Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2552
Tipo do documento: Dissertação
Título: Biomassa e alocação de nutrientes em plantios comerciais de Pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke), em duas regiões da Amazônia central
Autor: Desconci, Diego 
Primeiro orientador: Sampaio, Paulo de Tarso Barbosa
Primeiro coorientador: Rodrigues, João Victor Figueiredo Cardoso
Resumo: A produtividade do óleo do pau-rosa está diretamente relacionado ao acúmulo de biomassa nos diferentes compartimentos arbóreos. Assim, a quantificação da biomassa, bem como, dos nutrientes nela contidos quando da exploração, pode auxiliar na definição de estratégias que visem otimizar as práticas relacionadas ao manejo da espécie. O objetivo deste estudo foi investigar alocação de biomassa e nutrientes em três plantios de Aniba rosaeodora Ducke, aos 10, 12 e 17 anos, localizados nos municípios de Maués e Novo Aripuanã, no estado do Amazonas. Os estoques de biomassa e nutrientes foram determinados pelo método destrutivo, em 108 árvores, 36 por plantio. A biomassa média total não diferiu, significativamente, entre os plantios avaliados. O estoque total de biomassa no plantio de 10 (P10), 12(P12) e 17(P17) anos foi de 48,83, 44,66 e 10,00 Mg ha-1, respectivamente. O compartimento copa dos referidos plantios estocou 34,04, 23,77 e 32,17 % da biomassa total acima do solo. As maiores concentrações de macro e micronutrientes foram observadas no compartimento folha e os maiores estoques no compartimento copa (folhas + galhos), onde P10 foi igual a 334,6 kg ha-1 (59,21%), P12 igual a 206,81 kg ha-1 (52,33%) e P17 igual a 64,36 kg ha-1 (59,23%). Foram observadas diferenças significativas para a concentração de nutrientes entre compartimentos e entre plantios. A ordem predominante do estoque de macronutrientes na biomassa total foi N>Ca>K>Mg>P nos plantios P10 e P12 e N>K>Ca>Mg>P no plantio P17. Para os micronutrientes, a ordem predominante foi Fe>Mn>Zn. Considerando que não houve diferença significativa na biomassa média entre os plantios, possivelmente, os fatores relacionados ao espaçamento, sítio e sistema de cultivo, tenham influenciado a alocação de nutrientes que por sua vez, impactaram no acúmulo de biomassa. Nesse sentido, o sistema de cultivo adotado no P10, favoreceu um maior acúmulo de biomassa, em um menor espaço de tempo.
Abstract: Rosewood oil yield is directly related to the accumulation of biomass. Thus, quantification of biomass and nutrients, allocated to different tree compartments, can help to define strategies to optimize the practices related to the management of the species. The objective of this study was to investigate the allocation of biomass and nutrients in three plantations of Aniba rosaeodora, at 10, 12 and 17 years, located in the municipalities of Maués and Novo Aripuana, Amazonas State. Therefore, biomass stocks and nutrients were determined by the destructive method, 108 trees, 36 per plantation. The average total biomass did not differ significantly between the evaluated plantations, however the total biomass stock in plantation 10 (P10), 12 (P12) and 17 (P17) years was 48.83, 44.66 and 10.00 Mg ha-1, respectively. The crown compartment of these plantations stored 34.04, 23.77 and 32.17% of the total aboveground biomass. The highest concentrations of macro and micronutrients were observed in the leaf compartment and the largest stocks in the crown compartment (leaves + branches), which was equal to 334.6 kg ha-1 (59.21%) for P10, 206.81 kg ha-1 (52.33%) for P12, and 64.36 kg ha-1 (59.23%) for P17. In general, for nutrient concentrations, significant differences were observed between compartments and between plantations. In order of predominance of the stock of macronutrients in the total biomass was N>Ca> K>Mg>P in plantations P10 and P12 and N>K>Ca>Mg>P in P17 plantation. For micronutrients, the order of predominance was Fe>Mn>Zn. Considering that there was no significant difference between the average biomass of the evaluated plantations, these plantations have different characteristics as spacing, age, and site, possibly the choice of cultivation system has influenced the nutrient allocation that affected the biomass accumulation. In this sense, the cultivation system applied in the P10 site appeared to be more favorable to biomass accumulation, because a same biomass as the other plantations accumulated in a shorter time.
Palavras-chave: Estoque de biomassa
Manejo florestal
Concentração de nutrientes
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: Desconci, Diego. Biomassa e alocação de nutrientes em plantios comerciais de Pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke), em duas regiões da Amazônia central. 2016. 64 folhas. Dissertação( Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2552
Data de defesa: 27-Set-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissert_Diego_Desonci_V_final_CFT2014_2016.pdf1,7 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons