Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2734
Tipo do documento: Dissertação
Título: Utilização de luz por árvores no sub-dossel em uma floresta primária na Amazônia Central
Autor: Takahashi, Frederico Shcerr Caldeira 
Primeiro orientador: Gonçalves, José Francisco de Carvalho
Resumo: A luz é um recurso importante, porém escasso em ambientes florestais densos, freqüentes na Amazônia. A luminosidade incidente em plantas do sub-dossel apresenta grande flutuação com períodos curtos de iluminação intensa. Porém, a capacidade de utilização destes feixes luminosos intensos é limitada pela fase de indução da fotossíntese e pela capacidade de transporte de elétrons relativamente baixa de plantas aclimatadas a baixas luminosidades. A energia luminosa absorvida não utilizada na fotossíntese pode promover danos ao aparato fotossintético. A dissipação não fotoquímica relacionada à fotoproteção (NPQ) é uma das principais vias de defesa da planta contra excesso de energia luminosa. O objetivo deste trabalho foi investigar a utilização da luz e fotoproteção em plantas arbóreas no sub-dossel, considerando as rápidas transições de intensidade luminosa presentes neste ambiente. Realizei o trabalho nas reservas de mata contínua do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais enfocando as espécies Eschweilera wachenheimii (Lecythidaceae), Fusaea longifolia (Annonaceae), Rinorea racemosa (Violoceae), ViroIa calophylla var. calophylla (Myristicaceae), Licania heteromorpha (Chrysobalanaceae), Theobroma sylvestre (Sterculiaceae ), Swartzia reticulata (Leguminosae) e Scleronema micranthum (Bombacaceae). Os rendimentos quânticos intrínsecos do fotossistema lI de F. longifolia e R. racemosa foram relativamente baixos. Porém, estas espécies exibiram capacidades de utilização de luz para processos fotoquímicos durante iluminação de penumbra e feixes luminosos semelhantes às demais. O aproveitamento fotoquímico da luz foi semelhante nas espécies estudadas, com pequeno potencial de utilização de feixes luminosos intensos. Sob iluminação de feixes intensos, ocorreu marcante fechamento dos centros de reação do fotossistema 11, o que propicia o aumento das taxas de fotooxidação. Ao final de 30 segundos de feixes luminosos, a NPQ não foi completamente ativada, podendo uma parcela maior de energia ser direcionada à fotooxidação. A ativação da NPQ durante feixes luminosos em E. wachenheimii foi mais baixa, o que potencialmente pode representar maiores taxas de fotooxidação durante os aumentos de luminosidade. A maioria dos indivíduos estudados apresentou capacidade de transporte de elétrons limitada, com saturação em PPFD menores que 200 µmol m-² s-¹, de forma que feixes luminosos de intensidade elevada não proporcionam ganhos fotossintéticos adicionais. As espécies estudadas exibiram taxas de transporte de elétrons máximas próximas, embora T. sylvestre apresentou a tendência de aproveitar intensidades luminosas superiores, podendo então obter maior crescimento em ambientes com dossel mais aberto. Concluímos que a capacidade de utilização de luz nestas árvores no sub-dossel foi essencialmente semelhante. Os feixes luminosos, em especial os de baixa duração, na maioria das vezes não propiciaram ganhos fotossintéticos, sendo possíveis promotores de danos fotooxidativos nas espécies estudadas. Portanto, a estratégia de utilização de luz observada nestas plantas foi aproveitar preferencialmente a luminosidade da penumbra e tolerar os feixes luminosos intensos.
Palavras-chave: Clorofila -- Análise
Fotossíntese
Fluorimetria
Plantas -- Efeito da luz
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2734
Data de defesa: 2005
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
frederico.pdf2,91 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.