Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2693
Tipo do documento: Tese
Título: Sistemática da vespa parasitoide Acrotaphus Townes (Hymenoptera: Ichneumonidae: Pimplinae) e taxonomia dos gêneros afins
Autor: Pádua, Diego Galvão de 
Primeiro orientador: Oliveira, Marcio Luiz de
Primeiro coorientador: Sääksjärvi, Ilari Eerikki
Segundo coorientador: Monteiro, Ricardo Ferreira
Resumo: O grupo de gêneros Polysphincta é um clado dentro da tribo Ephialtini (Ichneumonidae, Pimplinae) cujas vespas parasitoides utilizam adultos e sub-adultos de aranhas construtoras de teia orbiculares como hospedeiros. A filogenia mais recente do grupo, utilizando dados morfológicos, havia dividido o grupo em sete clados, sendo o clado F composto pelos gêneros ‘Polysphincta’ + (Ticapimpla + (Hymenoepimecis + Acrotaphus)), ou seja, Polysphincta parafilético e Ticapimpla, Hymenoepimecis e Acrotaphus monofiléticos. O objetivo aqui foi estudar a taxonomia dos gêneros do clado F a fim de organizar e contribuir com estudos futuros dos Pimplinae neotropicais. Para isso, a tese foi dividida em cinco partes: 1) A revisão taxonômica do gênero Acrotaphus Townes. Foram descritas 16 novas espécies (A. amajari sp. n., A. amazonicus sp. n., A. bodoquenaensis sp. n., A. cuzconus sp. n., A. dolichopus sp. n., A. homeofranklini sp. n., A. jackiechani sp. n., A. kourou sp. n., A. micrus sp. n., A. monotaenius sp. n., A. nambilloensis sp. n., A. pseudoamazonicus sp. n., A. pseudomexicanus sp. n., A. sobczaki sp. n., A. venezuelanus sp. n. e A. zampieronae sp. n.). Em adição, A. mexicanus (Cameron) foi redescrita, novos caracteres foram adicionados, no qual foi realizado a descrição da genitália do macho pela primeira vez. Além disso, foi providenciado uma chave de identificação, diagnoses e imagens digitais para todas as espécies do gênero. 2) Uma análise cladística do gênero Acrotaphus Townes foi realizada usando 46 caracteres morfológicos e 35 táxons terminais (nove no grupo externo e 26 no grupo interno). Acrotaphus foi corroborado como monofilético (Zaglyptus + (Polysphincta + (Ticapimpla + (Hymenoepimecis + Acrotaphus)))), tendo como grupo irmão o gênero Hymenoepimecis Viereck. Além disso, a topologia interna do gênero foi proposta pela primeira vez, resultando em oito clados, com o maior número de espécies em seus ramos terminais nos clados G e H. Em adição, foram adicionados e testados pela primeira vez caracteres da cápsula genital dos machos. 3) O grupo de espécies Polysphincta dizardi Gauld foi revisado. Seis espécies novas foram descritas: P. cosnipata sp. n., P. inca sp. n., P. macroepomia sp. n., P. organensis sp. n., P. pichincha sp. n. e P. teresa sp. n.. Em adição, foram providenciadas diagnoses, chave taxonômica e imagens digitais para todas as espécies. 4) Um estudo taxonômico do gênero Hymenoepimecis Viereck do Equador, Guiana Francesa, Nicarágua e Peru foi realizado. Sete novas espécies foram descritas: H. andina sp. n., H. castilloi sp. n., H. dolichocarinata sp. n., H. ecuatoriana sp. n., H. longilobus sp. n., H. pucallpina sp. n. e H. rafaeli sp. n.. Em adição, novos registros geográficos, imagens digitais e uma chave de identificação para todas as espécies do gênero foram providenciadas. 5) O estudo taxonômico do gênero Ticapimpla Gauld foi realizado. Os machos de T. carinata e T. matamatae foram descritos e registrados pela primeira vez para a Guiana Francesa, como também foram registradas, pela primeira vez, as espécies T. amazonica, T. carinata, T. matamatae e T. soinii para o Brasil. Em adição, foram adicionadas diagnoses e imagens digitais dessas espécies.
Abstract: The Polysphincta genus-group is a clade within the tribe Ephialtini (Ichneumonidae, Pimplinae) characterized by parasitoid wasps that utilize adult and sub-adult spiders as host. The most recent phylogeny of the group, using morphological data, divided the group into seven clades, the clade F consisting of ‘Polysphincta’ + (Ticapimpla + (Hymenoepimecis + Acrotaphus)), being Polysphincta paraphiletic and Ticapimpla, Hymenoepimecis and Acrotaphus monophyletic. This study aimed to study the taxonomy of genera of clade F in order to organized and contribute to future studies of neotropical Pimplinae. For this the thesis was divided in five parts: 1) the genus Acrotaphus Townes was reviewed. Sixteen new species were described (A. amajari sp. n., A. amazonicus sp. n., A. bodoquenaensis sp. n., A. cuzconus sp. n., A. dolichopus sp. n., A. homeofranklini sp. n., A. jackiechani sp. n., A. kourou sp. n., A. micrus sp. n., A. monotaenius sp. n., A. nambilloensis sp. n., A. pseudoamazonicus sp. n., A. pseudomexicanus sp. n., A. sobczaki sp. n., A. venezuelanus sp. n. and A. zampieronae sp. n.). In addition, A. mexicanus (Cameron) was redescribed, new characters were added, such as the description of the male’s genitalia for the first time. Also, an identification key, diagnoses and digital images for all species of the genus were provided. 2) A cladistic analysis of genus Acrotaphus Townes was performed using 46 morphological characteres and 35 terminal taxa (nine outgroup and 26 ingroup). Acrotaphus was corroborated as monophyletic, having your sister group the genus Hymenoepimecis Viereck (Zaglyptus + (Polysphincta + (Ticapimpla + (Hymenoepimecis + Acrotaphus)))). Besides, the internal topology of the genus was here first proposed, resulting in eight clades, with the largest number of species in its terminal branches in the clades G and H. In addition, characters from the male genital capsule were added and tested for the first time. 3) Polysphincta dizardi Gauld species-group was reviewed. Six new species were described: P. cosnipata sp. n., P. inca sp. n., P. macroepomia sp. n., P. organensis sp. n., P. pichincha sp. n. and P. teresa sp. n.. Also, diagnosis, taxonomic key and digital images for all species were provided. 4) A taxonomic study of genus Hymenoepimecis Viereck from Ecuador, French Guiana, Nicaragua and Peru was realized. Seven new species were described: H. andina sp. n., H. castilloi sp. n., H. dolichocarinata sp. n., H. ecuatoriana sp. n., H. longilobus sp. n., H. pucallpina sp. n. and H. rafaeli sp. n.. Besides, new geographical records, digital images and an identification key for all species of genus were provided. 5) A taxonomic study of genus Ticapimpla Gauld was realized. The males T. carinata Palacio et al. and T. matamatae Palacio et al. were associated and described, the genus was recorded for the first time to French Guiana, the species T. amazonica Palacio et al., T. carinata, T. matamatae and T. soinii Palacio et al. were recorded for the first time to Brazil. Besides, diagnosis and digital images of these species were added.
Palavras-chave: Vespa parasitoide
Acrotaphus
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: Galvão de Pádua, Diego. Sistemática da vespa parasitoide Acrotaphus Townes (Hymenoptera: Ichneumonidae: Pimplinae) e taxonomia dos gêneros afins. 2018. 106. Tese( Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2693
Data de defesa: 22-Mar-2018
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Diego G. Pádua_TESE_2018.pdf28,52 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.