Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2662
Tipo do documento: Tese
Título: Estimativas de produtividade de biomassa lenhosa ao longo de gradientes ambientais em florestas alagáveis na Amazônia Central
Autor: Batista, Eliane Silva 
Primeiro orientador: Schongar, Jochen
Primeiro coorientador: Piedade, Maria Teresa Fernandez
Resumo: A bacia amazônica abrange a maior floresta tropical do mundo com papel importante no ciclo de carbono global devido a sua capacidade em armazenar, absorver e emitir carbono para a atmosfera. As áreas úmidas ocupam 30% da bacia amazônica e ainda há poucos estudos sobre a biomassa lenhosa acima do solo (BLAS) dessas áreas e sua relação com fatores ambientais. Neste estudo foi estimada a dinâmica de carbono na biomassa lenhosa acima do solo através de estoques e sequestro em florestas alagadas em oito sítios de estudo abrangendo os ecossistemas de igapós de água preta, igapós de água clara e paleo-várzeas. Na maioria das áreas de estudo foram estabelecidos três parcelas entre 0,125-1 ha ao longo de gradientes hidrológicos. Por sua vez, cada hectare foi subdividido em 16 subparcelas de 25 m x 25 m. Todas as árvores com diâmetro à altura do peito ≥ 10 cm (DAP = 1,30 m acima do solo) foram consideradas nos levantamentos florísticos. Em todas as áreas foram determinadas as espécies mais abundantes e escolhidos cinco indivíduos de cada espécie, com diâmetros variados, para coletar duas amostras de madeira por árvore para determinar a densidade da madeira, taxas de incremento em diâmetro e estimar a idade das árvores. Foram coletados 3.978 cilindros de madeira, na altura do DAP com um trado dendrocronológico, destes 1.705 foram para a análise de densidade madeira e 2.273 para determinar as taxas de incremento em diâmetro. A densidade da madeira foi obtida pela relação entre o peso seco e volume fresco (g cm-3). As amostras foram lixadas e os anéis de crescimento foram marcados através da delimitação dos anéis de crescimento. As taxas médias de incremento em diâmetro foram determinadas e estimadas as idades das árvores. A biomassa arbórea foi estimada com base em um modelo alométrico que considera DAP, densidade específica da madeira e altura dos indivíduos. Analisamos a densidade de 372 espécies. A densidade média da madeira entre as áreas variou de 0,54-0,72 g cm-3 O incremento anual em diâmetro médio variou entre 2,1-3,0mm e apresentaram diferenças significativas entre os ambientes estudados. A BLAS variou entre 55-353 Mg ha-1 nos igapós de água preta, 76-317 Mg ha-1 nos igapós de água clara e entre 76-327 Mg ha-1 nas paleo-várzeas. As análises em nível de parcela indicaram que a densidade é influenciada principalmente pela inundação. A fertilidade do solo e a fase terrestre influenciam as taxas de crescimento das espécies arbóreas. Não foi detectada relação entre biomassa e fatores hidroedáficos, porém a produtividade de BLAS apresentou correlação com a duração de inundação e o turnover de carbono em biomassa mostrou ser influenciado pela argila e duração de inundação. A duração da inundação foi o principal fato que influenciou a dinâmica das tipologias analisadas. Estudos futuros ao longo da bacia Amazônica são necessários para ampliar o conhecimento da influencia das variáveis hidrológicas, edáficas e climáticas nas florestas alagáveis e como as mesmas irão responder as mudanças ambientais.
Abstract: The Amazon basin covers the largest world's tropical forest with an important role in the global carbon cycle due its ability to stock, absorb and emit carbon to the atmosphere. Wetlands occupy 30% of the Amazon basin and there are only few studies on the aboveground coarse wood biomass (AGWB) and its relation to environmental factors. This study estimated the carbon dynamics in the AGWB in black-water, clear-water and paleo- várzeas across edaphic and hydrological gradients. In most of the study areas three plots between 0,125 and 1 ha were established. Each hectare was divided into 16 subplots of 25 m x 25 m. All trees with diameter at breast height ≥ 10 cm (DAP = 1,30 m above the ground) were considered in the floristic inventory. In all areas the most abundant species were determined and five individuals of each species, with varying diameters, were selected to collect two wood samplesper tree to determine the wood density, annual diameter increment rates and trees age. A total of3.978 wood samples wer obtained at the DAP with an increment corer, 1,705 to examine wood density analysis and 2.273 to estimate annual diamtere increment rates. Wood density was determined by the ratio of the dry weight and fresh volume (g cm3). Samples were sanded for tree-ring analyses to identify the growth rings by macroscopical wood anatomical features. The mean diameter increment was determined by measuring the ring width and estimate the trees ages by ring counts. AGWB was estimated considers allometric models which consider DAP, specific wood density (ρ) and tree height of individuals as independent parameters. We analyzed the wood density of 372 species. Mean diameter incremente ranged from 2,1-3,0 mm and presented significant differences between the studied environments. The AGWB ranged from 55 to 353 Mg ha-1 in the black-water floodplain forest, 76-317 Mg ha-1 in the clear-water floodplains and 76-327 Mg ha-1 in the paleo-várzeas. Analyses at plot level indicated that wood density is mainly influenced by the flood. Soil fertility and terrestrial phase influence the diameter growth rates of tree species. No relationship between biomass stocks and hidroedafics factors were observed, however, AGWB productivity was significantly correlated with the flood duration. Carbon turnover in AGWB showed to be influenced by the clay content and flood duration. Flood duration was the main factor that influenced the dynamics of the analyzed typologies. Further studies in the Amazon basin are necessary to increase knowledge of the influence of hydrologic, soil and climatic variables in the flooded forests and how they will respond to environmental changes.
Palavras-chave: Biomassa lenhosa
florestas alagáveis
Sequestro de carbono
Turnover
Carbono
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Clima e Ambiente (CLIAMB)
Citação: Batista, Eliane Silva. Estimativas de produtividade de biomassa lenhosa ao longo de gradientes ambientais em florestas alagáveis na Amazônia Central. 2018. 100 f. Tese( Clima e Ambiente (CLIAMB)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2662
Data de defesa: 26-Nov-2018
Aparece nas coleções:Doutorado - CLIAMB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE- Eliane Silva Batista.pdf2,02 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons