentesco: Platypalpus + Platypalpus arnaudi + (Afrotachyempis gen. nov. + (Dysaletria + (Tachypeza + (Tachyempis + Tachydromia)))). Não foi possível corroborar o monofiletismo de Platypalpus envolvendo as antigas espécies de Charadrodromia, e os demais gêneros de Tachydromiini foram agrupados em um clado irmão à maior parte dos Platypalpus, onde Ariasella e Pieltainia foram sinonimizados em Tachydromia e foi criado Afrotachyempis gen. nov. para as espécies afrotemperadas de Tachyempis. Em Drapetini, foram obtidas as seguintes relações cladística: Chaetodromia + (Austrodromia collini + Austrodromia indifferens + (Megagrapha + ((Atodrapetis + Isodrapetis) + (clado Elaphropeza+ + clado Chersodromia+)))), onde Austrodromia foi obtido parafilético em relação à Megagrapha e teve parte de suas espécies transferidas para este gênero. Além dos gêneros mais plesiomórficos (Chaetodromia, Austrodromia, Megagrapha e Isodrapetis), os Drapetini foram divididos em outros dois clados, estes monofiléticos: o clado Elaphropeza+ (Elaphropeza + (Heliopeza gen. nov. + (Crossopalpus + Drapetis))), com Elaphropeza dividido em dois gêneros, sendo Heliopeza gen. nov. correspondente ao grupo E. (biuncinata), e o clado Chersodromia+ (Chersodromia longicornis + (Chersodromia arenaria + Chersodromia beckeri + Chersodromia cana + Chersodromia galapagensis + Chersodromia hirta + Chersodromia incana + (Chersodromia afrosylvatica + (Micrempis + ((Nanodromia + Alodromia) + (Austrodrapetis + (Baeodromia + Stilpon))))))). As espécies de Chersodromia estão envolvidas em uma politomia e o monofiletismo do gênero não foi suportado. Ngaheremyia, Pontodromia e Chersodromia zelandica foram congregados à Austrodrapetis mediante a origem apical do setor Radial, corroborando algumas sugestões em literatura. Neste novo conceito, a subfamília é sumarizada em 23 gêneros monofiléticos mais Platypalpus, Austrodromia e Chersodromia.
Abstract: Tachydromiinae are cosmopolitan, small to minute, exclusively predator flies and comprise about 1200 species. The rapid increasing of monotypical genera during the last years, as well as the absence of a formal cladistic relationship hypothesis among the genera encouraged this study, that aimed to increse the knowledge about the cladistic relationship among the genera of Tachydromiinae based on a worldwide survey of exemplars, using morphological characters of adults; consequently, this study aimed to test the generic monophyly, propose a generic arrangement logically consistent with the dicotomic pattern of the cladistic analysis, and provide an identification key to the genera with worldwide approach as a preventive action against the desnecessary generic inflation. The analysis covered 71 morphological characters from males and females, external and internal mouthparts, male and female terminalia, and the exemplars were selected to represent the polymorphies of the group. The parsimony cladistic analysis using implied weighting (4 ≥ k ≥ 8) returned 63 most parsimonious cladograms and supported the actual tribe classification, with Tachydromiini sister group of Drapetini. In Tachydromiinae was obtained the following relationship: Platypalpus + Platypalpus arnaudi + (Afrotachyempis gen. nov. + (Dysaletria + (Tachypeza + (Tachyempis + Tachydromia)))). We could not corroborate the monophyly of Platypalpus including the species formerly in Charadrodromia, and the further genera of Tachydromiini were grouped in a clade sister to the major part of Platypalpus, where Ariasella and Pieltainia were synonymized in Tachydromia, as well as created Afrotachyempis gen. nov. for the Afrotemperate species of Tachyempis. In Drapetini, we obtained the following cladistic relationships: Chaetodromia + (Austrodromia collini + Austrodromia indifferens + (Megagrapha + ((Atodrapetis + Isodrapetis) + (clado Elaphropeza+ + clado Chersodromia+)))), where Austrodromia was found paraphyletic to Megagrapha and had part of its species transferred to this genus. Besides the more plesiomorphic genera (Chaetodromia, Austrodromia, Megagrapha e Isodrapetis), Drapetini was divided into two monophyletic clades: the clade Elaphropeza+ (Elaphropeza + (Heliopeza gen. nov. + (Crossopalpus + Drapetis))), with Elaphropeza divided into two genera, being Heliopeza gen. nov. corresponding to E. (biuncinata) group, and the clade Chersodromia+ (Chersodromia longicornis + (Chersodromia arenaria + Chersodromia beckeri + Chersodromia cana + Chersodromia galapagensis + Chersodromia hirta + Chersodromia incana + (Chersodromia afrosylvatica + (Micrempis + ((Nanodromia + Alodromia) + (Austrodrapetis + (Baeodromia + Stilpon))))))). The species of Chersodromia are involved in a polytomy and the monophyletism of the genus was not supported. Ngaheremyia, Pontodromia and Chersodromia zelandica were grouped into Austrodrapetis due to the apical origino f Radial sector, corroborating some suggestions in literature. In this new concept, the subfamily is summarized in 23 monophyletic genera plus Platypalpus, Austrodromia and Chersodromia. foram congregados à Austrodrapetis mediante a origem apical do setor Radial, corroborando algumas sugestões em literatura. Neste novo conceito, a subfamília é sumarizada em 23 gêneros monofiléticos mais Platypalpus, Austrodromia e Chersodromia.
Palavras-chave: Tachydromiinae
Filogenia
Taxonomia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: Silva, Rafael Augusto Pinheiro de Freitas. Revisão dos gêneros de Tachydromiinae (Diptera: Empidoidea, Hybotidae) baseada na análise cladística dos caracteres morfológicos. 2015. 220 f. Tese( Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2015 .
Tipo de acesso: Acesso Embargado
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2477
Data de defesa: 29-Jul-2015
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rafael Freitas Silva 2015 Tese doutorado entregar.pdf25,24 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons