Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2573
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fertilidade do solo como principal preditor da abundância de mamíferos herbívoros em ilhas fluviais do Rio Negro, Amazônia
Autor: Ferreira Neto, Gilson de Souza
Primeiro orientador: Barnett, Adrian Paul Ashton
Primeiro coorientador: Spironello, Fabrício Baccaroe Wilson Roberto
Resumo: Os principais mecanismos que regulam a distribuição das espécies em ilhas fluviais são pouco conhecidos. Entender como os ciclos biogeoquímicos afetam a biosfera é um fator-chave para a compreensão do funcionamento dos ecossistemas. Na Amazônia, em uma escala regional, poucos estudos investigaram como a fertilidade do solo pode influenciar a abundância de mamíferos. Estudos prévios têm demonstrado que os mamíferos herbívoros podem ser indiretamente influenciados pela fertilidade do solo por meio de maior investimento das plantas em frutos e maior qualidade nutricional de folhas e frutos. A maioria desses estudos compararam extremos de gradientes ambientais (terra-firme e várzea e Amazônia sentido lesteoeste). Neste trabalho objetivamos investigar como a variação pequena de nutrientes encontrada nos solos, e adicionalmente outros aspectos da paisagem e fatores antrópicos, em ilhas fluviais, podem afetar as assembleias de mamíferos. A nossa expectativa era de que a fertilidade do solo, área basal de árvores, área florestada e distância do ponto de amostragem para a comunidade humana mais próxima influenciassem positivamente, enquanto que a exploração madeireira nestes ambientes e distância do ponto de amostragem a áreas de terra firme influenciassem negativamente a abundância total de mamíferos e proporção de herbívoros. Ainda, para espécies generalistas e onívoras estas relações seriam nulas. Os dados de abundancia relativa das espécies de mamíferos foram estimados utilizando 49 armadilhas fotográficas espaçadas cerca de 2km umas das outras no arquipélago, as quais operaram 24 horas durante 60 dias de amostragem. As relações entre as variáveis preditoras e a abundância relativa foram investigadas por uma série de modelos lineares generalizados (GLM). A espécie onívora Didelphis marsupialis contabilizou 60% dos registros totais de mamíferos. Nenhuma das variáveis preditoras, tanto ambientais quanto antrópicas foram capazes de explicar a abundância total de indivíduos e a proporção de Didelphis marsupialis na assembleia. Por outro lado, ao considerar somente as espécies herbívoras nas análises, a fertilidade do solo foi a variável explicativa com o maior poder preditivo e influenciou positivamente a proporção de mamíferos herbívoros. Os resultados deste trabalho indicam que a fertilidade do solo, em ilhas fluviais que recebem diferentes aportes de nutrientes, afeta de forma diferencial a proporção de indivíduos dentro de grandes agrupamentos taxonômicos, como os mamíferos terrestres.
Abstract: The key factors driving species distribution within fluvial island systems worldwide are poorly known. Previous studies have shown that herbivore abundance and proportion in the mammal assemblage can be indirectly influenced by soil fertility via production of nutritious fruits and leaves and higher ecosystem dynamics linked to vegetation growth on more productive soils.The goal of this study was to investigate which environmental (soil fertility, tree basal area, forest cover and distance from sampling point to nearest mainland) and anthropogenic factors (logging, distance from the sampling point to nearest human community) were most closely-linked to observed patterns of mammalian abundance and proportions of omnivorous and herbivorous mammals on fluvial islands of the Rio Negro, Amazonas State, Brazil. Several of these islands are located on the left bank of the river, and so receive nutrient-rich sediments from the Rio Branco. We expected that our chosen environmental and anthoropogenic factors could predict island mammalian abundance patterns. We used camera traps to examine this, surveying 49 sampling sites across 60 days when water levels were seasonally low.We calculated the proportion of herbivorous and omnivorous mammals per site, and assayed their relationships to predictor variables with a series of generalized linear models (GLM). As expected, the number of records was low on all studied fluvial islands, compared with upland terra-firme studies. In 70,560 sampling hours we obtained 126 independent camera trap records, for a total of 11 mammal species. Total mammal abundance and proportion of the generalist omnivore Didelphis marsupialis was not affected by our chosen environmental and antropic variables. However, soil fertility played a central role in determining the proportion of herbivorous species.Thus, gradients of soil fertility can help to explain herbivore distributions on riverine islands, and define crucial areas for conservation and future restoration.Additionally, logging, distance to the nearest human community and to the mainland had a positive effect, and forest cover a negative effect, on the proportion of herbivorous mammals, but did not affect generalist omnivorous species. Therefore, results suggest that island soil fertility can differentialy impact proportions of mammals from the same feeding guild.
Palavras-chave: Variáveis ambientais
Variáveis antrópicas
Didelphis marsupialis
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: Ferreira Neto, Gilson de Souza. Fertilidade do solo como principal preditor da abundância de mamíferos herbívoros em ilhas fluviais do Rio Negro, Amazônia. 2018. [61 f.]. Dissertação( Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, [Manaus] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2573
Data de defesa: 28-Jun-2018
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_GILSON-NETO_1007.pdf3,69 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons