Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2581
Tipo do documento: Dissertação
Título: Pequenas variações na fertilidade em solos oligotróficos melhor explicam a estrutura e composição florística em Campinaranas Florestadas na Amazônia Central
Autor: Campos, Peterson
Primeiro orientador: Vicentini, Alberto
Resumo: Na Amazônia Central ocorre um tipo vegetacional com distribuição insular associada a solos arenosos pobres em nutrientes e, frequentemente, sujeitos a inundação periódica: as Campinaranas. As Campinaranas amazônicas apresentam um conjunto de características únicas, como a dominância de poucas espécies, alto grau de endemismo e baixa riqueza de espécies que as diferenciam de outras formações florestais amazônicas. Para inferir os fatores que determinam esta variação fitofisionômica, investigamos a magnitude dos efeitos da fertilidade, toxicidade por alumínio, capacidade de retenção de água e profundidade do lençol freático nas Campinaranas do paleocanal do rio Cuieiras, Manaus. Foram inventariados todos os indivíduos com DAP ≥ 2.5 cm, distribuídos em 31 parcelas de 0.2 ha. Foi estimada a altura de todos os indivíduos e calculadas a área basal e a densidade para todas as parcelas. Foram registrados 6137 indivíduos nas parcelas de Campinarana amostradas. A profundidade do lençol freático variou entre 0 e 153 cm com média de 85.6 cm. A variação florística e estrutural foram fortemente determinadas pela fertilidade e toxicidade de alumínio dos solos arenosos. A densidade de indivíduos também foi relacionada com a capacidade de retenção de água do solo. A altura não foi explicada por nenhum dos fatores estudado. O lençol freático não foi apontado com fator influente para as Campinaranas do paleocanal. A diversidade e a riqueza foram negativamente relacionadas com a fertilidade do solo. As áreas mais férteis tiveram maior densidade e maiores áreas basais. Os resultados sugerem que pequenas variações nas características dos solos fortemente arenosos, particularmente na fertilidade e toxicidade, podem mudar a composição e a estrutura da vegetação de Campinaranas. Portanto, a restrição nutricional condiciona o estabelecimento de fisionomias com menos espécies e diversidade. Palavras chave: Campinarana, riqueza, diversidade, solos oligotrófico, fertilidade, toxicidade, nutrientes.
Abstract: Campinaranas are forests on oligotrophic white-sand soils in the Amazon, which are also frequently associated with flooding. These forests are characterized by high-dominance of few species, high endemism and much lower species richness than other Amazonian forests. Structural and floristic variation within Campinaranas at local scales vary greatly and edaphic factors, mainly fertility and flooding level variation, have been reported to affect the vegetation. Here we investigate the effects of edaphic variation on forest structure, diversity and composition of such forests at a site near Manaus, comparing the magnitude of the effects of soil fertility, soil toxicity, soil water retention capacity and variation in the level of the water table and flooding. We surveyed all trees with DBH ≥ 2.5 cm in 31 plots of 0.2ha. We found 6137 trees in these plots. Mean water table depth in the sampled plots varied from 30.5 to 144cm. Floristic composition, species richness, diversity were strongly affected by soil fertility and soil toxicity (Aluminium). Soil water retention capacity better explained variation in tree density among plots, but edaphic factors had no effect on forest height. Variation in the level of the water table and flooding had minor effects on vegetation structure and composition. Species diversity and richness were negatively correlated with soil fertility and the more fertile area had greater tree density and basal area. Results indicate that structural and floristic variation within white-sand Campinaranas are greatly influenced by minor variations in soil fertility and toxicity of oligotrophic soils.
Palavras-chave: Campinarana
diversidade
solos oligotrófico
fertilidade
toxicidade
nutrientes
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: Campos, Peterson. Pequenas variações na fertilidade em solos oligotróficos melhor explicam a estrutura e composição florística em Campinaranas Florestadas na Amazônia Central. 2017. [58 f.]. Dissertação( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, [Manaus] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2581
Data de defesa: 13-Jun-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertacao_PetersonCampos_final.pdf2,71 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons