Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2660
Tipo do documento: Dissertação
Título: O uso da paisagem Amazônica pela pesca comercial
Autor: Lopes, Giulia Cristina dos Santos 
Primeiro orientador: Freitas, Carlos Edwar de Carvalho
Primeiro coorientador: Castello, Leandro
Resumo: A pesca comercial é uma atividade de elevada importância na bacia Amazônica e está sujeita a influências sazonais, culturais e econômicas que variam conforme a região. Nos últimos anos diversos estudos têm sido realizados aplicando técnicas de geoprocessamento para melhor avaliação das pescarias. Esses estudos consideram o efeito de variáveis da paisagem em diversas escalas espaciais sobre as pescarias, porém, para o melhor gerenciamento da atividade pesqueira na região Amazônica é necessário avaliar esses efeitos em unidades locais. Dessa forma as pescarias comerciais de Benjamin Constant e Iranduba foram estudadas, visando avaliar as diferenças regionais das pescarias e a sua dinâmica espacial no Amazonas. Os dados foram coletados em 2012 nos principais locais de desembarque dos municípios. Foram registrados o nome comum dos peixes desembarcados, a captura por espécie (kg), esforço de pesca, ambientes explotados, os apetrechos e as embarcações utilizadas. A maior variedade de peixes capturados foi registrada em Benjamin Constant, porém Iranduba obteve maior desembarque. Os pacús (Mylossoma spp.; Metynnis spp.; Myleus spp.) e o acarí-bodó (Pterygoplichthys pardalis) foram os mais desembarcados em Benjamin Constant. O aracú (Schizodon fasciatus) e a curimatã (Prochilodus nigricans) foram as espécies mais importantes nos desembarques de Iranduba. No geral a produção foi maior durante o período de vazante dos rios. Os rios, lagos e costas foram os ambientes mais explotados e a malhadeira o apetrecho mais utilizado. Foram identificados 26 locais de pesca em Benjamin Constant e 32 locais em Iranduba. Em Benjamin Constant os pescadores exploraram locais de pesca num raio de até 280 km da sede municipal, e em Iranduba foram explorados locais distantes até 70 km do município. As maiores capturas foram registradas no rio Solimões no período de águas altas e baixas, em Benjamin Constant. Enquanto em Iranduba, a maior captura no período de águas altas foi observada no lago do Janauacá, e em águas baixas na praia do Manaquiri. A Captura por Unidade de Esforço (CPUE) variou entre 10,2 e 288,6 kg/homem.dia. Os maiores rendimentos foram observados em locais distantes da sede municipal no período de águas baixas e em locais próximos da sede municipal no período de águas altas. A canoa motorizada foi a embarcação mais utilizada nas pescarias de ambos os municípios. Foram observadas variações nas pescarias e na dinâmica espacial da atividade em cada região. Essas variações devem ser levadas em consideração ao se desenvolver estratégias de manejo pesqueiro, para que sejam evitadas políticas generalistas ineficazes para a sustentabilidade dos estoques pesqueiros.
Abstract: The commercial fishing is an activity of great importance at the Amazon basin. It is subject to seasonal climatic, cultural and economic influences, which could be different by region into this huge basin. In recent years several studies have been carried out applying geoprocessing techniques to better evaluate the fisheries. These studies consider the effect of landscape variables on several spatial scales on fisheries, but for the better management of fishing activity in the Amazon region it is necessary to evaluate these effects in local units. The commercial fisheries of Benjamin Constant and Iranduba were studied, aiming to evaluate the regional differences of the fisheries and their spatial dynamics in the Amazonas. The data were collected in 2012 at the main landing sites of both municipalities. The common name of the fish landed, catch per species (kg), fishing effort, fishing grounds, fishing gear and vessels used were registered. The largest variety of fish caught was recorded in Benjamin Constant, but Iranduba obtained the highest total landing. The pacús (Mylossoma spp.; Metynnis spp.; Myleus spp.) and acarí-bodó (Pterygoplichthys pardalis) were the most landed at Benjamin Constant. The aracú (Schizodon fasciatus) and curimatã (Prochilodus nigricans) were the most important species in the landings of Iranduba. In general, the production was higher during the falling-water period. The rivers, lakes and coast were the most exploited environments and the gillnet was most used equipment. Twenty-six fishing sites were identified in Benjamin Constant and thirty-two sites in Iranduba. In Benjamin Constant the fishermen explored fishing sites within a radius of up to 280 km from the municipal seat, and in Iranduba were explored distant sites up to 70 km from the municipality. The largest catches were recorded on the Solimões river in the high and low waters in Benjamin Constant. While in Iranduba, the highest catch in the period of high water was observed in the lake of the Janauacá, and in low waters in the beach of the Manaquiri. The Catch per Unit Effort (CPUE) varied from 10.2 to 288.6 kg/man.day. The highest yields were observed in locations far from the municipal seat in the low water period and in locations close to the municipal seat during the high water period. The motorized canoe was the most used vessel in the fisheries of both municipalities. Variations were observed in the fisheries and in the spatial dynamics of the activity in each region. These variations need to be taken into account when developing fisheries management strategies, to avoid the development of generalist policies that are ineffective to reach the sustainability of fish stocks.
Palavras-chave: Pesca interior
Desembarque pesqueiro
Dinâmica espacial
Ambientes de pesca
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: Lopes, Giulia Cristina dos Santos. O uso da paisagem Amazônica pela pesca comercial. 2018. 73 f. Dissertação( Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2660
Data de defesa: 31-Ago-2018
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Giulia_final.pdf5,66 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons