Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2488
Tipo do documento: Dissertação
Título: Inundações e a gestão de áreas de proteção permanentes (APPS) na cidade de Rio Branco, Acre - Brasil.
Autor: Rocha, Alessandro do Nascimento 
Primeiro orientador: Brown, Irving Foster
Primeiro coorientador: Santos, George Luiz Pereira dos
Resumo: A ocupação de áreas nas proximidades de um rio é uma realidade que pode ser observada em várias cidades do mundo. Porém, no decorrer da história humana, observa-se que o mesmo rio que traz comodidades para a vida do homem, também pode trazer destruição em períodos de inundações. A cidade de Rio Branco, capital do estado do Acre, se desenvolveu às margens do rio Acre, aproveitando a possibilidade, por ele fornecida, de se conectar ao mundo, mas, esta expansão urbana, desorganizada, resultou em ocupações de áreas impróprias para assentamentos humanos, sendo o caso de muitos bairros da cidade. A inundação do rio Acre ocorrida em 2015, foi a pior em termos de impactos socioeconômicos, atingindo 60 bairros e aproximadamente 10 mil famílias. Quatro bairros se destacaram por ter sido os mais afetados, tendo grandes áreas encobertas pelas águas, como também, grande número de pessoas diretamente atingidas. Este trabalho faz um estudo sobre este evento, quantificando com maior precisão as áreas atingidas pela inundação, em especial, as Áreas de Preservação Permanentes (APPs), bem como, o número de pessoas atingidas por este evento. Com os resultados obtidos foi possível criar uma metodologia para acompanhamento em tempo real dos impactos de uma inundação no momento em que o evento está ocorrendo, apresentado no capítulo II deste trabalho. Para isso, o conhecimento das características locais, especificamente no que tange ao número de pessoas que residem na região, tipo e utilização dos edifícios e área de abrangência da mancha de inundação são fatores essenciais para o correto dimensionamento das ações de respostas, produto apresentado no capítulo I desta pesquisa. Nos quatro bairros alvo desta pesquisa, aproximadamente 30 mil pessoas foram diretamente atingidas, 100% das APPs foram encobertas pelas aguas na inundação. Constatamos que o município precisa aprimorar o controle de ocupação das áreas de risco de inundação e APPs, bem como, o cadastro de edifícios existentes nestas áreas. Assim, acreditamos que os resultados alcançados com este estudo podem contribuir para o fortalecimento da gestão de risco e gestão das APPs do município de Rio Branco, como também, para cidades que passam por situações semelhantes.
Abstract: The human occupation of areas along rivers is a fact that can be observed in several cities of the world. However, throughout human history, the same river that brings amenities to human socieyt, can also bring destruction in periods of floods. The city of Rio Branco, the capital of the state of Acre, developed on the banks of the Acre River, taking advantage of the its connection to the world, This disorganized urban expansion, however, occupied areas unsuitable for settlements. The flooding of the Acre River in 2015 was the worst in forty years in terms of socioeconomic impacts, reaching 60 neighborhoods and approximately 10 thousand families. Four districts stood out for being the most affected, having large areas covered by the waters, as well as a large number of people directly affected. This study quantifies with greater precision the areas affected by the flood, in particular, the Permanent Preservation Areas (APPs), as well as the number of people affected by this event. With the results obtained by this study it was possible to create a methodology for real-time monitoring of the impacts of a flood during its occutence and it is presented in chapter II of this work. In order to do this, the knowledge of local characteristics, specifically with regard to the number of people residing in the region, type and use of buildings and area of flood extent are essential factors for the correct dimensioning of response actions, product presented in Chapter I of this research. In the four target neighborhoods of this research, approximately 30,000 people were directly affected, 100% of the APPs were covered by floodwaters. We verified that the municipality needs to control the occupancy of flood risk areas and APPs, as well as, the registry of existing buildings in these areas. Thus, we believe that the results achieved with this study can contribute to the strengthening of risk management and management of the APPs of the city of Rio Branco, as well as in cities that have similar situations.
Palavras-chave: Urbanização
Mudanças climáticas
Áreas protegidas
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia (GAP)
Citação: Rocha, Alessandro do Nascimento. Inundações e a gestão de áreas de proteção permanentes (APPS) na cidade de Rio Branco, Acre - Brasil.. 2017. 49 f. Dissertação( Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia (GAP)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2488
Data de defesa: 26-Jun-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - GAP

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação MPGAP - Alessandro Rocha - revisado.pdf2,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons