Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2731
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ecologia e extrativismo de plantas utilizadas como fixadoras de corantes no artesanato Baniwa, alto rio Negro, Amazonas
Autor: Leoni, Juliana Menegassi 
Primeiro orientador: Costa, Flávia Regina Capellotto
Resumo: Neste trabalho descrevi modos de uso e a estrutura populacional das espécies Inga spp., Miconia dispar e Miconia minutiflora em cronosseqüências de capoeiras Baniwa. A estrecasca destas árvores é utilizada para dar brilho e fixar corantes naturais nos talos de Arumã (Ischnosiphon spp.) utilizados no artesanato Baniwa. Comparei padrões de demanda e disponibilidade do recurso entrecasca em comunidades Baniwa, grupo que está envolvido em projeto de comercialização de sua arte tradicional desde o ano de 1998. Assim, o objetivo maior desta pesquisa foi produzir informações sobre a sustentabilidade da exploração destas espécies fornecedoras de fixadores de tintas. Amostrei 38 transectos em capoeiras com idades que variaram entre 5 a 60 anos em 3 comunidades distribuídas ao longo da bacia do rio Içana, Território Indígena do Alto Rio Negro. Eu caracterizei a idade do local através de entrevistas com os Baniwa, a estrutura das populações das espécies ao longo dos transectos e quantifiquei a disponibilidade e o consumo atual de entrecasca pelos artesãos nas comunidades Baniwa estudadas. Também observei evidências de extração e manejo. As densidades de M. minutiflora, M. dispar e Inga spp. tenderam a declinar com o avanço da idade das capoeiras e populações mostraram diferenças em suas distribuições e estrutura nos diferentes sítios amostrados. O consumo atual de entrecasca nas 2 comunidades estudadas foi extremamente baixo quando comparado com os estoques disponíveis. A não ser que as taxas de exploração aumentem substancialmente, não existe a necessidade imediata de iniciar um programa de monitoramento para estas espécies. Entretanto, diferenças na distribuição das espécies de plantas fixadoras ao longo do território Baniwa e as diferentes densidades humanas e produtividade dos artesãos de cada comunidade determinam a necessidade de adequar eventuais medidas de manejo para as realidades encontradas em cada comunidade Baniwa.
Palavras-chave: Índios Baniwa
Plantas -- Pigmentos
Miconia dispar
Miconia minutiflora
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2731
Data de defesa: 2005
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
juliana.pdf5,94 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.