Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2536
Tipo do documento: Dissertação
Título: Uso da zona ripária como fator determinante da estrutura de uma assembleia de lagartos em área de terra-firme na Amazônia Central
Título(s) alternativo(s): Riparian zone as a main determinant in the structure of a lizard assemblage in an upland Amazonian forest
Autor: Oliveira, Ayra Souza Faria de 
Primeiro orientador: Kaefer, Igor Luis
Primeiro coorientador: Menin, Marcelo
Resumo: Os fatores determinantes na estruturação de uma assembleia atuam em diferentes escalas, sendo a heterogeneidade predominante em escala local. Na região Amazônica, essa heterogeneidade pode ser representada pelos diferentes tipos florestais existentes, que proporcionam maior diversidade de abrigo e alimento para as espécies. Mudanças recentes na legislação ambiental brasileira puseram em risco a manutenção da heterogeneidade dos habitats por favorecer a supressão vegetal de diversas áreas, como as zonas ripárias. Diversos grupos animais estão estreitamente relacionados à presença de corpos d’água e aos gradientes ambientais proporcionados por eles. Para compreender a relação ecológica das espécies com o meio, organismos modelo como os lagartos são amplamente utilizados por serem sensíveis às alterações ambientais e em função do sucesso em ocupar diversos tipos de habitat. Neste estudo, uma assembleia de lagartos foi caracterizada quanto à distribuição e associação com variáveis ambientais biologicamente relevantes para o grupo. Foram registradas 20 espécies distribuídas em 10 famílias. Na escala adotada, os modelos de regressão múltipla não indicaram efeito significativo das variáveis ambientais. No entanto, a zona ripária exerceu forte influência sobre a composição de espécies e seu uso foi estimado em cerca de 211 m por meio de regressão segmentada. Diversas espécies tiveram sua ocorrência limitada à zona ripária. Nossos resultados demonstram que a legislação ambiental vigente no país não é suficiente para abranger avariação observada entre os lagartos amazônicos.
Abstract: The factors determining assemblage structure act at different scales, with heterogeneity dominant at the local scale. In Amazonia, such heterogeneity is represented by the different forest types of the region, which provide a great diversity of shelter and food for animal species. Recent changes in Brazilian environmental legislation have put at risk the maintenance of habitat heterogeneity by favoring the suppression of several types of vegetation, notably those in riparian zones. Several Amazonian animal groups have close ecological ties to the presence of water bodies and the environmental gradients provided by them. To understand ecological relationships between species and their environment, model organisms such as lizards are widely used because they are sensitive to environmental changes and because of their success in occupying different habitat types. In this study, an assemblage of lizard species was characterized in terms of distribution and association using biological variables relevant to the group. Twenty species distributed in 10 families were studied. At the scale used in this study, multiple regression models did not indicate a significant effect of environmental variables. However, the riparian zone exerted a strong influence on the species composition and piecewise regression estimated its use to be some 211 m. Several species occurred only in the riparian zone. Our results demonstrate that the current environmental legislation in the country is not adequate to cover the observed variation in habitat use by Amazonian lizards.
Palavras-chave: Ecologia de comunidades
Squamata
Conservação
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: Oliveira, Ayra Souza Faria de. Uso da zona ripária como fator determinante da estrutura de uma assembleia de lagartos em área de terra-firme na Amazônia Central. 2017. 61f. Dissertação( Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2536
Data de defesa: 21-Jul-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ayra Souza Faria de Oliveira.pdf1,15 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons