Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2622
Tipo do documento: Tese
Título: Ecophysiology of fabaceae tree species during forest restoration in the balbina hydroeletric dam in Amazonas state
Autor: Jaquetti, Roberto Kirmayr 
Primeiro orientador: Gonçalves, José Francisco de Carvalho
Resumo: Diferentes espécies são capazes de ajustar suas características funcionais de acordo com as variações na disponibilidade de recursos do ambiente. Sob baixa disponibilidade de água e nutrientes no solo como em áreas degradadas, o crescimento das plantas pode ser drasticamente reduzido. Por outro lado, espécies leguminosas arbóreas desenvolveram evolutivamente diferentes estratégias para adquirir e utilizar nutrientes de maneira eficiente, garantindo altas taxas de sobrevivência e crescimento, facilitando a restauração de importantes ciclos biogeoquímicos em plantios de restauração florestal. De acordo com a hipótese do espectro econômico espécies iniciais podem aumentar respostas relacionadas as características do rápido espectro sob alta disponibilidade de recursos, enquanto respostas de crescimento lento (conservacionistas) são encontradas em condições limitantes e em espécies tardias. As variações das características funcionais como crescimento, trocas gasosas, nutrientes foliares, potencial hídrico, carboidratos não estruturais (açucares solúveis e amido), pigmentos fotossintetizantes e fluorescência da clorofila de seis espécies leguminosas arbóreas foram estudados de acordo com a alta X baixa disponibilidade de agua e nutrientes em um plantio de restauração florestal na UHE Balbina. Foram selecionadas cinco espécies nativas da região Cenostigma tocantinum, Senna reticulata, Dipteryx odorata, Clitoria fairchildiana e Inga edulis, e uma espécie nativa da Austrália Acacia sp. as quais foram fertilizadas ou permaneceram sem adubação durante os 24 meses de experimento. Três principais hipóteses foram avaliadas: a) espectro econômico; b) equilíbrio funcional; e c) dinâmica de carboidratos e relações fonte-dreno. A hipótese do espectro econômico foi confirmada em condições de alta disponibilidade de água e nutrientes com o aumento da transpiração (E), fotossíntese (P n ), taxa de crescimento relativo em diâmetro e índice de desempenho da fluorescência da clorofila (PI ABS ). Características do espectro lento como dissipação do fluxo de energia (DI 0 /RC), eficiência intrínseca no uso de água (IWUE) e fração de biomassa de raízes (RMF) foram incrementadas em condições limitantes. A hipótese do equilíbrio funcional também foi confirmada com um aumento de 100% dos valores de RMF em plantas não adubadas. Além disso, o aumento da RMF foi correlacionado com os teores de amido e açúcares solúveis nas raízes indicando um carregamento ativo com gastos de energia durante o processo. Acacia sp. contrariando o espectro atingiu um crescimento significativo mesmo não fertilizada, através do ajuste de suas características funcionais com eficiência no uso de energia (PI ABS ) e nutrientes, além do alto conteúdo de carboidratos e produção de biomassa de folhas. S. reticulata também divergiu das respostas do espectro, apresentando sinais de estresse fisiológico como o aumento dos teores de cálcio e amido nas folhas. A rápida aquisição de recursos como o aumento da P n e da E foi a principal estratégia das espécies nos ambientes degradados e fertilizados, por outro lado o ajuste na eficiência do uso de energia e na dinâmica de carboidratos tem papel fundamental na aclimatação das espécies. Espécies leguminosas arbóreas principalmente fixadoras de N 2 são comprovadamente bem sucedias em plantios de restauração produzindo oito vezes mais biomassa do que espécies não fixadoras. A fotossíntese foi a variável mais responsiva para avaliar as respostas das espécies em relação às variações ambientais, no entanto a fluorescência da clorofila parece ser uma técnica alternativa robusta e eficaz para avaliar a desempenho e as respostas aos fatores abióticos de estresse. Concluindo, a inclusão de espécies de diferentes grupos sucessionais e do processo de fixação biológica de nitrogênio parece ser uma técnica eficiente de restauração ecológica em áreas com fortes limitações nutricionais como em solos da bacia Amazônica.
Abstract: Plants can adjust functional traits according to the variations in the availability of resources. Under low soil water and nutrient availability, as found in degraded areas, the growth of tree species can be drastically reduced. Tree legumes evolved different strategies to efficiently uptake and use nutrients, securing high survival and growth rates, thus facilitating the restoration of important biogeochemical cycles during forest restoration. Early successional species may increase fast (aquisitive) traits under high resources, while slow (conservative) traits can be enhanced under limited resources and for late successional species. Variations in functional traits such as growth, gas exchange, water potential, nutrients, non-structural carbohydrates (soluble sugars and starch) (NSC), photosynthetic pigments and chlorophyll fluorescence of six tree legumes species were studied according with low vs. high water and nutrient availabilities during a forest restoration plantation in Hydroelectric dam Balbina. The species selected were five native species from Amazonia Cenostigma tocantinum, Senna reticulata, Dipteryx odorata, Clitoria fairchildiana and Inga edulis, and one alien species from Australia Acacia sp.. The individuals were either fertilized or remain unfertilized throughout the 24 month experiment. Three main hypotheses were tested: a) economics spectrum; b) functional equilibrium; and c) NSC dynamics and source-sink allocations. Economics spectrum was mostly confirmed under high water and nutrient availabilities increasing transpiration (E), photosynthesis (P n ), relative growth rates in diameter and performance index of chlorophyll fluorescence (PI ABS ). Traits from the slow spectrum such as dissipation energy flux (DI 0 /RC), intrinsic water use efficiency (IWUE) and root mass fraction (RMF) were enhanced under limited conditions. Functional equilibrium hypothesis was also confirmed as unfertilized plants increased twice the RMF as compared with high nutrient plants. Further RMF was positively correlated with starch and soluble sugars in root tissues indicating an active process of increased root fraction involving energy costs. Acacia sp. which respond differently than economics spectrum had significant growth under severe nutrient limitations, increasing nutrient and energy use efficiency, and the pool of NSC in leaf biomass. S. reticulata also diverge from economics assumptions being unable to adjust traits such as gas exchange and showing responses to drought stress which were related with increased leaf calcium and starch content. The fast acquisition of resources according (increased E and P n ) was considered the main strategy of species in a degraded and fertilized environment, as adjustments in energy use efficiency and NSC pools were essential for plants acclimation. Tree legumes especially N 2 -fixing species are proven to be well succeeded in forest restoration plantations producing eight times more biomass than non N 2 -fixing. Photosynthesis was the most responsive variable to evaluate species responses to resource variations in our study, nonetheless chlorophyll fluorescence appears to be an alternative efficient technique to evaluate the performance and responses to abiotic stress factors. This study makes a significant contribution to the understanting of the ecophysiology of tropica tree legumes and also to provide data to enhance Dynamic Global Vegetation Models. Additionally, from the conceptual view this thesis provide data to enhance climate change predictions models on the interface of soil-plant-atmosphere (during 2015/16 El Niño event) in Amazon forest. In conclusion, the mixing of different successional cological groups and including biological N 2 fixation process appears to be an efficient way to achieve ecological forest restoration goals in nutrient limited soils such as in Amazon basin.
Palavras-chave: Nutrição florestal
Fotossíntese
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: Jaquetti, Roberto Kirmayr. Ecophysiology of fabaceae tree species during forest restoration in the balbina hydroeletric dam in Amazonas state. 2018. . Tese( Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2622
Data de defesa: 27-Jun-2018
Aparece nas coleções:Doutorado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
jaquetti_roberto.pdf2,32 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons