Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2812
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMarques, Edilevi dos Santos-
dc.contributor.advisor1Noda, Hiroshi-
dc.date.accessioned2019-05-06T15:35:40Z-
dc.date.issued2004-
dc.identifier.urihttps://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2812-
dc.description.resumoO objetivo deste trabalho foi avaliar as condições de vida da população Deni. Foi utilizado como referência o manejo dos recursos naturais em sete comunidades ao longo dos rios Xeruã e Cuniuá. Foi realizado um levantamento demográfico e os resultados mostraram um crescimento populacional. Este fenômeno foi atribuído a dois fatores: i)maior controle das endemias pelo governo federal, através da criação de postos de saúde e formação de agentes de saúde e ii) inalteração das taxas de natalidade. O sistema de produção é sustentado através do uso dos recursos naturais disponíveis mantidos e manejados sazonalmente. A proteína, obtida de peixes, quelônios e répteis é coletada nos rios, lagos e igarapés. A outra parte da necessidade em alimento protéico é disponibilizada pela floresta, através da caça. A floresta oferece, também, uma importante fonte de alimento de origem vegetal como os frutos, óleos, essências, coletadas em muitas espécies de plantas. Os roçados são deixados em "pousio" após dois anos de uso e através de um sistema de enriquecimento com espécies fruteiras perenes e anuais tornam-se locais de coleta de frutos e de animais de caça. A farinha é o principal produto originado no roçado. Este produto é o mais importante alimento energético e um importante instrumento de troca com outros produtos e artefatos não produzidos pelos índios. A comercialização é realizada principalmente por regatões. Algumas vezes os produtos são levados às cidades por pessoas do Conselho Indigenista Missionário - CIMI e vendidos por preços justos. Os resultados mostram a melhoria na qualidade de vida dos índios Deni. Entretanto, a introdução de valores externos dentro da cultura Deni poderá direcionar o desenvolvimento desse povo na outra direção. Isso já vem sendo observado nas comunidades indígenas do rio Cuniuá onde atua uma organização não governamental vinculada à igreja evangélica luterana denominada "Novas Tribos".por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-06T15:35:40Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004eng
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programCiências de Florestas Tropicais (CFT)por
dc.subjectAgricultura -- Amazonaspor
dc.subjectÍndios Deni -- Condições econômicas -- Amazonaspor
dc.subjectÍndios Deni -- Condições sociais -- Amazonaspor
dc.subjectSistemas agroflorestais -- Amazonaspor
dc.titleManejo de recursos naturais na produção agroflorestal por uma população indígena na Amazôniapor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
edilevi dos santos marques.pdf14,77 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.