Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2786
Tipo do documento: Tese
Título: Sistemática das vespas parasitoides do gênero Callihormius ashmead (Hymenoptera: Braconidae: Doryctinae) e gêneros filogeneticamente relacionados
Autor: Gadelha, Sian de Souza 
Primeiro orientador: Oliveira, Marcio Luiz de
Primeiro coorientador: Zaldívar-Riverón, Alejandro
Resumo: Doryctinae é um dos grupos com maior diversidade de espécies dentro de Braconidae e ao mesmo tempo, apresenta uma grande variação morfológica intraespecífica. Essa variação tem dificultado o estabelecimento das definições de gêneros e espécies dentro da subfamília. Um exemplo disso está em Callihormius Ashmead, um gênero pouco conhecido com dez espécies válidas anteriormente a este trabalho, e que atualmente, tem seus limites sobrepostos a outros dois gêneros, Aphelopsia Marsh e Platydoryctes Barbalho & Penteado-Dias que possuíam duas e três espécies válidas, respectivamente. No intuito de melhorar a definição destes gêneros, o presente trabalho revisou a taxonomia destes grupos com o apoio de uma análise filogenética molecular que pela primeira vez focou nos grupos em questão. Após uma primeira revisão taxonômica de Callihormius, realizada em um trabalho já publicado, e com o intuito de melhor compreender a definição utilizada na literatura, foi possível redescrever algumas espécies descritas e descrever novas espécies que seriam utilizadas na análise filogenética. Uma análise Bayesiana utilizando cinco marcadores moleculares, dois mitocondriais e três nucleares, foi realizada para tentar recuperar a monofilia dos gêneros abordados anteriormente. Esta análise demonstrou a fragilidade da definição utilizada para Callihormius na literatura recuperando o gênero como um grupo polifilético. Com isso, novos conjuntos de caracteres a serem utilizados não só para a definição deste gênero, mas também para Platydoryctes foram propostos. Em seguida, tendo como base os resultados da filogenia, foi realizada uma revisão do gênero Aphelopsia e também uma atualização taxonômica de Callihormius, apresentando uma nova diagnose, novas espécies para o gênero, e cinco novos gêneros derivados de espécies anteriormente classificadas como Callihormius. Um estudo taxonômico de Platydoryctes também é realizado, apresentando uma nova definição para o mesmo, além da descrição de quatro novas espécies. Desta forma, ao final das mudanças taxonômicas que se fizeram necessárias, Callihormius passou a ter nove espécies válidas e Aphelopsia e Platydoryctes passaram a ter três e oito espécies válidas, respectivamente.
Abstract: Doryctinae is a highly species diverse group within Braconidae and at the same time presents a great intraspecific morphological variation. This variation has made it difficult to establish the definitions of genera and species within the subfamily. An example is Callihormius Ashmead, a little-known genus with ten valid species previously to this work, and which currently has its limits overlapping with other two genera, Aphelopsia Marsh and Platydoryctes Barbalho & Penteado-Dias that had two and three valid species, respectively. In order to improve the definition of these genera, the present work reviewed the taxonomy of these groups with the support of a molecular phylogenetic analysis that for the first time focused on these genera. After a first taxonomic review of Callihormius, carried out in an already published work, in order to better understand the definition used in the literature, it was possible to redescribe some species and describe new ones that would be used in the phylogenetic analysis. A Bayesian analysis using five molecular markers, two mitochondrial and three nuclear, was performed to try to recover the monophyly of the above genera. This analysis demonstrated the fragility of the Callihormius definition used in the literature recovering the genus as a polyphyletic group. Therefore, new sets of characters to be used not only for the definition of this genus, but also for Platydoryctes were proposed. Then, based on the results of the phylogeny, a review of the genus Aphelopsia and a taxonomic update on Callihormius was carried out, presenting a new diagnosis, three new species for the genus, and five new genera derived from species previously classified as Callihormius. A taxonomic study of Platydoryctes was also performed, with a new definition for it and the description of four new species. Thus, at the end of the taxonomic changes that became necessary, Callihormius happened to have nine valid species and Aphelopsia and Platydoryctes happened to have three and eight valid species, respectively.
Palavras-chave: Chneumonoidea
Aphelopsia
Revisão taxonômica
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Entomologia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2786
Data de defesa: 1-Mar-2019
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Sian_Gadelha_SISTEMÁTICA DAS VESPAS PARASITOIDES DO GÊNERO Callihormius.pdfDocumento principal6,26 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.