Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2541
Tipo do documento: Dissertação
Título: Microbiota fúngica cultivável associada às colmeias e castas de Melipona interrupta e Melipona seminigra (Apidae, Meliponini)
Autor: Tiago, Michael Rubem Miranda 
Primeiro orientador: Zilse, Gislene Almeida Carvalho
Primeiro coorientador: Souza, Joao Vicente Braga de
Resumo: Às colmeias de abelhas Amazônicas da tribo Meliponini, Melipona interrupta e M. seminigra, que possuem grande importância no ecossistema como polinizadoras de diversas espécies de plantas e na produção de mel, estão associadas uma grande variedade de entomofauna e microbiota. A fim de conhecer a diversidade da microbiota associada às colmeias e castas de M. interrupta e M. seminigra este estudo realizou a identificação morfológica e molecular de fungos presentes no ambiente interno das colmeias e nas células de cria com larva ou pupa (de rainha ou de operária) para os períodos chuvoso e seco em Manaus-AM. Aplicou-se a técnica de sedimentação de esporos a fim de amostrar fungos do ambiente interno da colmeia. Fungos internos às células de cria em fase larval foram isolados após incubação dos discos de cria sendo que a massa fúngica crescida no interior destas células foi coletada com alça microbiológica, e fungos do interior das células com pupa de operária ou de rainha foram obtidos pela lavagem individual destas células para isolamento da microbiota interna. Os fungos isolados foram identificados pela análise das estruturas morfológicas e, em seguida, pela amplificação e sequenciamento das regiões ITS1-5.8S e ITS2 do DNA ribossomal. Por meio destas análises foram identificados 13 taxa a partir de 1.542 isolados fúngicos: os filamentosos foram Aspergillus fumigatus, A. nomius, A. niger, A. ochraceus, Aspergillus sp. (T1), Penicillium citrinum, Cladosporium cladosporioides e Monascus ruber; as leveduras foram Cystobasidium minutum, Candida apicola, Candida versatilis, Candida etchellsii e Candida famata. Em geral, o táxon mais abundante foi Aspergillus spp.. As leveduras foram isoladas apenas nas células de cria. A maior diversidade de fungos em M. seminigra foi observada para a estação chuvosa enquanto em M. interrupta não houve variação significativa entre as estações. Ocorrência exclusiva de fungos foi registrada tanto por espécies quanto por ambiente e por casta: Candida etchellsii ocorreu apenas em células de operárias de M. interrupta; enquanto em M. seminigra Aspergillus ochraceus foi restrito ao ambiente interno, Cystobasidium minutum às células de operárias e Aspergillus nomius às células de rainhas. No entanto, tais achados requerem maior investigação sobre a possível relação desta microbiota com estes ambientes e com as castas.
Abstract: The amazonian bee colonies of the Meliponini tribe, Melipona interrupta and M. seminigra, which have great importance in the ecosystem as pollinators of diverse species of plants and in the production of honey, are associated a great variety of entomofauna and microbiota. In order to know the diversity of the microbiota associated to the hives and castes of M. interrupta and M. seminigra, this study carried out the morphological and molecular identification of fungi present in the internal environment of the hives and in the cells of larva or pupa (queen or of workers) for the rainy and dry seasons in Manaus-AM. The spore sedimentation technique was applied to collect sample fungi from the internal environment of the hive. The fungi of the internal environment of the breeding cells at the larval stages were isolated from the fungal mass grown inside the craet cells and collected with a microbiological loop, the fungi on the pupa cells (queens and workers) were isolated by washing the pupal cells. The isolated fungi were identified by the analysis of the morphological structures and then by the amplification and sequencing of the ITS1-5.8S and ITS2 regions of the ribosomal DNA. By means of these analyzes 13 taxa were identified from 1,542 fungal isolates: the filaments were Aspergillus fumigatus, A. nomius, A. niger, A. ochraceus, Aspergillus sp. (T1), Penicillium citrinum, Cladosporium cladosporioides and Monascus ruber; the yeasts were Cystobasidium minutum, Candida apicola, Candida versatilis, Candida etchellsii and Candida famata. In general, the most abundant taxon was Aspergillus spp.. Yeasts were isolated only in the rearing cells. The greatest diversity of fungi in M. seminigra was observed for the rainy season while in M. interrupta there was no significant variation between seasons. Exclusive occurrence of fungi was recorded both by species and by environment and caste: Candida etchellsii occurred only in worker cells of M. interrupta; while in M. seminigra Aspergillus ochraceus was restricted to the internal environment, Cystobasidium minutum to worker cells and Aspergillus nomius to queen cells. However, such findings require further research on the possible relationship of this microbiota to these environments and to the castes.
Palavras-chave: Diversidade
Fungos
Abelhas amazonicas
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: Tiago, Michael Rubem Miranda. Microbiota fúngica cultivável associada às colmeias e castas de Melipona interrupta e Melipona seminigra (Apidae, Meliponini). 2017. 53 f. Dissertação( Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2541
Data de defesa: 18-Ago-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Michael Rubem Miranda Tiago_Dissertação_2017.pdf2,09 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons