Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2765
Tipo do documento: Tese
Título: Avanços florísticos e filogênicos de calymperaceae kindb. (bryophyta) para Amazônia
Autor: Pereira, Marta Regina Silva 
Primeiro orientador: Zartman, Charles Eugene
Primeiro coorientador: Câmara, Paulo Eduardo Aguiar Saraiva
Primeiro membro da banca: Komura, Dirce Leimi
Segundo membro da banca: Prata, Eduardo Magalhães Borges
Terceiro membro da banca: Cabral, Fernanda Nunes
Quarto membro da banca: Hopkins, Michael John Gilbert
Quinto membro da banca: Cabral, Tiara Sousa
Resumo: As briófitas constituem o segundo maior grupo de plantas terrestres depois das angiospermas. Delas fazem parte de três grupos de plantas criptogâmicas (Marchantiophyta, Anthocerotophyta e Bryophyta). Calymperaceae (Dicranales) pertence à Divisão Bryophyta (os musgos) é restrita a regiões tropicais e subtropicais, compreende sete gêneros sendo três deles neotropicais (Calymperes, Syrrhopodon e Leucophanes), caracteriza-se por ter como representantes plantas pequenas a robustas, formando tapetes ou tufos, são um importante componente da flora epifítica em florestas de terra baixa podendo ser encontradas em outros substratos com facilidade. A família é taxonomicamente bem conhecida em algumas regiões, ainda que uma série de supostas linhagens necessitem de classificação filogenética, estudos anteriores combinando dados morfológicos e moleculares revelam que o gênero com maior número de espécies (Syrrhopodon) e polifilético. O presente trabalho apresenta resultados mais aprofundados de Calymperaceae com maior amostragem de espécies neotropicais e teve como objetivos: (1) elaborar uma chave dicotômica para os gêneros neotropicais; (2) fazer uma sinopse das espécies da Amazônia brasileira; (4) avaliar o posição monofílética e filogenética do gênero Calymperes com a inclusão de espécies neotropicais; 5) testar a tradicional classificação subgenérica de Syrrhopodon; e 6) estimar o tempo de divergência da família e inferir sobre a origem biogeográfica desse táxon. Os resultados deste trabalho estão representados em três capítulos. No primeiro capítulo e apresentada uma chave dicotômica para as todas as espécies neotropicais e uma sinopse taxonômica da família para a Amazônia brasileira, ilustrada com uma breve discrição das espécies seguida por atualização da distribuição geográfica das espécies. No segundo capítulo é apresentada filogenia molecular de Calymperaceae, que agora inclui 61 do total de 150 táxons com inclusão de táxons neotropicais. O terceiro capítulo apresentaum estudo usando genotipagem por sequenciamento utilizando três primers longos para contornar a falta de variação molecular em loci previamente usados para filogenia e morfologia, determinamos o nível de divergência genética e morfológica e isolamento reprodutivo entre duas espécies de Syrrhopodon (Calymperaceae, Bryopsida) que ocorrem em simpatria, mas em diferentes habitats.
Abstract: The Bryophytes represent the second largest group of terrestrial plants after the Angiosperms. They are compose of a monophyletic group Division Bryophyta comped of three classes (Marchantiopsida, Anthocerotopsida and Bryopsida). Calymperaceae (Dicranales) belongs to the Bryopsida (mosses) and its members are restricted to habitats occurring in tropical and subtropical regions made up of seven genera of which three are neotropical (Calymperes, Syrrhopodon e Leucophanes). The Calymperaceae is characterized by plants which are small to robust, form carpets to tussocks, and they are an important component of the epiphytic flora in low land forests. The family is taxonomically well known in some regions, however phylogenetic placement of the several genera remains unresolved as previous studies combining morphological and molecular datas concluded that the largest genus Syrrhopodon is indeed polyphyletic. This thesis expands the present knowledge of infra-familial phylogenetic relations, phylogeographic patterns and floristics neotropical Calymperaceae. Specifically, the objects of this thesis is to (1) elaborate a dichotomic key for the neotropical genera (2) present a synopsis of the Brazilian Amazonian taxa in the family; (3) reevaluate the phylogenetic position of the genus Calymperes with the inclusion of neotropics species; (4) test the traditional Syrrhopodon, subgenus classification; and (5) estimate the family divergence time and infer its biogeographic origin. The results of this work are represented in three chapters. The first one shows a dichotomic key for all the neotropics species and a taxonomic synopsis of the family from the Brazilian Amazon, illustrated with a briefly species decryption followed by the geographic distribution updating of the species. The second chapter shows the Calymperaceae molecular phylogeny which, nowadays includes 61 from the total number of the taxa, with the neotropics taxa inclusion. The third chaper using genotyping by sequencing to circumvent the lack of molecular variation at selected loci previously used for phylogeny and morphology, we determine the level of genetic and morphological divergence and reproductive isolation between two sibling Syrrhopodon species (Calymperaceae, Bryopsida) that occur in sympatry but in different habitats.
Palavras-chave: Avanços florísticos e filogenéticos de Calymperaceae
Bryophytas - Amazônia.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2765
Data de defesa: 4-Mar-2019
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_marta.pdf4,65 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.